Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Seja para fazer grandes mudanças ou pequenos reparos, deixando tudo mais bonito, mais prático ou mais seguro, a verdade é uma só: qualquer reforma tem como objetivo melhorar o espaço. Mas que cuidados tomar para reformar o apartamento sem dor de cabeça?

Quem é que não sonha em deixar o apê com cara de novo, prontinho para receber os amigos e parentes com conforto? Que tal uma reforma para deixar tudo do seu jeito? O detalhe é que quem vive em prédio precisa seguir uma série de regras em relação às mudanças, especialmente quando a obra envolve quebra-quebra. Nesse caso, o que fazer?

Para evitar multas e não incomodar demais os vizinhos, basta acompanhar nosso post de hoje para conferir 6 cuidados que deve seguir antes de dar início à reforma do seu apartamento!

Que cuidados tomar na reforma de apartamentos?

1. Avalie a viabilidade da reforma

Independentemente de ser uma mudança simples, como trocar a bancada da pia, ou uma alteração mais complexa, como eliminar ou reposicionar paredes, é bom ter em mãos a planta baixa do imóvel, bem como as plantas elétrica e hidráulica. Dessa forma, você consegue prevenir problemas bobos, como furar um cano sem querer ou encontrar um pilar onde pretendia abrir um vão.

Ao mesmo tempo, se o prédio for mais novo, vale a pena checar o manual do proprietário. Fornecido pela construtora no ato da entrega das chaves, esse documento informa sobre quais alterações são realmente permitidas. Geralmente, a não ser que sejam aprovadas em assembleia, alterações na fachada do prédio são proibidas, por exemplo. Já mudanças internas normalmente são permitidas, desde que não comprometam a estrutura do edifício.

Antes de sequer pensar em escolher os tipos de acabamento (pisos, azulejos, louças, metais, tintas) e a decoração (móveis, tapeçaria e outros objetos), cuide para que tudo saia conforme o planejado. Por isso, é só seguir as orientações que preparamos!

2. Obtenha as autorizações necessárias

De acordo com a NBR 16280:14, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), se a reforma alterar o layout original do apartamento, é necessário contar com o acompanhamento de um técnico — engenheiro civil ou arquiteto. Além da remoção ou do reposicionamento de paredes, são mudanças que exigem a contratação de um profissional:

  • assentamento de revestimentos;
  • colocação de portas e janelas;
  • instalações elétricas, hidráulicas e de gás;
  • ar-condicionado e sistemas de automação;
  • fechamento de varandas.

Vale lembrar ainda que toda intervenção precisa de uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), documento assinado pelo responsável legal pela execução do serviço. E, antes de iniciar a obra, é preciso obter uma aprovação do projeto na prefeitura (alvará de construção), sendo que cada município segue suas próprias regras.

3. Faça um planejamento cuidadoso

Antes de começar qualquer reforma, é preciso estabelecer prioridades e definir o orçamento disponível, considerando para isso uma margem extra para suprir imprevistos ou cobrir eventuais danos causados por falhas na execução.

Lembre-se de que, além dos materiais de construção e da contratação da mão de obra, também pode ser preciso arcar com custos relativos à elaboração do projeto, a visitas técnicas que se façam necessárias e a laudos para o condomínio, se for o caso.

Ao mesmo tempo, é necessário pensar o quanto antes no cronograma de cada etapa, a fim de evitar atrasos e desperdícios de materiais — que podem se deteriorar com o tempo.

4. Comunique o síndico e os vizinhos

Aquela mesma norma da ABNT que citamos ali em cima ainda determina que uma cópia do plano de reforma do imóvel deve ser entregue ao síndico do condomínio. Elaborado pelo engenheiro ou arquiteto responsável pela obra, esse documento deve conter:

  • horários de trabalho e identificação da equipe;
  • agenda de recebimento de materiais e retirada de entulhos;
  • desenhos com descritivos e detalhes, passo a passo;
  • indicações dos impactos ao funcionamento do edifício.

Cabe ao síndico enviar esse plano e a ART para uma avaliação técnica e legal. Se aprovados, ele concede a autorização em nome do condomínio. E é também o próprio síndico quem deve avisar os demais moradores sobre o início da obra, viu?

5. Tente evitar barulhos excessivos

É preciso respeitar as regras previstas na convenção e no regimento interno do condomínio. Mas já podemos adiantar que, geralmente, as obras são executadas em horário comercial, de segunda a sexta, às vezes incluindo também o sábado. Além do barulho, a circulação de pessoas estranhas (prestadores de serviços contratados para a reforma) fora desse intervalo é proibida.

Em relação ao nível dos ruídos, vale o que estipula o artigo 1.336 do Código Civil, que trata dos deveres dos condôminos. É preciso, portanto, preservar o sossego, a salubridade e a segurança de todos.

6. Gerencie os impactos da obra

É claro que o responsável pelo projeto conhece as regras municipais nesse sentido. Cabe a ele, portanto, orientar sobre a forma de descarte dos resíduos para evitar multas. É isso mesmo: nem pense em jogá-los em lixeiras comuns!

O ideal é contratar uma empresa que seja cadastrada na prefeitura para trazer e recolher quantas caçambas forem necessárias. Isso assegura que elas não ficarão posicionadas em locais proibidos e que a empresa dará o devido destino para os entulhos.

Ao mesmo tempo, avalie se não existem materiais que podem ser reaproveitados. Restos de azulejos, por exemplo, podem formar lindos mosaicos e decorar o tampo de mesas restauradas. O que acha da ideia?

Onde encontrar bons profissionais?

A primeira medida a tomar nesse sentido é também a mais simples: peça indicações para parentes, amigos e pessoas da sua confiança, seja pessoalmente ou por meio das redes sociais. Pergunte se conhecem profissionais que tenham realizado serviços de qualidade, dentro do prazo combinado e a um preço justo para eles no passado.

Se não receber nenhuma indicação, você pode tentar encontrar profissionais disponíveis para trabalhos na região por meio de plataformas de busca. Só não se esqueça de comparar pelo menos 3 orçamentos antes de decidir pela contratação. E lembre-se também de jogar o nome completo de cada um em sites de proteção ao consumidor (como o Reclame Aqui) para ver se algo surge.

O que torna uma reforma bem-sucedida?

O sucesso de uma reforma está ligado à completa satisfação dos desejos e das necessidades dos proprietários, respeitando o tanto orçamento previsto para a obra como o prazo estabelecido para sua conclusão.

Mas esse sucesso também tem a ver com a valorização do imóvel, uma vez que, principalmente do ponto de vista das estruturas elétricas e hidráulicas, além do padrão estético, claro, construções atualizadas são mais bem-avaliadas no mercado imobiliário.

Agora que você já sabe ao menos um pouco sobre tudo o que o tema reforma de apartamentos envolve, já pode começar a pensar na sua obra! Você vai ver como, com o devido planejamento, fica muito mais fácil manter o orçamento sob controle, evitar problemas com a fiscalização e incomodar a vizinhança o mínimo possível!

Por fim, para continuar por dentro de outras dicas igualmente valiosas, acompanhe o nosso blog!

Envelopamento de geladeira: o que é e por que usar na decoração?

Envelopamento de geladeira: o que é e por que usar na decoração?

Dicas Decor Tenda

Quer inovar na decoração do seu apartamento novo? Já pensou em aderir ao envelopamento de geladeira? Essa é uma técnica que está sendo muito usada e pode ser uma ótima opção para deixar a sua cozinha ainda mais estilosa. Continue lendo nosso texto e confira o passo a passo!

Como utilizar espelhos na decoração de ambientes pequenos?

Como utilizar espelhos na decoração de ambientes pequenos?

Dicas Decor Tenda

O uso de espelhos na decoração de ambientes pequenos é uma ótima estratégia para ampliar e sofisticar o ambiente, aliando elementos funcionais a características que trazem muita personalidade ao apartamento. Não é novidade que os espelhos criam a ilusão de que os ambientes são mais amplos. Mas a técnica pode ser ainda mais bem aproveitada se você entender que ela vai além do que simplesmente colocar qualquer espelho em um lugar aleatório do cômodo. É conveniente planejar e decidir quais características do ambiente serão ressaltadas. Para ajudar você nesse processo, vamos explicar como esses objetos criam a impressão de amplitude, quais são as técnicas que geram esse efeito e como usar espelhos na decoração dos diversos cômodos da casa. Acompanhe!

Confira este checklist antes de comprar os móveis para apartamento

Confira este checklist antes de comprar os móveis para apartamento

Dicas Decor Tenda

Providenciar os móveis e a decoração para um apartamento pode ser uma tarefa exaustiva, especialmente quando não há planejamento prévio. Saiba como fazer um checklist para mobiliar os ambientes do seu lar.

Piso para apartamento: você sabe como escolher o ideal?

Piso para apartamento: você sabe como escolher o ideal?

Dicas Decor Tenda

A escolha do piso para apartamento vai além de combiná-lo com a decoração de cada cômodo. É preciso escolher o tipo adequado para cada ambiente e levar em conta fatores como conforto, segurança e atenuação de ruídos. Você sabe como escolher piso para apartamento? Conhece os diversos tipos de pisos disponíveis no mercado e sabe qual é o mais adequado para cada ambiente? É importante que o piso harmonize com a decoração — ele pode até mesmo ser o protagonista da composição. Mas esse não é o único ponto a considerar. Por isso, criamos este post para explicar qual é a importância de fazer a escolha correta, o que deve ser levado em consideração nesse processo e como utilizar os principais tipos de pisos. Confira!

Nada de pânico: 8 dicas para ajudar você a mudar para o apartamento

Nada de pânico: 8 dicas para ajudar você a mudar para o apartamento

Dicas Decor Tenda

Antes de começar a encaixotar os pertences, saiba que mudar para apartamento exige alguns preparativos para que o novo lar se torne prático e confortável — mesmo quando sua metragem, comparada ao anterior, for consideravelmente reduzida. Quando chega a hora de organizar a ida para a casa própria, a alegria de se livrar do aluguel, ou da casa de algum parente, só não é maior por conta da ansiedade. Além da preocupação se o novo lar será suficientemente espaçoso para a família, há dilemas como saber o que levar, como embalar objetos, quais são as normas do condomínio para receber a mudança etc. Para facilitar o processo e acabar com as dúvidas, confira oito dicas sobre como se mudar para apartamento sem estresse nem aperto!

Tamanho não é documento! Aprenda a decorar um banheiro pequeno com estilo!

Tamanho não é documento! Aprenda a decorar um banheiro pequeno com estilo!

Dicas Decor Tenda

Descubra como decorar um banheiro pequeno com bom gosto e dê mais charme ao ambiente!
Todos os direitos reservados Tenda
CPNJ: 09.625.762/0001-58