QUANTO DAR DE ENTRADA EM UM APARTAMENTO NA PLANTA?

Guia da Tenda

Existem muitas vantagens ao comprar um imóvel em construção. Além do mais, é possível adquirir por um preço mais acessível, um imóvel com alto potencial de valorização, infraestrutura moderna, um apartamento novo, entre outros benefícios. Contudo, muitas pessoas têm uma dúvida recorrente: quanto dar de entrada em um apartamento na planta?

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Então, para esclarecer esse questionamento e outras dúvidas sobre como dar uma entrada na compra de um apartamento na planta, selecionamos dicas incríveis. Vamos lá!?

O que é valor de entrada no financiamento imobiliário?

Foto de uma casinha com moedas e calculadora | Qual é o valor de entrada para comprar imóvel | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Para começar, é preciso esclarecer o que é o valor de entrada no financiamento imobiliário. Então, a entrada é a uma quantia proporcional ao preço total do imóvel. Resumidamente, é uma parte do custo total da propriedade, valor este dado pelo comprador à vista na hora que fecha o contrato de financiamento.

De modo geral, o valor de entrada é cerca de 20% do custo total do bem. Porém, essa porcentagem pode variar de acordo com a renda do comprador, ou se ele poupou essa quantia, entre outros fatores variáveis.

Além disso, essa quantia é uma garantia de pagamento ao banco e interfere também nas parcelas do financiamento, deixando-as mais acessíveis à renda do cliente. Portanto, quanto maior for o valor de entrada for oferecido, menor poderá ser o custo das parcelas do financiamento.

Como calcular o valor de entrada?

Foto de uma casinha, moedas e calculadora | Quanto dar de entrada em um imóvel | Guia da Tenda | Blog da Tenda

A princípio, o valor de entrada exigido varia de acordo com a renda familiar e o custo do imóvel. Porém, muitos bancos e instituições financeiras pedem no mínimo 20% do valor total do imóvel, o restante do custo será preciso financiar.

Ou seja, se você comprar um apartamento na planta por R$ 300 mil, você precisará ter R$ 60 mil, no mínimo para dar de entrada. Além disso, o valor restante do imóvel que será financiado precisa ser divido em parcela que não podem ultrapassar 30% da sua renda familiar mensal, contando com o juros.

Lembre-se, quanto maior for o valor de entrada que você oferecer na hora de financiar seu apartamento na planta, melhores serão as condições do parcelamento do financiamento. Portanto, procure ajuntar cerca de 20% ou mais do valor total do imóvel para pagar à vista a entrada. Contudo, sabemos que pode ser difícil investir tempo e recursos para arcar com essa quantia, porém, é nesse ponto que ter um planejamento financeiro é importante. Todavia, existem outras opções que facilitam a entrada do imóvel na planta que veremos neste artigo.

Como funciona o financiamento imobiliário?

Foto de uma pessoa segurando uma casinha e uma chave | Como funciona o financiamento de um apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

De modo geral, um financiamento imobiliário é uma das formas mais comuns para compra da casa própria no Brasil. Em outras palavras, é uma linha de crédito habitacional oferecida pelos bancos como um empréstimo. Sobretudo, o objetivo desses recursos é a compra de imóveis para moradia, como: casa, apartamento, reformas residenciais, e até mesmo, compra de lotes.

Além disso, o financiamento é uma das melhores formas para comprar uma casa ou apartamento dentro do seu orçamento. Justamente porque, o pagamento das parcelas é a longo prazo, que te possibilita manter as prestações em dia, sair do aluguel mais rápido e investir em um patrimônio próprio.

Quer saber qual apartamento Tenda cabe no seu bolso? Então, conheça o Simulador de Financiamento da Construtora Tenda, nele você descobre custo do imóvel, uma estimativa do valor das parcelas do financiamento e se você tem direito ao subsídio, um dos maiores benefícios do programa Casa Verde e Amarela. Se você ainda algumas dúvidas sobre financiamento de imóveis, confira o vídeo abaixo da Construtora Tenda.

Qual é o valor mínimo de entrada em um apartamento na planta?

Inicialmente, o valor mínimo de entrada em um imóvel na planta é cerca de 20% do custo total do bem. Logo, caso você esteja de olho em algum apartamento na planta e sabe qual é o valor total, é só calcula para saber qual será a quantia aproximada de entrada. No entanto, para calcular o valor de entrada do financiamento imobiliário, os bancos, na sua maioria, baseiam-se na renda familiar do solicitante. Contudo, essa quantia pode variar de pessoa para pessoa.

É possível comprar um apartamento na planta sem dar entrada?

O que muitas pessoas perguntam é se existe a possibilidade de comprar um aparamento na planta sem dar o valor de entrada. Se este é o seu caso, uma boa alternativa é fazer o parcelamento do valor de entrada. Para isso, verifique junto ao banco que você vai contratar o financiamento ou consulte as condições das construtoras.

Um bom exemplo é a Construtora Tenda, que facilita o pagamento do valor de entrada, dividindo as prestações em até 60 meses (5 anos), deixando as parcelas mais acessíveis ao seu orçamento. Além disso, a Tenda conta com uma grande parceria com o programa Casa Verde e Amarela que possui diversos benefícios e facilidades como subsídio do governo, uso do FGTS, composição de renda, entre outros, que vão te ajudar a conquistar seu apartamento Tenda.

Preciso dar entrada em um apartamento na planta financiado pelo Casa Verde e Amarela?

Foto do logo do programa Casa Verde Amarela no celular em cima de dinheiro | Valor de entrada em apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Sim. Porém, é preciso verificar qual é o grupo de renda do Casa Verde e Amarela você se enquadra. Depois, confirme se tem direito ao subsídio e qual quantia você conseguirá. Após o abatimento do valor do subsídio no preço total do imóvel, você saberá qual é o valor real que terá que pagar do imóvel escolhido e daí então saberá qual o valor de entrada que você precisará disponibilizar para dar segmento ao financiamento do seu apartamento na planta.

Para esclarecer melhor, o subsídio é um valor que o governo dá para ajudar no financiamento da casa própria. Sendo um dos maiores benefícios do Casa Verde e Amarela, o subsídio habitacional funciona como um desconto no valor total do imóvel, deixando as parcelas do financiamento mais baratas.

Por exemplo, digamos que você compre um apartamento na planta por R$ 200 mil, e ganhe um subsídio de R$ 20 mil. Então, você vai financiar somente R$ 180 mil do apartamento. Logo, sabendo que o preço do imóvel será menor com o desconto do subsídio, o valor de entrada que você precisará ter em mãos para esse apartamento será de, no mínimo, R$ 36 mil (20% do valor total do imóvel). Quer saber mais sobre o subsídio Casa Verde e Amarela? Assista o vídeo abaixo da Construtora Tenda.

Como dar entrada em um apartamento na planta?

Agora que você entendeu o que é e como funciona o valor de entrada de um apartamento na planta, que tal fazer um plano para economizar dinheiro e poder quitar boa parte do seu novo imóvel já de início? Então, listamos algumas dicas para você conseguir comprar seu apartamento na planta com uma entrada facilitada e sem comprometer seu orçamento nessa conquista. Confira!

Utilizar o FGTS para dar entrada em um imóvel na planta

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço pode ser seu grande aliado na hora de dar a entrada no sue apartamento na planta. Contudo, para usar o saldo do seu FGTS na compra de um imóvel é preciso seguir as regras estabelecidas pelo Governo Federal. Confira a seguir:

  • Não possuir nenhum financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH);
  • Ter no mínimo três anos de trabalho registrado, consecutivos ou não, em qualquer emprego sob regime do FGTS;
  • Não ter nenhum imóvel em seu nome na cidade onde você reside ou trabalha;
  • Não pode ter usado os recursos do FGTS no mínimo de três anos.

Assim, atendendo todos os requisitos, você pode utilizar o seu FGTS como valor de entrada no seu novo apartamento. Para saber mais detalhes de como usar o FGTS na compra de imóveis, confira o vídeo a seguir do canal oficial da Construtora Tenda no Youtube.

Consulte as condições de pagamento do valor de entrada dos bancos e construtoras

Antes de mais nada, ao decidir comprar um apartamento na planta é fundamental que você pesquise e compare as todas as condições de financiamento imobiliário em bancos e construtoras. Assim, você vai conseguir encontrar a melhor opção que cabe no seu orçamento.

A dica é utilizar os simuladores de financiamento que os bancos e construtoras oferecem. Essa ferramenta pode te ajudar a estimar os gastos que você terá com as parcelas do financiamento e o valor de entrada do apartamento.

Sobretudo, com o Simulador da Tenda, você vai conferir os valores aproximados das parcelas do financiamento, você consegue saber a quantia de subsídio disponibilizada de acordo com o seu perfil e o valor do imóvel. Por fim, na Tenda você ainda consegue parcelar o valor de entrada em até 60 meses (5 anos). Se você ainda tem alguma dúvida com relação a como comprar um apartamento na planta, entre em contato com nosso time de atendimento.

Como se preparar e economizar para dar entrada em um imóvel na planta

Foto de uma pessoa analisando planta de apartamento | Quanto dar de entrada em um apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Como foi visto durante o artigo, quanto maior for o valor de entrada que você oferecer no financiamento do imóvel, menores serão as parcelas e as taxas de juros cobradas pelo banco. Então, em primeiro lugar, faça um bom levantamento de quanto você precisará poupar e comece com sua empreitada de economia.

Desse modo, a melhor forma para conseguir poupar esse dinheiro antes de escolher seu apartamento na planta, é enxugar as contas, fazer alguns sacrifícios e cortar gastos supérfluos por um tempo. Vale ressaltar que, além do valor de entrada, é preciso ter o dinheiro das despesas extras do financiamento, como: as documentações da propriedade, impostos (ITBI), registro de imóvel, seguros, entre outros gastos. Por fim, saiba que pequenos esforços diários podem gerar uma grande economia no final do mês.

Descubra formas de economizar

Para comprar seu apartamento na planta e dar um bom valor de entrada, é preciso encontrar maneiras de economizar. Primeiramente, avalie sua renda familiar e tenha controle de todos os seus gastos. Depois, passe um pente fino nos seus gatos e suas despesas. Na sequência, corte todos os gastos supérfluos, assim você conseguirá poupar uma parte do seu dinheiro.

Nesse sentido, veja se você tem o hábito de comprar por impulso e procure parar com essa prática. Avalie também seu consumo de energia, água e internet. Além disso, analise se você tem tido despesas com assinaturas de serviços dos quais você não utiliza. E por fim, tente diminuir os gastos com cartão de crédito. Sendo assim, tenha em mente que pequenos esforços podem gerar grandes economias que farão a diferença no seu orçamento.

Faça um com planejamento financeiro

foto de uma pessoa calculando contas | Como fazer um planejamento financeiro para comprar apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

De início, comprar uma apartamento na planta é um investimento com custo alto, por isso, é recomendado fazer um planejamento financeiro. Justamente porque, é preciso se organizar para conseguir conquistar o sonho da casa própria. Desse modo, estruturar as finanças da família para conseguir levantar o dinheiro para dar de entrada no imóvel na planta é um compromisso a longo prazo.

Vale lembrar que é importante prever no seu planejamento o saldo do FGTS, já que é possível utilizá-lo na compra do imóvel junto como programa Casa Verde e Amarela. Além disso, coloque também suas economias e o valor que precisa conquistar, seu salário e as perspectivas futuras com relação ao seu trabalho.

Enfim, tenha em mãos todas as informações relacionadas a sua vida financeira para você ter uma visão detalhada dos seus gastos, despesas e economias que precisa fazer para conseguir um bom dinheiro para a entrada do seu apartamento na planta.

Procure fazer uma renda extra

Foto de um motorista e uma passageira no carro | Como fazer renda extra para poupar dinheiro | Guia da Tenda | Blog da Tenda

A princípio, uma boa alternativa para levantar o dinheiro que você precisa para dar de entrada em uma apartamento na planta é fazer uma renda extra. Então, se você tem alguma habilidade, é possível oferecer consultorias e pequenos serviços online, como correção e revisão de textos e trabalhos acadêmicos, gerenciar rede sociais de negócios locais, etc.

Enfim, existe uma infinidade de atividades que podem dar um dinheiro extra e te ajudar a chegar mais rápido no valor que precisa para dar de entrada no imóvel. A seguir, listamos algumas opções de renda extra para te inspirar:

  • Motorista de aplicativo;
  • Fazer entregas por aplicativos com bicicleta;
  • Ofereça serviços estéticos;
  • Fazer maquiagens;
  • Revender produtos na internet;
  • Trabalhar como freelance (redator, atendimento, designer, etc.);
  • Fazer bolos, doces e salgadinhos para festas e eventos;
  • Realizar um bazar virtual;
  • Criar conteúdo para sites, blogs e redes sociais;
  • Gravar vídeos para o Youtube;
  • Alugar alguns itens que você não utiliza muito (máquina fotográfica, etc.);
  • Responder pesquisas online;
  • Fazer testes de aplicativos;
  • Dar aulas online;
  • Vender artesanatos (bordados, velas aromáticas, porta-objetos, topos de bolo de papel, cadernos, crochês, etc.);
  • Ajudar com mudanças;
  • Prestar serviços de consultoria;
  • Cuidar e passear com cachorros;
  • Fazer traduções de textos;
  • Entre outras possibilidades.

Vale lembrar que você verificar as oportunidade e seu tempo livre para realizar fazer a renda extra. Assim, é uma forma de garantir que a atividade seja viável para conseguir um dinheiro extra e acelerar a conquista do apartamento na planta.

Venda outros bens

Foto de uma pessoa entregando chave de carro para outra | Como poupar dinheiro para comprar apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Se você tem outros bens como carro, moto ou até mesmo outro imóvel, a sugestão para conseguir de forma mais rápida o valor de entrada para um apartamento na planta é vende-los. Isso porque, esse tipo de venda dá um ótimo retorno financeiro e reduz alguns gastos mensais.

Faça seu dinheiro render

Para começo de conversa, deixar suas economias na poupança não é o mais indicado. Porque, esse tipo de investimento gera pouco rendimento. todavia, o ideal é investir o dinheiro que você está poupando para dar de entrada em um apartamento na planta em renda fixa, como Tesouro Direto e o CDB (Certificado de Depósito Bancário).

Aliás, um boa opção lugar para aplicar seu dinheiro poupado para a compra do seu imóvel, é o investimento a curto prazo, porque oferece um bom retorno financeiro. Outro ponto importante é criar uma reserva de emergência de três a seis meses da sua renda familiar. Assim, você terá recursos suficientes para alguma emergência sem alterar seu orçamento.

Qual a melhor opção de financiamento imobiliário?

Para começo de conversa, o melhor financiamento imobiliário é aquele que oferece as melhores condições de pagamento, taxas de juros e prazos. Em especial, uma das melhores alternativas para comprar um apartamento na planta é financiar com o Casa Verde e Amarela. Porque, os benefícios do Casa Verde e Amarela possibilitam a conquistar a casa própria para pessoas de baixa renda.

Casa Verde e Amarela: a melhor opção para financiar um apartamento na planta

Foto do logo do programa Casa Verde Amarela no celular | Como comprar apartamento na planta com Casa Verde e Amarela | Guia da Tenda | Blog da Tenda

O programa habitacional Casal Verde e Amarela é um programa habitacional do governo federal, que visa facilitar a compra da casa própria por famílias de baixa renda.

Através dos três grupos de renda, os participantes que se enquadrarem em alguma faixa de renda do programa, recebe um pacote de benefícios específicos que vão ajudar na compra da casa própria. Conheça a seguir as faixas de renda e taxas de juros do Casa Verde e Amarela:

Imagem das Taxas de Juros Casa Verde e Amarela | Quais são os juros do Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

  • Grupo 1

Famílias com renda familiar de até R$ 2.400. Para as pessoas desse grupo podem conseguir até R$ 47.500 mil de subsídio do governo. Para quem mora nas regiões Norte e Nordeste, os juros são de 4,25% a 4,5% para cotistas do FGTS e 4,75% até 5% para não cotistas do fundo. Já para as demais regiões, os cotistas do FGTS podem contar com as taxas de juros de 4,5% a 4,75% e não cotistas de 5% até 5,25%.

  • Grupo 2

Brasileiros com renda familiar bruta de R$ 2.400,01 mil até R$ 4 mil. Quem faz parte desse grupo pode conseguir até R$ 29 mil de subsídio habitacional. As taxas de juros para quem mora nas regiões Norte e Nordeste são de 4,75% a 6,5% para cotistas do FGTS, e 5,25% a 7% para não cotistas. Já para as demais regiões, os juros são de 5,5% a 7% (não cotista) e de 5% a 6,5% (cotista).

  • Grupo 3

Pessoas com renda bruta de R$ 4.000,01 mil até R$ 7 mil. Porém, este grupo não possui subsídio. Para todas as pessoas deste grupo (de R$ 4 mil até R$ 7mil), a taxa de juros é igual em todo o país, sendo 7,66% para cotistas do FGTS e 8,16% para os não cotistas.

Quais são os benefícios do Casa Verde e Amarela?

O Casa Verde e Amarela tem ajudado milhares de brasileiros a conquistarem a casa própria. A seguir, listamos os principais benefícios do programa:

  • Subsídio habitacional: valor dado pelo Governo Federal para ajudar na compra do imóvel. Essa quantia funciona como um desconto no valor total da moradia, deixando as parcelas do financiamento mais baratas. Além disso, esse valor não precisa ser quitado ou devolvido ao Governo.

Imagem sobre os valores do subsídio Casa Verde e Amarela | Quais são os valores de subsídio | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

  • Composição de Renda: é a soma dos salários de duas ou mais pessoas para financiar um imóvel. As pessoas que podem compor renda com o solicitante do financiamento são familiares e/ou amigos. Além do mais, esse benefício aumentam as chances de aprovação do financiamento.
  • Uso do FGTS: ao comprar um imóvel através do Casa Verde e Amarela, permite utilizar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço de algumas formas no financiamento. É possível usar o FGTS como valor de entrada do imóvel, amortização das parcelas, além de ajudar na negociação das condições do financiamento.

Então, essas são as dicas de como dar entrada em um apartamento na planta. E se você ainda não decidiu qual apartamento comprar, aproveite a parceira da Construtora Tenda e o Casa Verde e Amarela na aquisição dos apartamentos à venda da construtora. Dê o primeiro passo em direção ao seu apartamento na planta e acesse nossa Loja Virtual.

Sobre a Tenda

Tenda é uma das maiores construtoras do Brasil e uma das empresas que integram a Bolsa de Valores de São Paulo. Listada no Novo Mercado da B3, a companhia tem o mais alto nível de governança corporativa do país.

Com mais de 50 anos de experiência no mercado imobiliário, a gente sabe que comprar um apartamento muitas vezes parece ser algo impossível para muitos brasileiros. Por isso, a nossa missão é colocar a conquista da casa própria ao seu alcance.

Acredite, com as nossas condições exclusivas somadas a grande parceria que temos com o programa Casa Verde e Amarela, o substituto do Minha Casa Minha Vida, você consegue ter o seu cantinho.

Nós já realizamos o sonho de mais de 120 mil famílias, provando que ter um imóvel próprio é possível. Para ajudar cada vez mais brasileiros, estamos presentes em capitais e regiões metropolitanas de nove estados do país. Existem apartamento à venda em São Paulo, Bahia, Ceará, Pernambuco, apartamentos à venda no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Minas Gerais.

Além de mais de 50 lojas físicas nos nove estados em que atuamos, também oferecemos a comodidade da Loja Virtual Tenda, um ambiente seguro e com todas as informações que você precisa para conquistar o seu imóvel. No nosso site, você também encontra ferramentas como o Simulador de Financiamento e a Calculadora dos Sonhos que te ajudam no planejamento da compra.

Conte com a gente para realizar o sonho de ter o seu apartamento! Estamos prontos para tirar as suas dúvidas e te acompanhar durante todo o processo.

 

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Saia do aluguel e conquiste seu apartamento. Dê o primeiro passo agora mesmo.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.