Saiba qual será o valor das parcelas do seu financiamento

Guia da Tenda

Para quem está planejando adquirir o seu imóvel próprio, aproveitar as facilidades de um financiamento imobiliário pode ser a melhor saída. No entanto, antes de mais nada, é preciso ter certeza de que os novos custos cabem no seu orçamento mensal. E uma das formas de ter essa tranquilidade é com o uso de um simulador para parcela de financiamento.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Com essa ferramenta, é possível resolver uma das maiores dúvidas antes de assinar o contrato e deixar o aluguel para trás de vez. Inclusive, alguns simuladores permitem até que você saiba qual é o valor do subsídio que receberá e quanto precisará dar de entrada.

Para chegar nesses resultados, o simulador leva em consideração alguns fatores. Quer entender como é calculado o valor das parcelas, além de tirar outras dúvidas sobre o assunto? Então, continue lendo e confira!

O que é exigido para fazer um financiamento imobiliário?

Antes de você saber mais sobre como funcionam as parcelas do financiamento imobiliário, é preciso entender o que é exigido para contratá-lo. Se o processo for feito diretamente com a construtora responsável pelo imóvel, é necessário apresentar os documentos exigidos pela empresa, como RG, CPF e comprovante de renda de todos os envolvidos na negociação.

Nessa modalidade, você pode adquirir um apartamento pronto ou ainda na planta. No caso de imóvel na planta, a entrada é mais facilitada e pode ser parcelada durante o período em que o empreendimento estiver sendo construído. Somente após receber as chaves do imóvel que você começará a pagar efetivamente o valor das parcelas do financiamento imobiliário.

Já se o financiamento da sua nova casa for feito com o banco ou uma empresa financiadora, as exigências serão de toda a sua documentação e dos seus dependentes, bem como comprovação de renda adequada ao valor do empréstimo e de que não tem restrições de crédito. Além disso, o valor da prestação não poderá ultrapassar 30% da renda familiar.

Como as prestações são formadas?

Sentados no chão da sala, homem avalia documento enquanto mulher segura uma calculadora na frente de um notebook | Valor das parcelas| Guia da Tenda | Blog da Tenda

Para definir o valor das prestações, são somados dois pontos fundamentais: os encargos principais e os encargos acessórios. O primeiro é referente ao valor total do imóvel dividido pelo número total de parcelas, mais a soma dos juros mensais e sistema de amortização.

Já os encargos acessórios são as taxas de administração e seguros, como o de Danos Físicos ao Imóvel (DFI) e o de Morte ou Invalidez Permanente (MIP). Eles variam de acordo com o financiamento e podem ser verificados no próprio contrato.

O valor do Seguro de Morte e Invalidez Permanente leva em consideração a aplicação das taxas da apólice sobre o valor do financiamento, firmado na contratação, ao percentual de pactuação de renda dos participantes. Para calcular o prêmio do Seguro de Danos Físicos ao Imóvel aplica-se uma taxa sobre o valor do imóvel no mercado.

O que acontece se atrasar as parcelas?

O atraso nas parcelas pode representar sérios problemas, como a possibilidade de que o imóvel vá a leilão a fim de que a dívida com o banco seja saldada. Além disso, o atraso gera multa e juros, que tornarão o valor a ser pago ainda maior e mais difícil de ser quitado.

A inadimplência fará ainda com que o seu nome seja inserido nos cadastros negativos de crédito, como o SPC e Serasa, o que dificultará o acesso futuro a um novo crédito para financiamento imobiliário ou a abertura de um crediário.

Como o financiamento é feito na maioria dos casos por meio do sistema de alienação fiduciária, você só poderá transferir a propriedade para o seu nome após a quitação do empréstimo. Ou seja, não será possível transferir o imóvel para tentar evitar que ele vá a leilão.

Por isso, a melhor maneira de evitar danos maiores é procurar manter sempre as prestações em dia. Além disso, em caso de sobra de recursos, como 13º salário ou saldo de FGTS, use os valores como forma de amortização do saldo devedor, que pode reduzir o valor das parcelas pagas por mês.

Qual é a data de vencimento das parcelas?

A primeira parcela deverá ser quitada 30 dias após a assinatura do contrato. Já a data de vencimento das demais prestações é escolhida durante a contratação, mas também é possível alterá-la a qualquer momento durante o financiamento. Essa possibilidade permite que você escolha o melhor dia do mês para honrar com o compromisso.

Uma boa forma de decidir qual é o melhor dia para o vencimento é levar em consideração quando você recebe. Por exemplo, se o seu pagamento é feito sempre até o 5º dia útil, prefira um vencimento até o dia 10 de cada mês, assim você terá a certeza de que conseguirá honrar com o pagamento em dia e sem encargos extras com os juros de atraso.

Quais são as melhores opções para pagar as parcelas?

Homem fazendo contas sentado no chão de casa | Valor das parcelas| Guia da Tenda | Blog da Tenda

Se o seu financiamento for realizado por meio do Minha Casa, Minha Vida, a Caixa Econômica Federal permite que o pagamento das parcelas seja feito de diversas maneiras, mas a melhor opção é a via débito automático. Dessa forma, você não fica dependente do recebimento do boleto para efetuar o pagamento e evita problemas caso não receba o documento dentro do prazo.

Por meio do débito automático, você consegue verificar o agendamento da cobrança no campo “Lançamentos Futuros” do extrato da conta. Essa consulta pode ser feita até 15 dias antes do vencimento. Se não houver o lançamento da cobrança, a recomendação é entrar em contato com o banco. Após o pagamento, é igualmente importante verificar se o débito da prestação foi, de fato, computado.

Caso queira, você também pode optar pelo pagamento do boleto de cobrança. Ele pode ser pago até o vencimento em qualquer agência bancária, lotéricas ou postos de recebimento. Após o vencimento, o pagamento só poderá ser efetuado na própria Caixa ou em unidades autorizadas do banco, como casas lotéricas ou correspondentes bancários.

Como você percebeu, diversos fatores são levados em consideração na hora de formar o valor da parcela do seu financiamento, e o atraso ou a falta de pagamento podem trazer severas consequências.

Assim, uma boa forma de você fazer um planejamento dentro da sua realidade orçamentária é utilizar um simulador para parcela de financiamento. Basta inserir os valores da sua renda, do imóvel que pretende financiar e o prazo de pagamento, e a ferramenta calculará os valores das prestações e se você receberá algum subsídio.

Gostou da ideia? A Construtora Tenda tem um excelente simulador, que pode ajudar você a tomar as melhores decisões. Acesse agora e faça a sua simulação!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.