QUAL A DIFERENÇA ENTRE CONSÓRCIO E FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO?

Guia da Tenda

Para quem deseja comprar um imóvel, sabe que no mercado existem dois tipos de pagamentos muito populares: o consórcio e o financiamento imobiliário. Porém, muita gente fica na dúvida de qual é o melhor e a diferença entre consórcio e financiamento. Então, para te ajudar a entender como funciona essas duas operações financeiras, saiba mais a seguir.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Diferença entre consórcio e financiamento

Consórcio x financiamento | Foto de um homem pesquisando na internet | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Em primeiro lugar, para comprar um imóvel é muito importante fazer um planejamento financeiro antes de decidir como será feito o pagamento do bem. Assim, você vai saber qual é a sua situação financeira e qual sua real necessidade para escolher a melhor modalidade de compra.

Em tempos que as taxas de juros do mercado estão em alta, como a Taxa Selic, muitas pessoas procuram os consórcios imobiliários. Justamente porque, cobram a correção anual das parcelas e dos saldos devedores.

Por outro lado, para conseguir a contemplação da carta de crédito do consórcio, o comprador do imóvel vai depender de sorteios ou fazer lances (que normalmente são valores altos) para morar no imóvel. Ou seja, vai exigir mais paciência do comprador, uma vez que ele depende dos sorteios.

Porém, no financiamento imobiliário, assim que for aprovado o crédito habitacional, você já pode morar no imóvel de imediato, caso não esteja em construção ou na planta.

Outro ponto importante é que o financiamento de imóveis oferece um prazo mais longo para o pagamento das parcelas. Assim, o valor das parcelas ficam menores, o que pode aumentar o tempo de pagamento e por consequência os juros cobrados. Diante disso, listamos as seis principais diferenças entre financiamento e consórcio. Confira:

  • Burocracia na venda do imóvel;
  • Tempo de aquisição do imóvel;
  • Prazos de pagamento;
  • Taxas de juros e reajustes;
  • Uso do FGTS na compra do imóvel;
  • Utilização do crédito habitacional.

Fique tranquilo, pois vamos detalhar cada um desses pontos para você entender bem a diferença entre consócio e financiamento e analisar qual é a melhor opção para a sua realidade. A seguir, veja como funciona cada uma dessas modalidades de compra de imóveis.

O que é financiamento?

O que é financiamento | Foto de uma mulher assinando contrato de uma casa | Guia da Tenda | Blog da Tenda

De início, um dos métodos de pagamento de imóveis mais populares do Brasil, é o financiamento imobiliário. Em outras palavras, o financiamento é a liberação de crédito por parte dos bancos para quem deseja adquirir um imóvel.

Em resumo, o comprador encontra o imóvel e contrata o financiamento imobiliário de um banco para pagar o bem. Com o valor do financiamento em mãos, o comprador paga o vendedor da propriedade e o pagamento da dívida será feito diretamente ao banco. Porém, para ter conseguir a aprovação do financiamento, é preciso comprovar renda e apresentar uma série de documentos que o banco vai solicitar no processo.

Para concluir, existem alguns tipos de financiamento de imóveis no país, sendo os mais populares o financiamento da Caixa e o financiamento Casa Verde e Amarela. Em seguida, saiba mais detalhes de como funciona um financiamento imobiliário.

Como funciona um financiamento imobiliário?

Diferença entre consórcio e financiamento imobiliário | Foto de casal fechando contrato compra de casa | Guia da Tenda | Blog da Tenda

De forma mais objetiva, o financiamento imobiliário funciona como um empréstimo. Ou seja, o cliente procura um banco ou uma instituição financeira para ter o valor necessário e comprar o imóvel desejado.

Então, depois de ter a aprovação do banco e fechar o contrato de financiamento, o cliente paga o vendedor do imóvel. Em seguida, o imóvel é entregue ao cliente, que vai pagar as parcelas mensais ao banco que emprestou o dinheiro.

De modo geral, os bancos emprestam no máximo 80% do valor total do imóvel, seja ele novo, na planta, em construção ou usado. Neste caso, para conseguir financiar a casa própria, você vai precisar do valor de entrada que equivale de 20% a 30% do preço da propriedade.

Por fim, para conseguir o financiamento imobiliário, saiba que esse processo tem algumas etapas. A seguir, confira as principais fases do financiamento:

Vantagens do financiamento imobiliário

Um ponto importante para entender a diferença entre consórcio e financiamento, é saber quais são as vantagens e desvantagens de cada modalidade de crédito imobiliário. Confira as principais vantagens do financiamento imobiliário:

  • Maiores prazos de pagamento (até 35 anos);
  • Taxas de juros acessíveis, principalmente se a Taxa Selic estiver baixa;
  • Parcelas que cabem no orçamento;
  • Modalidade indicada para quem quer morar de imediato no imóvel, caso já esteja construído.

Desvantagens do financiamento imobiliário

Por outro lado, qualquer tipo de operação financeira, existem as desvantagens. Veja quais são as desvantagens do financiamento imobiliário:

  • Dívida de longo prazo;
  • Precisa ter em mãos o valor mínimo de entrada;
  • Condições exigidas pelos bancos, como por exemplo, abrir uma conta no banco que for fazer o financiamento;
  • CET (Custo Efetivo Total) com taxas extras.

O que é o consórcio habitacional?

O que é consórcio | Foto de um homem fazendo uma pilha de moedas numa casinha | Guia da Tenda | Blog da Tenda

A princípio, o consórcio habitacional é o pagamento mensal de um fundo comum no valor de uma carta de crédito. Em outras palavras, uma instituição financeira reúne um grupo de pessoas que têm o mesmo objetivo de comprar um imóvel.

Dessa forma, essas pessoas guardam dinheiro juntas todos os meses. E a cada mês, o valor das parcelas pagas do consórcio paga por todos os participantes do grupo é utilizado para que pelo menos um deles faça a compra do seu imóvel.

Para isso, a instituição financeira administradora do consórcio faz sorteios que normalmente são mensais, para que os participantes recebam a quantia no momento que forem sorteados. Além disso, os consórcios permitem que os participantes façam lances que antecipam o pagamento da carta de crédito. Ou seja, quem oferecer um lance maior, leva a carta de crédito.

Porém, se até o final do consórcio o participante não conseguir ganhar em nenhum sorteio e não fizer nenhum lance, ele receberá uma carta de crédito. Na sequência, saiba mais detalhes de como funciona um consórcio imobiliário.

Como funciona um consórcio?

Como funciona um consórcio | Foto de uma mulher olhando para o celular e computador | Guia da Tenda | Blog da Tenda

De modo geral, o consórcio imobiliário funciona da seguinte forma: um grupo de pessoas pagam parcelas mensais que formam um fundo comum de dinheiro. Essa quantia serve para comprar a casa própria.

Logo, o valor do imóvel é dividido pela duração do consórcio do grupo, que é definido previamente. Então, todo mês a administradora do consórcio sorteia parte do fundo para um ou mais participantes. Aquela pessoa que for sorteada, receberá uma carta de crédito no valor definido no início do consórcio e poderá usar o dinheiro para comprar o imóvel que ela deseja.

Além disso, uma outra forma de conseguir a carta de crédito do consórcio antes do prazo final é por meio de lances. Isso significa que, você deverá oferecer uma antecipação, pagar um valor maior do que a quantia da sua parcela mensal.

Por exemplo: digamos que você contratou um consórcio de uma carta de crédito de R$ 200 mil. Daí, você oferece 50% do valor da dívida, ou seja, R$ 100 mil. Se ninguém estiver disposto a oferecer um valor maior que o seu lance, você será contemplado com a carta de crédito.

Porém, muita atenção! Mesmo que você for sorteado no consórcio, você terá que pagar as parcelas até o final do contrato junto com os demais participantes, para que também eles possam adquirir um imóvel.

Então, até a quitação do consórcio, o imóvel fica alienado, ou seja, o imóvel é propriedade da instituição financeira que está fazendo o consórcio. Isso acontece porque, em caso de inadimplência, além das multas previstas em contrato, corre o risco de perder o imóvel por falta de pagamento das parcelas do consórcio. Em seguida, confira as vantagens e desvantagens do consórcio habitacional.

Vantagens do consórcio

Antes de mais nada, é muito importante analisar os prós e contras do consórcio. Em seguida, conheça as principais vantagens do consórcio imobiliário:

  • Parcelas menores;
  • É possível desistir e ter o dinheiro de volta com descontos e multas;
  • Possibilidade de pagar parcelas mais baixas no início do consórcio e mais altas depois da contemplação da carta de crédito;
  • Não precisa de valor de entrada;
  • Indicado para quem não tem pressa de entrar no imóvel.

Desvantagens do consórcio

De outro modo, o consórcio também tem suas desvantagens. A seguir, confira:

  • Não tem garantia de quando você vai receber a carta de crédito, depende da sorte;
  • Conta com taxas altas que podem ser substituídas por investimentos;
  • Taxas e multas em casos de desistências;
  • Após a contemplação da carta de crédito, o consórcio se torna uma dívida e pode alienar o imóvel como garantia em casos de inadimplência;
  • Prazos de pagamento menores que o financiamento.

Conheça as principais diferenças entre consócio e financiamento

Nesse sentido, você percebeu que a única semelhança entre o consórcio e o financiamento são os pagamentos parcelados da dívida. Em seguida, listamos as principais diferenças entre consórcio e financiamento, confira.

Burocracia envolvida na venda do imóvel

Quais são os documentos para financiar um imóvel | Foto de um casal fechando contrato | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Antes de mais nada, antes de escolher entre o financiamento ou o consórcio habitacional, saiba que tem burocracia no processo de venda do imóvel. Contudo, não veja esse ponto como algo negativo. Isso porque, os bancos que financiam imóveis pedem alguns documentos que comprovam certos requisitos para concessão do crédito habitacional.

Além do mais, os financiamentos imobiliários exigem a comprovação de renda para entender a capacidade que a pessoa tem para pagar a dívida. Por outro lado, o consórcio não pede muitos documentos para sua participação. Mas, o fato é os bancos fazem a análise de crédito para verificar se a pessoa tem condições de pagar as parcelas.

Tempo de aquisição

Quanto tempo sai a carta de crédito de um consórcio | Foto de uma mulher fazendo as contas | Guia da Tenda | Blog da Tenda

 

Normalmente, nos consórcios a aquisição do imóvel não é imediata. Pelo contrário, você precisa aguardar ser sorteado com a carta de crédito ou dar um lance maior, o que pode levar anos para comprar a tão sonhada casa própria. Já no financiamento imobiliário, assim que o crédito habitacional estiver liberado, você já pode entrar para morar no imóvel.

Prazos de pagamento

Como funciona o pagamento do consórcio | Foto de uma mulher pesquisando na internet | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Outra diferença entre consórcio e financiamento é o prazo de pagamento da dívida. Ou seja, no consórcio o prazo de pagamento é menor que o tempo do financiamento imobiliário.

De modo geral, os financiamentos imobiliários podem durar até 420 meses, ou seja, 35 anos. Já os consórcios de imóveis tem uma duração máxima de 180 meses (15 anos).

Taxas de juros e reajustes

Quais são os juros do financiamento imobiliário | Foto de mulher calculando | Guia da Tenda | Blog da Tenda

As taxas de juros também são uma grande diferença entre consórcio e financiamento. Isso porque, o consórcio não aplica juros nas parcelas mensais antes da contemplação da carta de crédito.

Porém, no financiamento imobiliário tem taxas de juros aplicadas nas parcelas que podem variar de acordo com a Taxa Selic, por exemplo. No entanto, se o financiamento conta com o Sistema de Amortização Constante, conhecido como SAC, que diminui o valor dos juros ao longo do tempo, reduzindo o valor mensal das parcelas.

Utilização do crédito habitacional

Como pegar a carta de crédito de consórcio | Foto de uma pessoa colocando moedas numa casinha | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Por fim, outra diferença entre consórcio e financiamento é a utilização do crédito habitacional. Isso significa que, no financiamento imobiliário o banco paga diretamente o vendedor do imóvel.

Por isso, é importante escolher um imóvel de uma construtora séria e confiável. Este é o caso da Construtora Tenda, que tem mais de 50 anos de mercado e já ajudou mais de 130 mil famílias a realizar o sonho da casa própria.

Já no consórcio, a carta de crédito fica em posse do participante. Dessa forma, ele pode escolher qualquer imóvel a hora que quiser. Porém, isso é uma desvantagem, porque os imóveis valorizam com o passar do tempo e nem sempre o valor da carta de crédito contemplada pode suprir o valor do bem naquele instante.

Qual é o melhor: consórcio ou financiamento?

Qual é o melhor consórcio e financiamento | Foto de uma mulher com dúvida na frente do computador | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Depois de saber qual é a diferença entre consórcio e financiamento, vale sempre a pena pesquisar e fazer muitas simulações para ver qual é a melhor opção para você. Dessa forma, se você não tem pressa para morar no imóvel, o consórcio é uma opção viável.

Agora, se você quer sair do aluguel o mais rápido possível, o financiamento imobiliário é uma boa opção. Então, para você saber qual imóvel cabe no seu bolso, faça uma simulação gratuita no Simulador de Financiamento Tenda. É uma ferramenta que vai te mostrar os valores aproximados das parcelas do financiamento, se você tem direito ao subsídio (benefício do Casa Verde e Amarela) e qual o valor, e o valor do apartamento Tenda que cabe no seu orçamento.

Conheça os apartamentos à venda da Tenda e realize o sonho da casa própria com a gente!

Sobre a Tenda

Tenda é uma das maiores construtoras do Brasil e uma das empresas que integram a Bolsa de Valores de São Paulo. Listada no Novo Mercado da B3, a companhia tem o mais alto nível de governança corporativa do país.

Com mais de 50 anos de experiência no mercado imobiliário, a gente sabe que comprar um apartamento muitas vezes parece ser algo impossível para muitos brasileiros. Por isso, a nossa missão é colocar a conquista da casa própria ao seu alcance.

Acredite, com as nossas condições exclusivas somadas a grande parceria que temos com o programa Casa Verde e Amarela, o substituto do Minha Casa Minha Vida, você consegue ter o seu cantinho.

Nós já realizamos o sonho de mais de 120 mil famílias, provando que ter um imóvel próprio é possível. Para ajudar cada vez mais brasileiros, estamos presentes em capitais e regiões metropolitanas de nove estados do país. Existem apartamentos à venda em São Paulo, Bahia, Ceará, Pernambuco, apartamentos à venda no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Minas Gerais.

Além de diversas lojas físicas nos nove estados em que atuamos, também oferecemos a comodidade da Loja Virtual Tenda, um ambiente seguro e com todas as informações que você precisa para conquistar o seu imóvel. No nosso site, você também encontra ferramentas como o Simulador de Financiamento e a Calculadora dos Sonhos que te ajudam no planejamento da compra.

Conte com a gente para realizar o sonho de ter o seu apartamento! Estamos prontos para tirar as suas dúvidas e te acompanhar durante todo o processo.

 

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Saia do aluguel e conquiste seu apartamento. Dê o primeiro passo agora mesmo.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.