COMO DAR ENTRADA EM UM APARTAMENTO?

Guia da Tenda

Dar entrada em um apartamento é uma grande conquista e o sonho de muitas pessoas. Um dos principais meios para realizar essa compra é através de um financiamento imobiliário. Afinal, são poucos os brasileiros que conseguem adquirir um imóvel à vista.

Esse conteúdo também está disponível na versão podcast. Aproveite a praticidade do áudio que preparamos para você. Para ouvir é só clicar no play!

Tais, assistente virtual da Alea | Blog da Alea
Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Porém, mesmo financiando uma boa parte do valor, você precisa oferecer um sinal, o que pode assustar um pouco as pessoas. Mas fique tranquilo! Descubra agora como dar entrada em um imóvel!

Por que é preciso se planejar para dar entrada em um apartamento?Planejamento financeiro | Como dar entrada em um apartamento | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Acima de tudo, juntar o dinheiro para dar de entrada no apartamento é algo que exige organização e planejamento financeiro. Então, antes mesmo de contratar um financiamento imobiliário, comece a se preparar para entregar essa quantia.

Nesse sentido, quanto maior for a parte que você puder abater, menor será o valor financiado, o número de parcelas e juros. Dessa forma, você também reduz o tempo de comprometimento da renda mensal e pagar menos pelo tão sonhado imóvel. Sem dúvidas, todo o esforço aplicado nessa tarefa vale a pena, não é?

Como calcular o valor de entrada?

Geralmente, a entrada exigida varia de acordo com a renda familiar e o preço do imóvel. No entanto, a maioria dos bancos e financeiras pedem uma garantia de pelo menos 10% e o restante do valor você pode financiar.

Isso significa que, se você deseja adquirir um imóvel que custa R$300 mil, precisará entregar, no mínimo, R$30 mil de entrada. Além disso, a parte financiada precisa ser dividida em prestações que não ultrapassem os 30% da sua renda familiar mensal, já incluindo os juros. Vale lembrar que, quanto maior a entrada, melhores as condições para o parcelamento do restante.

Assim, o recomendado é juntar cerca de 20% do valor total do imóvel para quitar a entrada. Nós sabemos que pode ser difícil investir tempo e recursos para poder arcar com esse valor, mas é aí que entra a importância do planejamento financeiro, lembra? Ainda mais, existem opções que facilitam a entrada, mas falaremos delas mais pra frente.

Qual o valor mínimo para dar entrada em um apartamento?

O critério utilizado pelos bancos para calcular o valor de entrada se baseia na sua renda familiar. Portanto, essa quantia pode variar entre cada pessoa.

Apesar disso, a entrada em apartamento gira em torno de 10% e 30% do valor total do empreendimento. Então, se você já está de olho em um imóvel e sabe qual é o valor total, é possível calcular aproximadamente quanto terá que dar de entrada.

É possível utilizar o FGTS para dar entrada em um apartamento?

FGTS | Como dar entrada em um apartamento | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Sim! Muita gente não sabe desse recurso, mas o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) pode ser um grande aliado no momento de dar entrada no seu apartamento. Porém, para utilizar o saldo, é preciso cumprir alguns requisitos estabelecidos pelo Governo Federal, como:

  • Ter trabalhado no mínimo três anos, consecutivos ou não, em qualquer emprego sob regime do FGTS;
  • Não ter um financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e nem possuir algum imóvel em seu nome na cidade onde você reside ou trabalha;
  • Não ter usado os recursos do FGTS no mínimo de três anos.

A partir daí, o fundo pode ser usado para dar entrada em um apartamento e financiar o restante do valor da propriedade. Mas lembre sempre de verificar a sua condição financeira antes de optar pelo crédito e tente reunir um valor para dar uma entrada e pagar o empréstimo o quanto antes.

Como dar entrada em um apartamento?

Agora que você sabe tudo sobre o valor de entrada e a importância do planejamento financeiro, separamos algumas dicas que vão te ajudar a juntar a quantia para entrada. Confira!

Busque maneiras de economizar

Com toda a certeza, alguns pequenos e simples esforços podem gerar uma grande economia no final do mês. Para isso, passe um pente fino nos seus gastos e despesas. O que é realmente necessário e o que você pode viver sem? Parar de comprar coisas por impulso, por exemplo, já é um bom começo.

Depois, avalie o seu consumo de água e energia. Eliminar desperdícios também ajuda bastante. Logo, você vai perceber que não precisa deixar de viver para fazer algumas economias, e que pode até mesmo se divertir no processo.

Faça um planejamento financeiro

Quando se trata de investimento tão alto como a compra de um imóvel, é sempre indicado realizar um planejamento financeiro, para se organizar e no conseguir alcançar o objetivo. Nesse sentido, reorganizar as finanças de toda a família para conseguir a entrada do apartamento é um compromisso a longo prazo.

Então, coloque também no seu planejamento o saldo do FGTS, as economias atuais e o valor que ainda deverá ser conquistado. Avalie também o seu salário atual e as perspectivas do seu cenário de trabalho. Desse modo, você pode avaliar se o pagamento das parcelas não comprometerá o seu orçamento no futuro.

Procure uma renda extra

Outra forma de conseguir o dinheiro rapidamente para dar de entrada em um imóvel é fazendo uma renda extra. Então, se você tiver algum tempo livre, uma boa opção é montar um negócio na internet para vender produtos e/ou serviços. Se tiver alguma habilidade, pode oferecer consultorias e realizar pequenos serviços online, como a correção e revisão de trabalhos acadêmicos, por exemplo.

Além disso, você pode vender coisas usadas (em bom estado) que não usa mais ou fazer um curso profissionalizante na sua área de atuação para tentar uma promoção no emprego. Lembre-se: qualquer coisa que você fizer para ganhar mais ajudará a realizar o seu sonho!

Compre imóveis na planta

Se você não tiver tanta urgência em se mudar, pode aproveitar uma boa oportunidade garantindo o seu apartamento ainda na planta. Nesse modelo de compra, algumas construtoras financiam a entrada até a entrega das chaves, que pode chegar a 36 meses. Depois, você passa a pagar somente as parcelas referentes ao restante do valor do imóvel.

Faça o seu dinheiro render

Como você já sabe, pagar o máximo que puder como entrada facilita na hora de lidar com as parcelas restantes do financiamento. Portanto, se você busca uma forma de abater boa parte desse valor, tente fazer o seu rendimento mensal aumentar. Com os esforços para economizar e a formação de novas fontes de renda, logo sobrará um bom dinheiro no final do mês. Então, que tal investir?

Hoje em dia, há diversas opções de investimentos financeiro. Analise as opções oferecidas pelo mercado e descubra como o seu dinheiro pode render mais. Uma boa forma alternativa é aplicar em ativos de renda fixa, como Tesouro Direto e CDB (Certificado de Depósito Bancário). Investimentos de curto prazo também são uma ótima opção para quem busca um bom retorno financeiro. Procure se informar sobre consórcios, que permitem realizar um pagamento mensal, sabendo o prazo de duração.

Contudo, não se esqueça de deixar uma reserva na poupança para emergências. O ideal é que o valor cubra, pelo menos, 3 meses de despesas.

Financie 100% do valor

Alguns bancos, financeiras e imobiliárias oferecem modalidades de crédito que cobrem o valor integral do apartamento, mesmo que ele já tenha sido entregue. Isso significa que não é preciso dar uma entrada para iniciar o financiamento.

Mas atenção, essa alternativa deve tornar a compra mais cara. Sem a entrada, o valor financiado fica muito alto, assim como os riscos assumidos pela empresa. Isso deve gerar um maior número de parcelas, mensalidades mais altas que o convencional e juros acumulados que podem dificultar a compra. Então, só use essa opção se fizer um bom planejamento e tiver uma condição financeira bem confortável.

Use o seu FGTS para dar entrada em um apartamento

Como falamos, o FGTS pode ser usado para dar entrada em um apartamento e financiar o restante do valor da propriedade. Então, aproveite essa facilidade! Entretanto, não se esqueça de separar um montante para as outras despesas referentes ao Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), certidões, registros, seguros, entre outros.

Consulte as condições das construtoras

Aqui, a dica é sempre pesquisar e comparar as condições para financiamento imobiliário e o valor das taxas cobradas em cada banco e construtora, para encontrar a opção que cabe no seu bolso.

Além disso, hoje em dia você pode consultar simuladores de financiamento, que podem te ajudar a estimar os gastos com as parcelas e com a entrada do apartamento. Com o Simulador da Tenda, além do valor das parcelas, você consegue visualizar a quantia de subsídio disponibilizada de acordo com o seu perfil. Que tal aproveitar e já conferir?

Como escolher a melhor opção para dar entrada em um apartamento?

Comprar imóvel | Como dar entrada em um apartamento | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Agora que você já sabe como funciona a entrada, pode se preparar para escolher seu novo lar. Comprar o imóvel perfeito para você e sua família depende dos seus objetivos. Existem diversas opções disponíveis no mercado e, por isso, é preciso estar atento a diversos detalhes para não encontrar nenhum problema após a compra.

Antes de tudo, você precisa definir quais são as suas necessidades e o que se encaixa no seu orçamento. Para te ajudar, montamos uma lista do que você deve levar em consideração e planejar para adquirir um imóvel.

Analise todos os detalhes

A princípio, pense no tamanho da cozinha, sala e quartos que você e sua família precisam. Avalie também a localização, vizinhança, áreas comuns, condomínio etc. Depois, pense se é mais vantajoso comprar um apartamento ou uma casa e pesquise as vantagens e desvantagens de cada alternativa.

Decida entre casa ou apartamento

É muito comum que as pessoas pensem primeiro na compra de uma casa. Esse imóvel é recomendado para quem deseja ter um terreno maior e não pagar valores de condomínio. Por outro lado, é preciso cuidar da manutenção da residência de acordo com as suas condições.

Entretanto, um apartamento é mais barato e oferece áreas de lazer maiores, além de ser ideal para quem deseja ter segurança e privacidade. Nesse caso, o comprador vai se preocupar somente com a parte interna do imóvel, pois a manutenção do prédio é feita por terceiros contratados. É preciso pagar uma taxa condominial, mas o morador estará mais seguro contra furtos em seu apartamento e ainda poderá criar laços de amizades com os vizinhos, por exemplo.

Além disso, as despesas de uma casa ficam apenas a cargo do dono. Por outro lado, em um condomínio, boa parte dos custos é dividida entre todos os moradores. Logo, você precisa avaliar quais são as suas prioridades e objetivos para tomar essa decisão.

Otimize o tempo de procura

Procure não perder muito do seu tempo em imóveis que não atendam as necessidades da sua família. Crie uma lista com imóveis e faça uma classificação daqueles que se encaixam melhor no seu perfil, considerando a localização, o preço e outros fatores que você considera relevantes. Depois, atribua uma nota para facilitar a tomada de decisão.

Conheça as opções da Tenda

Quer dar início ao seu financiamento? Então venha conversar com a gente! A Construtora Tenda é uma grande parceira dos programas habitacionais do Governo, como o Minha Casa Minha Vida e o Casa Verde e Amarela,  e oferece diversas facilidades para colocar a conquista da casa própria ao seu alcance. Mais de 120 mil famílias brasileiras já alcançaram a casa própria por meio de nossas parcerias.

Todos os condomínios produzidos pela Tenda são cercados, oferecendo proteção, conforto e privacidade. Ainda mais, todos contam com uma estrutura completa, com playground, churrasqueira e salão de festas, entre outras comodidades.

Quer mais motivos? A Tenda está presente em 9 estados brasileiros. Ou seja, com certeza tem uma loja bem pertinho de você. Além disso, nós facilitamos o processo de entrada para que você possa parcelar o seu sinal de compra em até 60 meses — 5 anos. Desenvolvemos essa facilidade justamente porque sabemos que a entrada é uma questão delicada para muitas famílias. Confira agora nossos apartamentos à venda ou já dê o primeiro passo em direção a essa conquista e acesse nossa Loja Virtual.

Essas são as dicas para dar entrada em um apartamento e escolher o imóvel para você! Para mais conteúdos, confira também o nosso Facebook e Instagram!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.