O que é o subsídio e como utilizá-lo para financiamento de imóvel? – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Conhecer as vantagens e facilidades oferecidas para famílias com rendas baixas — por exemplo, o que é o subsídio — é imprescindível para quem deseja sair do aluguel e está em busca de um financiamento imobiliário que caiba no orçamento doméstico. Entenda!

Conforme o tempo passa, as pessoas se casam, os filhos nascem e as responsabilidades aumentam. Com isso, aumenta também a preocupação de cortar gastos e prover mais segurança para o futuro da família — o que, na prática, significa parar de comprometer um valor substancial da renda com o aluguel e começar a investir na casa própria.

Neste post, saiba o que é o subsídio e veja como ele pode ser o incentivo que faltava para você mudar de vida!

O que é o subsídio habitacional?

O subsídio habitacional é um dos recursos oferecidos pelo Governo Federal que facilitam a compra da casa própria pelas famílias consideradas de baixa renda.

O valor liberado pode ser usado para diminuir as parcelas de um financiamento imobiliário feito pelo Minha Casa Minha Vida, tornando-o ainda mais compatível com o orçamento doméstico.

Funciona assim: se uma pessoa tem direito a um subsídio de R$ 25 mil e deseja financiar um imóvel que vale R$ 115 mil, ela terá que pagar apenas R$ 90 mil.

Os R$ 25 mil restantes são quitados pelo programa do Governo Federal e o beneficiário não precisa reembolsar esse valor, que é abatido no total do financiamento.

Assim, o subsídio atua como um bom desconto — ao qual somente algumas pessoas têm direito — para a aquisição do primeiro imóvel.

Quem tem direito ao benefício?

Para ter direito ao subsídio é preciso ser cidadão brasileiro ou naturalizado brasileiro, ter 18 anos de idade ou mais e não ter nenhum imóvel residencial próprio (quitado ou financiado) em seu nome.

Também é necessário que o interessado jamais tenha sido atendido pelo Minha Casa Minha Vida ou por qualquer outro programa habitacional oferecido pelo Governo Federal.

O que determina o valor de um subsídio?

Diversos fatores são analisados para se chegar ao subsídio oferecido a cada cidadão, por isso não há um valor fixo. Entre eles, destacam-se: a renda familiar do solicitante; as condições, idade e preço do imóvel escolhido; e a região.

De maneira simplista, quanto menor for a renda bruta mensal familiar do beneficiário, maior será o desconto aprovado para a compra do primeiro imóvel.

Atualmente, o Minha Casa Minha Vida contempla quatro faixas de rendas para habitações urbanas, sendo que três têm direito ao subsídio habitacional. São elas:

  • famílias com rendas de até R$ 1,8 mil mensais, as quais pagam parcelas que variam entre R$ 80 e R$ 270 mensais, por um período máximo de 120 meses, e, com isso, muitas chegam a ter mais de 90% do valor do imóvel subsidiado;
  • famílias com rendas de até R$ 2,6 mil mensais, as quais podem financiar imóveis pela Caixa com taxas de juros de 5% ao ano, até 30 anos para pagar e subsídios que chegam a R$ 47,5 mil;
  • famílias com rendas de até R$ 4 mil mensais, as quais podem financiar imóveis com as mesmas facilidades em relação a juros e prazos do grupo anterior, mas têm direito a subsídios de, no máximo, R$ 29 mil.

Como usar o subsídio na compra de um imóvel?

O subsídio pode ser usado para abater as parcelas do financiamento, seja para deixá-las menores, mantendo o mesmo prazo, seja para mantê-las iguais, mas acelerando o prazo.

Já o valor da entrada do imóvel e demais despesas (como o registro do imóvel no cartório) ficam a cargo de cada comprador. Por isso, é importante procurar por uma construtora que ofereça condições facilitadas.

No caso da Tenda, além de o valor da entrada ser o menor do mercado e da possibilidade de usar os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para abatê-lo, o cliente tem até 60 meses para pagar.

Assim, a própria construtora oferece o crédito necessário para financiar a entrada, com taxas de juros mais baixas que as oferecidas por bancos e instituições de crédito — as quais variam em função da renda e possibilidade de pagamento de cada cliente.

Por que o subsídio é uma boa opção para quem busca um imóvel?

O subsídio é uma excelente ajuda para quem busca um imóvel porque permite gastar menos no financiamento imobiliário, já que o pagamento de parcelas mais baratas pode ser acelerado e, com isso, a incidência dos juros ao longo do tempo é menor.

Já para pessoas que não se encontram em um momento econômico favorável, o subsídio permite que o valor pago no financiamento seja menor, aliviando o orçamento familiar.

Como calcular o valor do subsídio ao qual se tem direito?

Para estimar o possível valor do subsídio, é preciso calcular a média da renda bruta familiar (considerando o número de membros que dependem dela) e o custo do imóvel de interesse.

Existem simuladores online que mostram as opções de financiamento, os possíveis subsídios e o valor final das prestações. É o caso do simulador da Tenda.

Agora que você já sabe o que é o subsídio e como ele permite baratear o custo de um financiamento imobiliário, realizar o sonho de comprar a casa própria está mais próximo de se tornar realidade, não é? Afinal, com planejamento, organização e essa ajuda valiosa, mesmo quem não tem condições de construir uma reserva financeira pode sair do aluguel!

Para tirar todas as dúvidas e aproveitar as melhores vantagens, não perca tempo e entre em contato conosco!




Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58