GRUPOS DE RENDA CASA VERDE E AMARELA: ALTERAÇÃO NO GRUPO 1 DO PROGRAMA

Minha Casa Minha Vida

O programa Casa Verde e Amarela é um acelerador na conquista da casa própria por famílias brasileiras. Isso porque, os benefícios oferecidos aos grupos de renda do Casa Verde e Amarela, facilitam o financiamento imobiliário para pessoas com baixa renda.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Recentemente, o Governo Federal fez uma atualização importante no programa nos valores dos grupos de renda, principalmente no Grupo 1. Então, se você quer saber quais foram as modificações no Casa Verde e Amarela, acompanhe os detalhes neste artigo. Vamos nessa?!

O que é o programa Casa Verde e Amarela?

Foto de um celular com o logo do programa Casa Verde e Amarela | Qual mudança teve no Casa Verde e Amarela? | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

Antes de mais nada, o Casa Verde e Amarela é um programa habitacional, criado em 2020 pelo Governo Federal para substituir o Minha Casa Minha Vida. Da mesma forma que seu antecessor, o Casa Verde e Amarela tem o objetivo de facilitar o financiamento da casa própria para famílias de baixa renda e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros.

Contudo, as principais diferenças entre o Casa Verde e Amarela e Minha Casa Minha Vida, é com relação ao número de faixas de renda e nas taxas de juros. Além disso, o novo programa conta também com outras vantagens que facilitam a melhoria habitacional da população.

Em especial, o Casa Verde e Amarela é organizado em três grupos de renda, que contam com pacotes específicos de vantagens do programa. Assim, de acordo com a faixa de renda familiar, é possível encontrar um plano de financiamento vantajoso, seja com uma taxa de juros mais baixa ou por meio de outros subsídios.

Além disso, através da Lei 14.118/21, o Governo Federal também estabeleceu que os recursos do financiamento do Casa Verde e Amarela podem ser utilizados para regularização fundiária e melhorias habitacionais, como reformas em moradias já existentes. Portanto, quem se enquadrar nos requisitos básicos do Casa Verde e Amarela consegue comprar a tão sonhada casa própria mesmo com uma renda mais baixa.

Quem pode participar do Casa Verde e Amarela?

Foto de uma mulher negra pesquisando na internet | Mudanças no Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

De início, o programa Casa Verde e Amarela tem o objetivo de facilitar o financiamento da casa própria para famílias de baixa renda. Logo, para participar do programa, o solicitante deve se enquadrar em um dos grupos de renda do Casa Verde e Amarela. Além de fazer parte de um dos grupos de renda do Casa Verde e Amarela, o solicitante que deseja utilizar os benefícios do programa deve atender os seguintes requisitos:

  • Ser brasileiro ou naturalizado;
  • Ter acima de 18 anos;
  • Não ter nenhum imóvel próprio em seu nome;
  • Quem não está financiando nenhum imóvel;
  • Não pode ter participado de nenhum programa habitacional do Governo;
  • Quem não está no Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT).

Casa Verde e Amarela: como funciona?

Foto de um celular com o logo do programa Casa Verde e Amarela | O que mudou nas faixas de renda do Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

Sobretudo, depois de atender as todas as condições do Casa Verde e Amarela, o beneficiário deve encontrar um imóvel que esteja à venda em parceira com o programa. Além disso, é possível contratar as vantagens do programa de maneira individual. Neste caso, é preciso procurar a prefeitura da cidade onde o beneficiário deseja morar e seguir as orientações do órgão para dar início ao financiamento Casa Verde e Amarela.

Outra forma para utilizar os recursos do Casa Verde e Amarela é através de uma construtora parceira, como a Construtora Tenda. Ou seja, a Tenda possui uma grande parceria com o programa Casa Verde e Amarela, facilitando o financiamento dos apartamentos da construtora com os benefícios do programa. Para saber mais detalhes, fale com a gente!

Todavia, é possível também participar do Casa Verde e Amarela por meio das instituições financeiras que sejam financiadas pela Caixa Econômica Federal. Nesta situação, o solicitante deve escolher o bando que fará o financiamento imobiliário. Depois, é preciso apresentar a documentação exigida pelo banco, que fará a análise de credito para a liberação dos recursos para a compra do imóvel.

No entanto, o banco fará a analise de crédito e vai verificar se o solicitante tem direito ao subsídio do governo e qual valor de desconto ele terá na compra do imóvel. Por último, com o financiamento liberado e com a aplicação do desconto do subsídio Casa Verde e Amarela no valor total do bem, comprador e banco farão o contrato de financiamento, com os valores das parcelas com as menores taxas de juros, e dará sequência ao processo de compra do imóvel. Por fim, além de financiamento de imóveis, o programa prevê outras ações, como reforma para melhorias da moradia e regularização fundiária.

Quais são os grupos de renda do Casa Verde e Amarela?

Foto de um casal negro pesquisando na internet | Quem pode participar do Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

Para começar, os grupos de renda do Casa Verde e Amarela são grupos que indicam os requisitos de cada participante do programa. Sobretudo, foi uma forma que o Governo Federal encontrou para atender o maior número de brasileiros com os benefícios do programa.

Além disso, cada faixa de renda do Casa Verde e Amarela conta com um pacote específico de vantagens. Em outras palavras, quanto menos for a renda familiar do solicitante, maior será o valor de subsídio e menores as taxas de juros do financiamento imobiliário ele conquistará.

Na sequência, vamos detalhar as características de cada grupo de renda do Casa Verde e Amarela com seus respectivos benefícios. Mas, antes de tudo, confira a importante alteração que o Governo Federal fez no Grupo 1 do Casa Verde e Amarela!

Qual foi a mudança nos grupos de renda do Casa Verde e Amarela?

A princípio, no dia 12 de abril de 2022, o Governo Federal oficializou uma alteração importante no Grupo 1 do programa Casa Verde e Amarela. De acordo com a Instrução Normativa nº 7, de 22 de março de 2022, é definido um no teto para o valor da renda bruta mensal familiar do Grupo 1 do Casa Verde e Amarela.

Em resumo, o Grupo 1 atendia pessoas com renda familiar de até R$ 2 mil. Todavia, com a atualização do programa Casa Verde e Amarela, o Grupo 1 passa a atender famílias com renda de até R$2.4oo. A seguir, confira como ficou organizado os grupos de renda do programa Casa Verde e Amarela.

Imagem dos grupos de renda do Casa Verde e Amarela | Quais são as faixas de renda do Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

Grupo 1 do Casa Verde e Amarela

Para início de conversar, o Grupo 1 do Casa Verde e Amarela é formado por pessoas que possuem um renda familiar de até R$ 2.400. em especial, uma das principais vantagens desse grupo é o valor do subsídio do governo, que pode chegar até R$ 47.500,00. Além disso, as taxas juros para as pessoas que se enquadram no Grupo 1 são as menores do mercado imobiliário que falaremos mais adiante.

Grupo 2 do Casa Verde e Amarela

Especialmente, o Grupo 2 de renda do Casa Verde e Amarela é direcionado para pessoas que possuem uma renda familiar mensal de R$ 2.400,01 até R$ 4 mil. Da mesma maneira que no Grupo 1, os beneficiários do Grupo 2 podem conquistar um valor de subsídio do governo importante.

Para as pessoas do Grupo 2 do Casa Verde e Amarela é possível conquistar até R$ 29 mil de subsídio habitacional. Além do mais, as taxas de juros para esta faixa de renda também são baixas em comparação aos juros praticados no mercado.

Grupo 3 do Casa Verde e Amarela

Finalmente, o Grupo 3 do Casa Verde e Amarela é composto por pessoas que contam com uma renda mensal bruta de R$ 4.000,01 até R$ 7 mil.

Em especial, as taxas de juros para os participantes do grupo 3 são muito atrativas do que os juros no financiamento imobiliário oferecido no mercado. Por fim, as pessoas do grupo 3 do Casa Verde e Amarela não contam com o benefício do subsídio do governo.

Quais são as taxas de juros do programa Casa Verde e Amarela?

A princípio, um dos benefícios do Casa Verde e Amarela são as taxas de juros que são as menores do mercado imobiliário. Logo, as taxas de juros variam de acordo com o grupo de renda, com a região que você quer comprar o imóvel e se você é cotista ou não do FGTS.

Vale ressaltar que o financiamento Casa Verde e Amarela é uma excelente opção para quem mora nas regiões Norte e Nordeste. Isso porque, as taxas de juros para esses locais são diferentes.

Além disso, para os cotistas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) que contribuíram para o fundo mais de 36 meses, as taxas são menores também. A seguir, confira todos os detalhes das taxas de juros de cada grupo de renda do Casa Verde e Amarela. Confira!

Imagem das Taxas de Juros Casa Verde e Amarela | Quais são as taxas de juros do Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

Taxas de juros do Grupo 1 do Casa Verde e Amarela

Em primeiro lugar, o Grupo 1 conta com as menores taxas de juros do mercado imobiliário, principalmente para as regiões Norte e Nordeste. Desse modo, as taxas de juros do Grupo 1 são as seguintes:

Região Norte e Nordeste
Cotista: 4,25% a 4,50%
Não Cotista: 4,75% a 5,00%

Região Sul, Sudeste e Centro-Oeste
Cotista: 4,50% a 4,75%
Não Cotista: 5,00% a 5,25%

Taxas de juros do Grupo 2 do Casa Verde e Amarela

Para começar, o Grupo 2 conta com famílias que possuem uma renda entre R$ 2.400,01 até R$ 4 mil. Logo, as taxas de juros variam da seguinte forma:

Região Sul, Sudeste e Centro-Oeste
Cotista: 5,00% a 6,50%
Não Cotista: 5,50% a 7,00%

Região Norte e Nordeste
Cotista: 4,75% a 6,50%
Não Cotista: 5,25% a 7,00%

Taxas de juros do Grupo 3 do Casa Verde e Amarela

Para finalizar, as famílias do Grupo 3 do Casa Verde e Amarela, que possuem uma renda mensal bruta de R$ 4.000,01 e R$ 7 mil, contam com as taxas de juros iguais para todas as regiões do país, sendo:

Cotista: 7,66%
Não Cotista: 8,16%

As taxas de juros do grupo 1 também mudaram com a alteração do valor da renda?

Foto de cédulas de dinheiro, moedas e uma calculadora | Quais são as taxas de juros do Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

De início, com a alteração do valor da renda do Grupo 1 do Casa Verde e Amarela, anunciada pelo Governo Federal em 12 de abril de 2022, oferece para as pessoas com renda de até R$ 2.400 as taxas de juros da faixa de renda 1.

Em outras palavras, as famílias que possuem uma renda mensal familiar de até R$ 2.400 terão as menores taxas de juros do mercado imobiliário. Sendo assim, para as famílias que moram nas regiões Norte e Nordeste, e que são cotistas do FGTS, terão as taxas de juros de 4,25% a 4,50%. Contudo, para os não cotistas, os juros para essas regiões são de 4,75% a 5%. Todavia, para as pessoas que moram nas demais regiões do Brasil (sudeste, sul e centro-oeste) que são cotistas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, as taxas variam entre 4,50% a 4,75% e não cotistas, de 5% a 5,25%.

Portanto, para os novos participantes do Casa Verde e Amarela que fazem parte do Grupo 1 vão obter menores taxas de juros no financiamento imobiliário, o que facilita ainda mais a compra da casa própria.

Os outros benefícios do programa Casa Verde e Amarela mudaram também?

De modo geral, os demais benefícios do Casa Verde e Amarela não sofreram nenhuma alteração com relação a mudança do valor da faixa de renda do Grupo 1 do programa. Logo, os benefício da composição de renda e o uso do FGTS para compra do imóvel não sofreram nenhuma mudança até o momento.

Contudo, o subsídio do governo teve uma melhoria no dia 2 de fevereiro de 2022. Logo, de acordo com o decreto nº 10.976, de 22 fevereiro de 2022, os valores do subsídio do Casa Verde e Amarela aumentaram. Ou seja, foi definido o novo valor máximo de subsídio para compra e construção de imóveis realizadas pelo programa Casa Verde e Amarela.

Isso quer dizer que, o subsídio Casa Verde e Amarela aumentou de R$ 110 mil para R$ 130 mil em áreas urbanas. Porém, nas áreas rurais, o benefício teve um aumento de R$ 45 mil para R$ 55 mil. No entanto, de acordo com o decreto, não foi corrigido os valores do subsídio dos grupos de renda do programa. Sendo assim, o objetivo do governo nesse reajuste foi de acompanhar o aumento dos custos atuais da construção civil.

Como funcionam os outros benefícios do Casa Verde e Amarela?

A princípio, além do programa Casa Verde e Amarela ser organizado em grupos de renda, cada um deles conta com um pacote específico de vantagens do programa. Além das taxas de juros do Casa Verde e Amarela serem as menores do mercado imobiliário, outros benefícios como: subsídio do governo, uso do FGTS na compra de imóvel e composição de renda, fazem parte das vantagens do Casa Verde e Amarela.

Sobretudo, o Casa Verde e Amarela visa também proporcionar a regularização fundiária e melhorias em moradias já existentes, além de facilitar o financiamento imobiliário para famílias de baixa renda. A seguir, confira os detalhes de cada um desses benefícios do Casa Verde e Amarela, que oferece às pessoas que querem comprar a casa própria através do programa.

O que é o subsídio do governo?

Foto de uma pessoa segurando um chaveiro de uma casa e uma pilha de moedas e cédulas de dinheiro | O que é subsídio do governo | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

Para começar, o subsídio do governo é um valor concedido para facilitar a compra de imóveis. De modo geral, essa quantia se apresenta de algumas maneiras, como:

  • Facilita no valor das parcelas do financiamento imobiliário;
  • Aumenta o prazo do financiamento;
  • Reduz os juros no financiamento;
  • Abate parte do valor do imóvel.

Isso se dá, principalmente porque, o subsídio do governo funciona como um desconto no valor total do imóvel. Assim, esse desconto reduz o custo das parcelas do financiamento e facilita a compra da propriedade. Por isso, a regra geral do benefício diz que quanto menor for a renda, maior o valor de subsídio a família ou solicitante poderá conseguir. Na sequência, saiba mais sobre o subsídio do governo para compra de imóveis.

Como funciona o subsídio no Casa Verde e Amarela?

Antes de tudo, o subsídio Casa Verde e Amarela funciona como um desconto no valor total do imóvel. Ou seja, esse desconto faz com que as prestações do financiamento fiquem mais baratas e acessíveis, para que as famílias de baixa renda consigam arcar com um empréstimo imobiliário.

Para esclarecer, digamos que você escolheu comprar um apartamento de R$ 200 mil e conseguiu um subsídio de R$ 20 mil. Assim, com esse valor de desconto de R$ 20 mil, o custo do imóvel que você terá que pagar será de R$ 180 mil. Todavia, o governo só concede os valores de subsídio se o solicitante atender alguns fatores, como:

  • O valor da sua renda mensal familiar;
  • A região que você quer morar;
  • O preço do imóvel

Agora, se você quer descobrir se tem direito ao subsídio Casa Verde e Amarela, faça uma simulação gratuita no Simulador de Financiamento da Construtora Tenda. Além disso, nesta ferramenta você vai descobrir também o valor aproximado das parcelas do financiamento e o preço do imóvel. Então, aproveite e faça já sua simulação gratuita! Por fim, se você ainda tiver alguma dúvida de como funciona o Simulador de Financiamento Tenda, confira o vídeo abaixo!

Quais são os valores do subsídio Casa Verde e Amarela?

Para começo de conversa, os valores do subsídio Casa Verde e Amarela são determinados de acordo com algumas condições, como:

  • Renda familiar mensal;
  • Região onde está o imóvel que será comprado;
  • Valor do imóvel.

Além do mais, existe um valor aproximado de subsídio disponível para os dois primeiros grupos de renda do Casa Verde e Amarela. Confira:

Imagem sobre os valores do subsídio Casa Verde e Amarela | Quais são os valores de subsídio do governo | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

  • Grupo 1

Para as famílias com renda de até R$ 2.400,00 podem conseguir até R$ 47.500,00 de subsídio Casa Verde e Amarela;

  • Grupo 2

Para pessoas com renda de R$ 2.400,01 até R$ 4.000,00 podem conseguir até R$ 29.000,00 de subsídio do governo.

Porém, as pessoas que fazem parte do Grupo 3, com renda familiar entre R$ 4.0001,01 e R$ 7 mil, não tem direito ao subsídio habitacional. Se você quer saber mais detalhes sobre o subsídio Casa Verde e Amarela, confira o vídeo abaixo.

Precisa devolver o dinheiro do subsídio para o Governo?

De antemão, o subsídio é um dinheiro doado pelo Governo Federal, destinado para ajudar as famílias de baixa renda a conseguirem a aprovação no financiamento de imóvel e conquistar a casa própria.

Logo, não precisa devolver o dinheiro do subsídio do governo e nem quitá-lo. Porém, se houver alguma irregularidade ou fraude, como ter um imóvel no seu nome ou uma renda maior que a declarada no cadastro do Casa Verde e Amarela, o valor do subsídio deverá ser devolvido.

Composição de renda

À primeira vista, se você percebeu que sua renda não é o suficiente para financiar um imóvel, saiba que a composição de renda pode ser a melhor opção para tornar realidade o seu sonho da casa própria. Resumidamente, a composição de renda é a soma do salário de todos os moradores trabalhadores de uma casa, ou até mesmo de amigos que queiram te ajudar nessa conquista.

Isso quer dizer que, você pode somar a sua renda mensal com o salário dos seus familiares e ou amigos que podem compor renda no financiamento de imóveis. Então, para você entender melhor quem pode compor renda, confira a lista das pessoas que podem te ajudar na compra da casa própria:

Imagem das pessoas que podem fazer Composição de renda no financiamento imobiliário | O que é composição de renda | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

  • Pais, madrasta e padrasto;
  • Cônjuge, namorados e noivos;
  • Filhos e enteados;
  • Tios, primos e demais familiares;
  • Irmãos e amigos;
  • Entre outras pessoas do convívio social.

Para ficar mais claro, digamos que você ganhe um salário mínimo de aproximadamente R$ 1.200, seu cônjuge também, e sua mãe tem uma aposentadoria de R$ 2.000. Somando todos os salários, o total da sua composição de renda seria de R$ 4.400.

Assim, com uma renda familiar acima de R$ 4 mil, aumentam as chances da liberação do crédito habitacional. Porém, escolha bem quem vai te ajudar nessa conquista, visto que todos serão proprietários do imóvel e a dívida será a longo prazo. Por fim, se você quer saber mais sobre a composição de renda, um dos grandes benefícios do Casa Verde e Amarela, confira o vídeo abaixo do canal oficial da Construtora Tenda.

Quais são os requisitos para a composição de renda?

Bem como todos os benefícios do Casa Verde e Amarela, a composição de renda conta com algumas condições para que você possa utilizar essa vantagem no financiamento imobiliário.

Logo, fique atento a todos esses detalhes, pois a comprovação de renda é uma das etapas mais importantes no financiamento imobiliário. Isso porque, é uma das exigências que os bancos costumam exigir na hora de liberar ou não o empréstimo habitacional. A seguir, confira os requisitos da composição de renda no financiamento pelo programa Casa Verde e Amarela:

  • Análise de risco de crédito: procedimento feito pelo banco com todas as pessoas que solicitarem o financiamento na modalidade composição de renda.
  • Sobre o imóvel: seja apartamento ou casa, a propriedade deve estar localizada na mesma cidade ou região onde as pessoas que solicitaram o financiamento moram ou trabalham há, pelo menos, um ano.
  • Solicitantes: todos devem ser brasileiros, maiores de 18 anos e, principalmente, não podem ter restrições de crédito, como CPF negativado, por exemplo

Portanto, é importante saber que o financiamento é um compromisso a longo prazo. Então, escolha quem de fato vai te ajudar na compra do seu imóvel próprio, pois o outro comprador precisará ter um certo grau de comprometimento com essa compra.

Como funciona o uso do FGTS na composição de renda?

De início, uma grande vantagem ao solicitar a composição de renda no seu financiamento imobiliário é a possibilidade de utilizar o saldo do FGTS de todos os participantes para a aquisição do imóvel.

Assim, você e as pessoas que estão compondo renda podem utilizar essa quantia para dar um valor de entrada maior. Além disso, o uso do FGTS também permite reduzir o custo total do financiamento e até mesmo adiantar as parcelas. Com isso, você acaba diminuindo o tempo do pagamento do financiamento, além de reduzir o numero de prestações.

Uso do FGTS na compra de imóvel

Foto de um celular e um computador com o logo do FGTS | Como usar o FGTS na compra de imóvel | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

Antes de mais nada, um outro benefício muito importante do programa Casa Verde e Amarela concede às famílias de baixa renda na compra da casa própria é o uso do saldo do FGTS.  Além disso, existem algumas maneiras de utilizar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço no processo de financiamento do imóvel, como:

  • O saldo pode ser utilizado como valor de entrada;
  • A quantia do FGTS pode ser usada na amortização ou liquidação do saldo devedor;
  • O FGTS pode realizar o pagamento de parte das prestações do financiamento.

Contudo, para utilizar o saldo do FGTS na compra de imóvel é preciso atender as regras do fundo. Por fim, se você quer saber mais sobre como usa o FGTS na compra de imóvel, assista o vídeo abaixo do canal oficial da Construtora Tenda no Youtube.

Regras para usar o FGTS na compra de um imóvel

A princípio, para utilizar o FGTS seja no valor de entrada do seu novo imóvel, tal como no abatimento das parcelas ou no saldo devedor do seu financiamento, o solicitante e o imóvel precisam atender algumas regras.

Desse modo, ao atender as todas as regras do fundo, você pode usar o saldo do FGTS para dar de entrada em um apartamento e financiar o valor restante do imóvel.

Além disso, uma outra opção para usar o saldo do FGTS é diminuir o valor das parcelas do financiamento imobiliário em até 80%. Aliás, é possível também amortizar sua dívida do financiamento, assim, você diminui a incidência de juros cobrados ao longo das prestações do financiamento.

Para finalizar, se você é um trabalhador autônomo e tem saldo de FGTS, é possível utilizá-lo também na compra da sua casa própria. Portanto, é preciso mostrar uma declaração do órgão gestor ou comprovantes de um sindicato para aproveitar essa vantagem.

Para o comprador

De início, para o solicitante que deseja usar o FGTS na compra de imóvel, deve atender as seguinte condições:

  • Ter pelo menos três anos de carteira assinada sob regime do FGTS (consecutivos ou não), na mesma ou em empresas diferentes.
  • Não ter outro financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), em qualquer parte do País.
  • Não ser dono de outro imóvel residencial na cidade onde mora ou trabalha.

Para o imóvel

Agora, o imóvel que você escolheu para comprar, precisa atender os requisitos abaixo para a utilização do saldo do FGTS no processo de financiamento da propriedade.

  • Deve ser um imóvel urbano para uso residencial;
  • A finalidade do imóvel é para moradia do trabalhador – e não para aluguel;
  • Pode ser uma propriedade usada ou nova;
  • Ter matrícula no Registro de Imóveis e não apresentar qualquer impedimento à comercialização;
  • O imóvel não pode ter sido financiado com o uso do FGTS nos últimos 3 anos;
  • A propriedade precisará passar por uma vistoria de um agente da Caixa Econômica Federal para atestar a finalidade de uso do imóvel e as condições de habitabilidade antes do recurso ser liberado.

Como comprar um apartamento Tenda com o Casa Verde e Amarela?

Para começar, a resposta é SIM! Isso porque, este é o melhor momento para comprar seu novo apartamento Tenda. Justamente, devido a alteração do grupo 1 de renda do Casa Verde e Amarela. Pois, as pessoas que possuem uma renda de até R$ 2.400 vão poder conquistar um valor maior de subsídio do governo, além de terem as menores taxas de juros no financiamento imobiliário.

Então, o primeiro passo é entrar em contato com a gente! A Construtora Tenda é uma grande parceira do programa Casa Verde e Amarela. Então, pode contar o subsídio Casa Verde e Amarela, a composição de renda com até três pessoas e a quantia do seu FGTS para comprar um dos apartamentos da Tenda.

Além disso, existem condições exclusivas que oferecemos para colocar essa conquista ainda mais próxima de você. Isso quer dizer que, além das taxas de juros do Casa Verde e Amarela serem as menores do mercado, você conta com a possibilidade da entrada facilitada.

Sobretudo, aqui na Construtora Tenda, você pode parcelar o valor de entrada em até 60 meses, ou seja, 5 anos! Basta você dar um sinal e parcelar o valor restante da entrada do seu novo apartamento Tenda.

Além do mais, a Construtora Tenda já realizou o sonho da casa própria de mais de 130 mil famílias brasileiras. Então, não perca tempo, conheça os apartamentos à venda Tenda e aproveite os benefícios do Casa Verde e Amarela e escolha já o seu novo lar! Para isso, entre em contato com o nosso time de atendimento. Conte com a gente nessa conquista!

Sobre a Tenda

A Tenda é uma das maiores construtoras do Brasil e uma das empresas que integram a Bolsa de Valores de São Paulo. Listada no Novo Mercado da B3, a companhia tem o mais alto nível de governança corporativa do país.

Com mais de 50 anos de experiência no mercado imobiliário, a gente sabe que comprar um apartamento muitas vezes parece ser algo impossível para muitos brasileiros. Por isso, a nossa missão é colocar a conquista da casa própria ao seu alcance.

Acredite, com as nossas condições exclusivas somadas a grande parceria que temos com o programa Casa Verde e Amarela, o substituto do Minha Casa Minha Vida, você consegue ter o seu cantinho.

Nós já realizamos o sonho de mais de 120 mil famílias, provando que ter um imóvel próprio é possível. Para ajudar cada vez mais brasileiros, estamos presentes em capitais e regiões metropolitanas de nove estados do país. Existem apartamento à venda em São Paulo, Bahia, Ceará, Pernambuco, apartamentos à venda no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Minas Gerais.

Além de mais de 50 lojas físicas nos nove estados em que atuamos, também oferecemos a comodidade da Loja Virtual Tenda, um ambiente seguro e com todas as informações que você precisa para conquistar o seu imóvel. No nosso site, você também encontra ferramentas como o Simulador de Financiamento e a Calculadora dos Sonhos que te ajudam no planejamento da compra.

Conte com a gente para realizar o sonho de ter o seu apartamento! Estamos prontos para tirar as suas dúvidas e te acompanhar durante todo o processo.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Saia do aluguel e conquiste seu apartamento. Dê o primeiro passo agora mesmo.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.