APARTAMENTO NA PLANTA: 10 DICAS PARA FAZER UMA BOA COMPRA

Guia da Tenda

Existem muitas vantagens ao comprar apartamento na planta. De modo geral, tem a possibilidade da valorização do imóvel, morar em um apartamento novo, personalização do bem, entre outros benefícios. Contudo, muitas pessoas acham que comprar um imóvel na planta é um bicho de sete cabeças, mas não é verdade. É preciso ter as informações certas de como fazer uma boa compra desse tipo de imóvel.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Então, neste artigo você vai descobrir as 10 dicas de como fazer uma boa compra de um apartamento na planta e mais detalhes de como funciona essa aquisição. Vamos lá!

O que é um apartamento na planta?

Foto de uma mulher desenhando planta de apartamento | O que é um imóvel na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

De modo geral, um apartamento na planta é um imóvel que é adquirido antes da construção ficar pronta. Isso quer dizer que, é um empreendimento que vai começar ou já está em obras. Normalmente, o interessado faz uma visita ao modelo do apartamento decorado, que possui o mesmo tamanho da unidade que foi escolhida.

Para este tipo de compra, o comprador escolhe adquirir a ideia do apartamento ainda na planta e começa a pagar logo depois que assina o contrato. Vale lembrar que o comprador pode receber o imóvel de 2 até 5 anos, após a aquisição. Lembrando que esse prazo de entrega depende de como foi feito o acordo de entrega das chaves no contrato.

10 dicas para comprar apartamento na planta

Você sabia que comprar um apartamento na planta é mais vantajoso que comprar um imóvel já pronto? É isso mesmo! Mas, se você ainda está cheio de questionamentos, fique calmo! Confira as 10 dicas para fazer essa compra sem ter nenhuma dúvida.

Conheça bem o projeto do apartamento na planta

Foto de projetos com plantas de imóveis | Conheça bem o projeto do imóvel na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Antes de tudo, comprar um apartamento na planta é adquirir algo que você não está vendo, certo? Por isso, a melhor maneira de visualizar como será seu novo lar é visitar o apartamento decorado, que normalmente, as construtoras sérias deixam disponíveis no stand de vendas.

Além disso, estude bem o projeto e os materiais de divulgação da construtora também ajuda para visualizar melhor o seu apartamento na planta. Em geral, esse materiais contam com fotos, vídeos, perspectivas dos espaços e até mesmo a maquete do projeto. Vale lembrar que importante guardar esses materiais até a entrega do apartamento, já que são documentos de base para comparar entre o que prometeram e o que foi entregue.

Para adquirir esses documentos e materiais, visite o plantão de vendas do empreendimento. No caso da Construtora Tenda, temos mais de 50 lojas físicas espalhadas em nove estados do Brasil. Além do mais, contamos com equipes incríveis de atendimento que vão tirar todas as suas dúvidas com relação ao seu novo apartamento.

Analise o custo-benefício do apartamento na planta

Foto de uma pessoa fazendo cálculos com calculadora e computador | Qual é o custo-benefício na compra de apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

A princípio, analisar o custo-benefício de um imóvel na planta é basear a avaliação em diversos fatores, como:

  • Localização do empreendimento;
  • Tamanho do apartamento;
  • Prazo de entrega;
  • Qualidade dos acabamentos;
  • Benefícios do condomínio;
  • Principalmente, o valor do imóvel.

Sobretudo, essa análise varia de imóvel para imóvel. Mas, o importante é considerar as opções do mercado, se você vai querer morar no apartamento ou alugar para terceiros. Então, faça suas contas e só feche o negócio quando estiver convicto de que é muito vantajoso e ter a certeza do que está comprando.

Pesquise a reputação da construtora

Foto de rapaz negro sorrindo e pesquisando no tablet | Pesquise a reputação da construtora | Guia da Tenda | Blog da Tenda

De início, é muito importante você pesquisar sobre a reputação da construtora que você pretende fechar negócio. Todavia, conheça o histórico da companhia, como:

  • Verifique a opinião e satisfação dos clientes;
  • Procure saber a qualidade das obras já entregues;
  • Confira a saúde financeira da construtora;
  • Verifique a reputação da empresa no mercado;
  • Pesquise a execução dos projetos anteriores.

No caso das companhias que tem o capital abeto na bolsa de valores, todas as informações financeiras e operacionais estão acessíveis ao público. Este é o caso da Construtora Tenda, com mais de 50 anos de mercado, é considerada uma das maiores construtoras do Brasil.

A Tenda é uma das empresas que integram a Bolsa de Valores de São Paulo. Listada no Novo Mercado da B3, a companhia tem o mais alto nível de governança corporativa do país. Saiba mais no site da Tenda.

Verifique o prazo de entrega do apartamento

Foto de uma moça pesquisando na internet no notebook | Qual é o prazo de entrega de um apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Acima de tudo, é fundamental que antes de comprar um apartamento na planta você precisa saber o prazo de entrega do empreendimento. Além de consultar mais detalhes sobre a construtora, pesquise se ela tem um bom histórico no cumprimento de prazos. Caso contrário, qual é a média de tempo de atraso os projetos dessa construtora demora a serem entregues.

É através dessas informações que você vai conseguir fazer um bom negócio e um planejamento financeiro para não passar nenhum aperto até a entrega final do imóvel. Por fim, veja se tem muitos casos de atraso, se o contrato estipula um possível período de atraso.

Solicite toda a documentação do imóvel na planta

Foto de um casal olhando papeis e documentos | Qual é documentação necessária para comprar um imóvel na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

É importante frisar que todo empreendimento imobiliário precisa ter diversos registros e autorizações junto aos órgãos públicos, como a prefeitura local. Então, solicite à construtora ou incorporadora o memorial de incorporação da obra.

Neste documento contém as informações sobre a descrição dos materiais utilizados desde a construção até o acabamento, o comprovante de propriedade do terreno e o detalhamento das áreas comuns e privativas do condomínio. Sem tais documentos é um crime fazer qualquer empreendimento. Vale lembrar que esse conjunto de documentos contribui muito para sua segurança, justamente porque, nele contém informações importantes da construtora e do empreendimento.

Guarde tudo que estiver relacionado ao apartamento na planta

Foto de uma mulher carregando vários papeis e documentos | Por que devo guardar os documentos do imóvel | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Para garantir que o seu negócio seja seguro durante o processo de compra do apartamento na planta, guarde absolutamente tudo sobre o empreendimento.

Isso inclui: folhetos, e-mails trocados, fotos da maquete, plantas, etc. Enfim, todos documentos que possam servir de prova, caso tenha algum problema com a construtora se não entregarem o que eles prometeram nesses materiais e que sejam necessários para entrar com um processo judicial. Por isso, tenha um arquivo ou uma pasta para organizar tudo que está relacionado ao condomínio. Guarde até mesmo alguns anos após a entrega de chaves.

Visite a região do imóvel em dias e horários diferentes

Foto de um casal olhando construção de um prédio | Dicas para comprar um imóvel na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Diferentemente do que acontece quando um imóvel está pronto, que você pode ir quantas vezes quiser, o apartamento na planta ainda não existe, portanto, não dá para visitá-lo. Contudo, isso não te impede de visitar a região na qual o empreendimento será ou está sendo construído. A dica é visitar novamente os estandes de vendas e o apartamento decorado.

Circule pela vizinhança, observe se tem algum comércio local, se tem feira livre que possa dificultar o acesso de carros ao condomínio, converse com os vizinhos, enfim, procure conhecer o local do seu novo lar. Por fim, faça visitas em dias e horários diferentes, para ter uma noção de como é o dia a dia da rua e do bairro que futuramente você vai morar.

Visite o imóvel durante toda a construção

Foto de uma família olhando construção de um prédio | Dicas para comprar um imóvel | Guia da Tenda | Blog da Tenda

É fundamental acompanhar a evolução de obras do seu novo apartamento. Para isso, procure visitar o imóvel, na medida possível, para verificar se a construção está em andamento.

Um ponto importante é levar a sério a maquete e o projeto apresentado na hora da compra do imóvel. Isso porque, são as peças que representam de maneira bem fiel o empreendimento. Observe também a vista de cada janela do seu apartamento, já que esse ponto influencia no valor de compra do imóvel na planta e na sua valorização na hora de revender.

Conheça as condições de pagamento do apartamento na planta

Foto de um casal assinando contrato de financiamento de imóvel | Dicas para comprar um apartamento | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Ao pesquisar qual apartamento na planta você vai comprar, verifique as condições de pagamento do imóvel. No caso do financiamento imobiliário, analise os custos das parcelas, o valor de entrada que será preciso oferecer, o prazo do financiamento, as taxas de juros e despesas adicionais. Desse modo, verifique seu orçamento e estude qual é a melhor opção de financiamento que não venha causar nenhum problema financeiro futuro.

Então, antes de comprar um apartamento na planta, use e abuse dos simuladores de financiamento. O Simulador de Financiamento da Construtora Tenda é uma ferramenta que vai te dar clareza e te indicar qual o apartamento que cabe no seu orçamento.

Além disso, a ferramenta vai te mostrar os valores aproximados das parcelas do financiamento imobiliário, se você tem direito ao subsídio (um dos benefícios do programa Casa Verde e Amarela) e qual a quantia, e por fim, o valor do imóvel.

Agora, para os casos de consórcio imobiliário, é uma opção para quem não tem pressa de entrar no apartamento. Isso porque, no consórcio o comprador deve aguardar ser sorteado com a carta de crédito, ou se ele oferecer um lance superior ao modo para ser comtemplado.

Confira as despesas adicionais do apartamento na planta

Foto de um homem entregando contrato de financiamento de casa para outra pessoa | Quais são as despesas extras de um financiamento imobiliário | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Um ponto importante que deve se levar em conta na hora de comprar um imóvel na planta é ter o conhecimento dos custos adicionais além do financiamento. Essas outras despesas fazem parte do processo de compra de um apartamento na planta.

Então, tenha em mente e planejado os gastos com o valor de entrada da propriedade, impostos, taxas, documentações do imóvel, comissão de corretor imobiliário, etc. Afinal, saber cada despesa extra te ajuda a se preparar para cada uma delas e não ter nenhuma surpresa no meio do processo de compra do seu novo lar.

Como funciona a compra do apartamento na planta?

Foto de três pessoas negociando | Como comprar um apartamento novo | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Geralmente, os procedimentos na compra de um apartamento na planta e um imóvel já pronto são diferentes. Mesmo com as distinções, ambas propriedades podem ser adquiridas através de um financiamento imobiliário.

Contudo, o processo de compra de um imóvel na planta é divido em duas partes: antes da entrega de chaves e depois do recebimento das chaves do apartamento. A seguir, vamos entender um pouco mais sobre cada fase.

Antes da entrega de chaves

Para começar, durante o período de construção do empreendimento, o comprador pagará o valor de entrada do imóvel, taxas de evolução de obra, taxa de corretagem e as primeiras prestações do financiamento.

Vale ressaltar que as construtoras não podem cobrar juros sobre o pagamentos das parcelas do financiamento até a entrega do imóvel. Contudo, poderá existir alguns reajustes monetários com relação ao valor dos materiais usados na construção e mão de obra. Isso se dá, porque, uma vez que a construção do empreendimento tem um prazo de entrega de alguns anos, a inflação poderá alterar o valor da mão de obra e dos materiais.

Depois da entrega de chaves

Foto de uma mulher segurando as chaves de uma casa | O que acontece depois da entrega de chaves de um imóvel | Guia da Tenda | Blog da Tenda

A entrega de chaves é o momento tão sonhado pelas pessoas que compram um imóvel na planta. Isso só acontece quando as obras são finalizadas e a mudança já está pronta.

Porém, é nessa fase que é preciso efetuar o pagamento, além das prestações do financiamento, pagar os custos adicionais como: escritura pública do imóvel, registro de imóveis, ITBI, gastos com a reforma final do apartamento novo (instalação de pisos, box de banheiro, móveis planejados, mão de obra especializada, etc.).

Vale lembrar que é de suma importância a regularização do imóvel junto aos órgãos públicos para que você não tenha nenhuma surpresa desagradável.

Como comprar apartamento na planta?

Foto de uma moça com dúvida na frente do computador e com celular na mão | Como comprar um apartamento novo | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Anteriormente, já contamos como funciona o processo de compra de um apartamento na planta, antes e depois da entrega de chaves. A seguir, vamos compartilhar como funciona as formas de pagamento de um imóvel na planta. Confira!

Pagamento à vista do imóvel na planta

Comprar um apartamento à vista é fruto de muita dedicação e disciplina para economizar. Se você tem uma boa reserva financeira para comprar um imóvel na planta à vista, saiba que vale muito a pena essa forma de pagamento.

Isso porque, o pagamento à vista te dá maior poder de negociação, permitindo que você consiga descontos consideráveis na hora da compra.

Financiamento imobiliário para apartamento na planta

Foto de uma pessoa olhando planta de apartamento na frente do computador | Financiamento para apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Como a compra à vista de imóveis não é uma possibilidade para a maioria dos brasileiros, o financiamento imobiliário é uma das formas mais utilizadas para conquistar a casa própria.

Em resumo, um financiamento imobiliário é quando um banco te empresta o dinheiro necessário para comprar um imóvel à vista. Depois, você paga essa quantia emprestada em parcelas com acréscimo de juros.

Neste caso, o imóvel é propriedade do banco até a quitação do contrato de financiamento. Após o pagamento total do bem, o apartamento passa a ser totalmente do comprador. Se você optar por financiar um apartamento na planta, confira a seguir os tipos de financiamento imobiliário disponíveis no mercado.

Tipos de financiamento imobiliário

Foto de duas pessoas fazendo as contas para comprar imóvel | Tipos de financiamento para apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

No Brasil, o financiamento imobiliário é a forma mais utilizada para comprar imóveis. No entanto, há diversos tipos de financiamento de imóveis que variam de acordo com a necessidade de cada comprador. A seguir, confira os principais modelos:

  • Sistema Financeiro de Habitação (SFH): é o tipo de financiamento que utiliza os recursos da conta poupança e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para compra ou construção da casa própria. Normalmente, nessa modalidade de crédito, o valor concedido para financiamento é no máximo 80% do custo total do imóvel.
  • Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI): já SFI é o financiamento que não tem muita burocracia e que facilita a compra de imóveis. Isso porque, esse modelo possui taxas de juros acessíveis e possibilita a negociação do financiamento com bancos e instituições financeiras. Contudo, nessa modalidade, não é possível usar o saldo do FGTS na quitação do imóvel.

Assim, como existe os tipos de financiamento, têm também os modelos de formas de pagamento do empréstimo, conhecida como amortização. Confira como funciona cada opção.

Tipos de amortização de financiamento

Foto de calculadora, dinheiro, contrato e uma casa | Como fazer amortização de financiamento | Guia da Tenda | Blog da Tenda

A amortização de financiamento é o modelo de pagamento de cada empréstimo. Em outras palavras, cada tipo de amortização possui características específicas de como são calculadas as parcelas e a forma de pagamento do financiamento. Na sequência, confira os principais modelos de amortização.

  • Sistema Price: conhecido também como tabela Price, nesse tipo de amortização, as parcelas são baixas e fixas em todo o período do financiamento. Ou seja, a primeira e a última prestações terão o mesmo valor.
  • Sistema SAC: o Sistema de Amortização Constante é o financiamento que as parcelas com o valor maior estão no início do financiamento e as últimas prestações são mais baratas.
  • Sistema Sacre: é a combinação do Sistema SAC e a Tabela Price. É o financiamento que as parcelas parecem uma escada. De início, as prestações ficam com o mesmo valor durante um certo tempo e depois vão reduzindo, de acordo com a correção da Taxa Referencial. Ou seja, as parcelas descem um degrau e se mantêm no mesmo novo valor por mais algum período.

Por fim, como todos os tipos de financiamento habitacional, o Casa Verde e Amarela é um financiamento que tem o objetivo de facilitar a compra da casa própria, justamente por famílias de baixa renda. Em seguida, conheça todos os detalhes do Casa Verde e Amarela e como você pode comprar seu apartamento na planta através do programa.

Compre seu apartamento na planta com o Casa Verde e Amarela

Foto de um casal olhando o projeto do apartamento na planta | Como comprar um imóvel novo com Casa Verde e Amarela | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Se você quer comprar um apartamento na planta, uma das melhores opções para adquirir o imóvel novo é com o Casa Verde e Amarela. Substituto do Minha Casa Minha Vida, o programa habitacional do Governo Federal, Casa Verde e Amarela, tem o objetivo de facilitar a compra da casa própria por famílias de baixa renda.

Além disso, o programa oferece a possibilidade de usar os recursos do financiamento imobiliário para regularização de imóveis e realização de reformas em moradias já existentes. Em especial, o Governo Federal tem a meta de regularizar mais de 2 milhões de habitações e promover a melhoria em 400 mil imóveis até 2024.

O programa também possui outros benefícios especiais, como:

  • Subsídio habitacional: valor dado pelo Governo Federal para facilitar a compra do imóvel. A quantia funciona como um desconto no valor total do imóvel, deixando o financiamento e as parcelas mais baratas e acessíveis. Lembrando que esse dinheiro não precisa ser quitado ou devolvido ao Governo.
  • Composição de Renda: é a soma dos salários de duas ou mais pessoas para financiar um imóvel. Os solicitantes podem ser familiares ou amigos. Com esse benefício, as chances de aprovação do financiamento aumentam.
  • Uso do FGTS: ao comprar um imóvel na planta com o Casa Verde e Amarela, é possível utilizar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, de algumas formas, como, valor de entrada do imóvel, amortização das parcelas e auxiliar na negociação das condições do financiamento.

Para atender o maior número de brasileiros, o Casa Verde e Amarela divide os participantes em três grupos de renda que possui vantagens específicas, como taxas de juros mais baixas do mercado, entre outros benefícios. Confira as faixas de renda do PCVA e veja se você se enquadra em uma delas.

Faixas de renda do Casa Verde e Amarela

Inicialmente, os grupos de renda do Casa Verde e Amarela divide os participantes, garantindo que o máximo de brasileiros sejam atendidos pelo programa.

Cada uma das faixas de renda conta com uma pacote específico de vantagens. Ou seja, quanto menor for a renda familiar do participante, maior será o subsídio e menores as taxas de juros. Confira, a seguir, quais são os grupos de renda do PCVA:

Imagem dos grupos de renda do Casa Verde e Amarela | Quais são as faixas de renda do Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

  • Grupo 1

Brasileiros com renda familiar de até R$ 2.400. As pessoas desse grupo podem conseguir até R$ 47.500 mil de subsídio do governo;

  • Grupo 2

Pessoas com renda familiar bruta de R$ 2.400,01 mil até R$ 4 mil. Quem faz parte desse grupo pode conseguir até R$ 29 de subsídio habitacional;

  • Grupo 3

Famílias com renda bruta de R$ 4.000,01 mil até R$ 7 mil. Este grupo não possui subsídio habitacional.

Para você que quer comprar um apartamento na planta, verifique qual grupo de renda você se enquadra e aproveite os demais benefícios, como o subsídio, que o Casa Verde e Amarela oferece para você realizar o sonho da casa própria. Quer entender mais sobre como conseguir o subsídio habitacional? Confira o vídeo abaixo da Construtora Tenda.

Taxa de juros Casa Verde e Amarela

Uma das preocupações de quem faz um financiamento imobiliário são as tarifas cobradas ao longo do empréstimo. Contudo, as taxas de juros do Casa Verde e Amarela são as menores cobradas no mercado. Isso porque, as taxas variam de acordo com os grupos de renda, se o solicitante é ou não cotista do FGTS e principalmente a região onde está o imóvel.

O Casa Verde e Amarela é uma excelente opção para as pessoas que moram nas regiões Norte e Nordeste, pois as taxas de juros nessas localidades são diferenciadas. A seguir, confira as taxas de juros do PCVA:

Imagem das Taxas de Juros Casa Verde e Amarela | Quais são os juros do Casa Verde e Amarela | Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

  • Grupo 1

Para os moradores das regiões Norte e Nordeste, os juros são de 4,25% a 4,5% para cotistas do FGTS e 4,75% até 5% para não cotistas do fundo. Já para as demais regiões, os cotistas do FGTS contam com uma taxa de juros de 4,5% a 4,75% e não cotistas de 5% até 5,25%.

  • Grupo 2

As taxas de juros para os moradores das regiões Norte e Nordeste são de 4,75% a 6,5% para cotistas do FGTS, e 5,25% a 7% para não cotistas. Para as demais regiões, os juros são de 5,5% a 7% (não cotista) e de 5% a 6,5% (cotista).

  • Grupo 3

Para as pessoas desta faixa de renda (de R$ 4.000,01 até R$ 7mil), a taxa de juros é igual em todo o país, sendo 7,66% para cotistas do FGTS e 8,16% para os não cotistas.

Viu só que através do Casa Verde e Amarela, as chances de comprar seu apartamento na planta aumentam e são facilitadas pelos benefícios do programa. Na Construtora Tenda você consegue adquirir os apartamentos à venda com os benefícios do Casa Verde e Amarela.

Consórcio para apartamento na planta

Foto de duas pessoas fechando negócio para compra de imóve | O que é consócio imobiliário para imóvel na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

O consórcio imobiliário é uma outra forma de comprar imóveis, muito parecido com o financiamento. Basicamente, é um sistema diferente de contemplação do crédito habitacional.

Em resumo, um consórcio funciona da seguinte maneira: uma instituição financeira (administradora do consórcio) reúne um grupo de pessoas que têm o objetivo de comprar um imóvel. Então, cada pessoa guarda uma quantia de dinheiro juntas todos os meses.

Isso quer dizer que, no consórcio são oferecidos vários planos, com parcelas, prazos para pagamento e valor da carta de crédito diferentes. A partir do plano escolhido, mensalmente deve ser feito o pagamento do valor estipulado até o sorteio da carta de crédito.

Assim, a cada mês, o valor das parcelas é pago por todos os participantes do grupo, que é usado para que pelo menos um deles faça a sua aquisição. É nesse momento que é feito o sorteio da carta de crédito, na qual, um dos participantes é sorteado, a carta de crédito é liberada e ele recebe o valor para a compra do imóvel.

De modo geral, o consórcio é ideal para quem não tem pressa de comprar logo o imóvel. Enquanto no financiamento, você já sai com o valor em mãos para a compra da propriedade, no consórcio é preciso esperar o sorteio da carta de crédito ou dar um lance maior no mês para conseguir a quantia desejada.

Quais são as fases da construção do apartamento na planta?

De início, comprar um apartamento na planta é um investimento em um imóvel que ainda será construído. Para esclarecer melhor como funciona as fases de obra de um imóvel na planta, conheça as principais etapas na aquisição de um imóvel deste tipo. Confira!

Lançamento

De modo geral, quando as construtoras anunciam um lançamento, normalmente, o projeto do empreendimento já está concluído e pronto para a venda. Isso quer dizer que o imóvel ainda será construído. É assim que funciona a primeira fase de venda de um imóvel na planta.

Este é o momento que você pode conhecer mais detalhes sobre o projeto, visitar o stand de vendas com o apartamento decorado. Além disso, é possível escolher a unidade de sua preferência e fechar negócio com oportunidades de pagamento bem atrativas. É justamente no lançamento que as construtoras oferecem condições facilitadas. Então, não perca a chance de negociar seu novo lar.

Construção

Logo após o lançamento do empreendimento, começa a tão aguardada fase de obras. É justamente neste momento que o projeto sai do papel e o empreendimento começa a tomar forma, seguindo um cronograma de obras.

Geralmente, é nessa etapa que as fases de obra como a fundação, estrutura, instalações e acabamentos dão início. Afinal, são essas fases da construção que é possível acompanhar a evolução de obra ao longo da execução do projeto.

Além disso, vale ressaltar que o tempo de obras pode variar de um empreendimento para outro, mas geralmente fica entre 18 e 36 meses. Contudo, deve levar em consideração o tamanho e a complexidade de cada condomínio.

Vistoria e entrega de chaves

O momento mais esperado, depois da compra do apartamento na planta, é quando ele fica pronto. Ou seja, é a fase da entrega de chaves e vistoria do imóvel.

Após a finalização das obras, a construtora agenda uma vistoria técnica para que você possa conferir se o apartamento está dentro dos padrões prometidos. Caso não tenha nenhum problema, você recebe as chaves do apartamento novo e pode se mudar a hora que quiser.

Para a vistoria é importante analisar tudo com muita calma. Verifique as instalações elétricas, testem as tomadas e interruptores. Veja se a parte hidráulica funciona e se sai água normalmente das torneiras. Confira os detalhes de acabamento, como pisos e azulejos das áreas molhadas estão bem instalados. E por fim, teste se as portas e janelas abrem e fecham sem nenhuma interrupção.

Vale lembrar que é nesse momento que você deve pagar o ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e fazer o registro do imóvel para regularizar a situação do seu novo apartamento, oficializando o proprietário oficial.

Quais são as vantagens de comprar apartamento na planta?

Comprar um imóvel na planta é um desafio. Então, listamos as 7 principais vantagens de comprar um apartamento na planta que vão te ajudar a fazer um bom negócio. Descubra na sequência.

Valor acessível

Existe uma ideia no mercado imobiliário que um imóvel é adquirido na planta tem um valor menor que a propriedade que já está pronta. Porém, isso não é padrão.

Então, é muito importante escolher bem a construtora que ofereça ótimas oportunidades e vantagens nas ofertas de apartamentos na planta, além de um potencial de flexibilidade maior. Lembre-se, o preço do bem pode modificar também conforme o valor de entrada negociado, a relação de oferta e procura, e por fim, o tempo que você vai financiar o imóvel.

Valorização do imóvel

Se na hora de comprar um imóvel na planta o valor é menor, depois de pronto, o bem retoma sua valorização no mercado imobiliário.

Isso acontece, justamente, porque a maioria dos imprevistos acontecem durante a fase de construção do apartamento. Então, os possíveis problemas são sanados com a conclusão das obras, e assim, o imóvel se valoriza.

Apartamento novo

Sobretudo, quando você compra um imóvel na planta é ter não só o apartamento novo na conclusão das obras, mas também todo o condomínio.

Outra grande vantagem de ter um apartamento novo é que você não vai precisar se preocupar com manutenções de elétrica de hidráulica tão cedo. Além disso, é possível decorar seu novo lar conforme o estilo que preferir.

Possibilidade de personalizar seu apartamento na planta

Algumas construtoras dão a opção aos clientes de personalizar a unidade quando são adquiridas na planta. Em alguns casos, é permitido escolher os pisos, revestimento e até mesmo os móveis planejados, o que economiza tempo e dinheiro.

Contudo, esse tipo de personalização varia de construtora para construtora. Mas, se não existe essa opção onde você comprou seu apartamento na planta, saiba que você pode personalizar assim que receber as chaves do seu novo lar e decorá-lo como desejar.

Maior potencial de negociação

Boas construtoras, normalmente, oferecem mais flexibilidade aos compradores na hora de fechar o negócio com sua equipe de vendas. Um boa negociação começa sempre através de uma análise detalhada da estabilidade financeira do comprador. Além disso, é importante ter uma reserva financeira para possíveis imprevistos.

Vale ressaltar que as possibilidades de negociação em na compra de um apartamento na planta são bem melhores do que em um imóvel pronto. Isso se dá, porque, o prazo de pagamento é mais extenso até o momento da entrega das chaves, ou seja, a conclusão das obras.

Tempo para se planejar

Sem dúvidas é uma enorme vantagem comprar um apartamento na planta, pois essa opção te dá a possibilidade de planejar todo o pagamento do seu novo lar.

De modo geral, com base na variação do INCC (Índice Nacional de Construção Civil), o comprador consegue pagar até 30% do valor do imóvel durante a fase de construção, e os demais 70%, podem ser parcelados depois da entrega das chaves.

Sendo assim, você tem o todo o tempo de construção, que a construtora leva para concluir a obra do empreendimento, e planejar um financiamento ou investimento que possa render todos os meses o valor das prestações futuras.

Para grandes empreendimentos, o período de obras pode variar de um ano ou mais. Então, aproveite esse tempo para se planejar financeiramente, e se possível, economize para poupar um bom valor antes da finalização da construção. Assim, você vai conseguir diminuir a quantia que será financiada. Afinal, com um bom planejamento financeiro, você pode evitar a inadimplência e quitar seu apartamento mais rapidamente.

Infraestrutura moderna

Foto de um hall de entrada de um prédio | Como é a infraestrutura de um prédio novo | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Os empreendimentos na planta possuem instalações em excelentes condições, justamente porque tudo é novo. Além de serem modernas, tanto a infraestrutura interna do imóvel como a de todo o prédio, contam com redes elétricas e hidráulicas novas e com excelente acabamentos e materiais de ótima qualidade.

Com isso, as preocupações diárias com portões velhos, rachaduras, infiltrações, elevadores com problemas e outros defeitos de manutenções não existem em um empreendimento novo.

Além do mais, os espaços do condomínio são bem aproveitados e projetados de forma estratégica, sempre levando em conta o estilo de vida atual dos futuros moradores. Sendo assim, comprar um imóvel na planta garante mais praticidade e muito conforto no dia a dia.

Planejamento da mudança

Foto de um casal fazendo mudança | Como planejar mudança para apartamento novo | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Para finalizar, outra vantagem de comprar um apartamento na planta é ter um prazo maior para poder planejar sua mudança. Sabendo que as chaves serão entregues após a finalização das obras, você vai ter tempo suficiente para:

  • Planejar a compra dos móveis ou solicitar o projeto de marcenaria planejada;
  • Cotar a transportadora mais em conta e adequada para sua mudança;
  • Conhecer novos trajetos para você e seus familiares farão quando forem morar definitivamente no novo apartamento;
  • Programar a mudança com calma e organização.

Com todos esses benefícios, você tem ainda a oportunidade de aumentar seu patrimônio, tendo a certeza de que você fez um ótimo investimento com retorno certo. Logo, se você está procurando um imóvel, leve em consideração todas essas vantagens ao comprar um apartamento na planta.

Quais são os custos adicionais na compra do apartamento na planta?

A princípio, na hora de comprar um imóvel é bem comum que os compradores dêem atenção somente ao valor total do bem para fazer o planejamento financeiro. Contudo, é fundamental levar em conta os custos adicionais que essa aquisição vai gerar e que podem pesar no seu orçamento.

Esse valores estão relacionados a comissões, impostos e demais gastos em cartório para regularização do imóvel. Então, a fim de reduzir os riscos e possíveis imprevistos indesejáveis, listamos as principais taxas adicionais que estão no processo de compra de um apartamento na planta. Confira e faça seu planejamento financeira contabilizando essas despesas extras.

ITBI

Foto de mulher calculando | Precisa pagar ITBI de apartamento na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

O ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis) é um tributo municipal que é cobrado nas operações de compra e de venda de imóveis. Esse valor deve ser pago pelo comprador da propriedade, para realizar a transferência do imóvel para o nome do novo proprietário.

A base de cálculo desse imposto é feita de acordo com valor venal da propriedade, junto com a alíquota do município. Em média, a alíquota municipal do ITBI varia entre 2 e 4%, dependendo do município.

Além disso, em alguns casos, é possível conseguir um abatimento no tributo ou, até mesmo a isenção. Isso ocorre, por exemplo, quando o imóvel é financiado pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação), e quando é o primeiro imóvel do comprador. E mesmo que o imóvel esteja na planta, é preciso pagar o ITBI, porque é um imposto obrigatório. Por fim, vale lembrar que o cálculo desse tributo será feito de acordo com o valor da propriedade pronta.

Taxa de evolução de obra

Foto de um homem olhando construção de um prédio | O que é taxa de evolução de obra | Guia da Tenda | Blog da Tenda

De modo geral, as pessoas que compram um apartamento na planta através de um financiamento precisam pagar uma taxa de evolução de obra. Em outras palavras, essa tarifa é conhecida como os juros de obra e é relativa aos encargos cobrados pelo banco junto à construtora no financiamento do imóvel, e que por fim, são repassados ao comprador.

Apesar de muitos compradores contestarem a cobrança dessa taxa, é uma tarifa totalmente legalizada. Contudo, suja cobrança tem que estar bem clara e detalhada no contrato de financiamento, não podendo ser cobrada após o fim das obras.

Taxa de corretagem

Foto de um casal comprando um apartamento com corretor | O que é taxa de corretagem | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Sabe o corretor de imóveis que intermediou toda a negociação do seu apartamento na planta? A taxa de corretagem é o pagamento dos serviços dele. Em média, o valor da taxa de corretagem é de 6% do custo total do imóvel, podendo variar um pouco de acordo com o tipo da propriedade. De modo geral, é o comprador do bem que faz esse pagamento.

Em alguns casos, existem compradores que contratam corretores especificamente para encontrar as melhores ofertas de imóveis na planta ou a pronta entrega. Nessa situação, deve ser paga uma comissão ao corretor mesmo que o solicitante não fique com o imóvel.

Escritura pública

Foto de pessoa fechando contrato | Precisa fazer escritura pública de imóvel na planta | Guia da Tenda | Blog da Tenda

A Escritura Pública é um documento, emitido pelo cartório de notas, que atesta que a venda do imóvel é legal. Normalmente, essa documentação é feita nas compras à vista de imóveis. Além disso, é preciso apresentar todos os documentos do imóvel, do comprador e vendedor do bem.

O valor da Escritura Pública varia de estado para estado. Vale ressaltar que nos casos em que a compra do imóvel é financiada, a escritura não é necessária, porque o documento é substituído pelo contrato de financiamento. Contudo, após a quitação do financiamento, o dono do imóvel deve ir ao cartório de notas e solicitar a emissão da escritura pública.

Registro de imóvel

Foto de uma mulher separando documentos | Imóvel na planta precisa de registro de imóvel | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Após a assinatura da escritura pública ou do contrato de financiamento, o comprador do bem deve ir ao cartório de Registro de Imóveis da cidade onde está a propriedade. Lá, a transferência da propriedade deve ser registrada na matrícula do imóvel.

Sobretudo, o número de matrícula do imóvel é exclusivo de um único bem e nele consta toda a história, descrição e dados do proprietário.

É através do registro de imóvel que a transferência do apartamento ou casa é legalmente documentada. Além disso, é mais uma taxa que varia de acordo com a localização do imóvel. Contudo, o valor da taxa do registro de imóvel pode variar entre 3% e 5% do valor total do bem.

Viu só como comprar um apartamento na planta é possível. Analise e aplique as dicas para realizar sonho da casa própria. Aliás, não deixe de conhecer os apartamentos à venda da Construtora Tenda e entre em contato com nosso time de atendimento. Queremos te ajudar na conquista do seu novo lar!

Sobre a Tenda

Tenda é uma das maiores construtoras do Brasil e uma das empresas que integram a Bolsa de Valores de São Paulo. Listada no Novo Mercado da B3, a companhia tem o mais alto nível de governança corporativa do país.

Com mais de 50 anos de experiência no mercado imobiliário, a gente sabe que comprar um apartamento muitas vezes parece ser algo impossível para muitos brasileiros. Por isso, a nossa missão é colocar a conquista da casa própria ao seu alcance.

Acredite, com as nossas condições exclusivas somadas a grande parceria que temos com o programa Casa Verde e Amarela, o substituto do Minha Casa Minha Vida, você consegue ter o seu cantinho.

Nós já realizamos o sonho de mais de 120 mil famílias, provando que ter um imóvel próprio é possível. Para ajudar cada vez mais brasileiros, estamos presentes em capitais e regiões metropolitanas de nove estados do país. Existem apartamento à venda em São Paulo, Bahia, Ceará, Pernambuco, apartamentos à venda no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Minas Gerais.

Além de mais de 50 lojas físicas nos nove estados em que atuamos, também oferecemos a comodidade da Loja Virtual Tenda, um ambiente seguro e com todas as informações que você precisa para conquistar o seu imóvel. No nosso site, você também encontra ferramentas como o Simulador de Financiamento e a Calculadora dos Sonhos que te ajudam no planejamento da compra.

Conte com a gente para realizar o sonho de ter o seu apartamento! Estamos prontos para tirar as suas dúvidas e te acompanhar durante todo o processo.

 

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Saia do aluguel e conquiste seu apartamento. Dê o primeiro passo agora mesmo.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.