Sair do vermelho e comprar um apartamento: um passo a passo prático – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Comprar um apartamento pode parecer um sonho distante quando você está tão envolvido com seus gastos que não vê chance de pagar a entrada e as parcelas de um financiamento. Como ter um lugar só seu enquanto gasta seu dinheiro pagando contas? Confira nosso texto e descubra como sair do vermelho!

Acredite: livrar-se das dívidas e comprar um apartamento é totalmente possível. Mas o fato principal é que muitas vezes nosso pensamento está nos levando ao lugar errado. Usamos todo o salário e ainda gastamos o crédito que está à mão — geralmente, o limite do cartão de crédito e do cheque especial.

Acontece que isso gera somente mais dívidas, e elas ocupam aquele espaço do orçamento que deveria ser dedicado à construção de um patrimônio e aos investimentos que trazem verdadeira qualidade de vida.

Sabe por que falamos “verdadeira”? Porque o melhor padrão de vida é conseguir viver em equilíbrio, e não ter mais e mais coisas sem valor.

Que tal aprender agora mesmo como largar a rotina de endividamento, sair do vermelho e retomar as rédeas da sua vida, levando-a em direção aos seus sonhos? Confira dez passos bem objetivos e práticos que vão guiar você até a conquista do seu apartamento.

Faça um diagnóstico financeiro

O passo inicial é saber como está sua situação, conhecendo suas finanças no detalhe. Se você deixa sua conta bancária correr solta, pode se assustar ao levantar essas informações. Faça as contas e veja quanto tem de:

  • dívidas em atraso;
  • dívidas a vencer;
  • saldo em investimentos;
  • saldo em carteira e na conta bancária.

As dívidas estão superando o saldo positivo? Então, você está numa situação negativa e precisa sair do vermelho imediatamente. Mas conhecer sua situação já foi um primeiro e importante passo. Parabéns!

Tenha um orçamento mensal definido

Ter um orçamento é se preparar para os gastos de cada mês. Faça um controle — que pode ser no caderninho, em um aplicativo de finanças ou em uma planilha eletrônica, escolha aquilo que deixar você mais à vontade — prevendo:

  • a entrada do seu salário;
  • suas outras fontes de renda;
  • as contas a pagar;
  • sua reserva para alimentação, deslocamento etc.

Identifique os maiores focos de gastos

Ao delinear seu orçamento financeiro, você vai perceber para onde seu dinheiro está indo. Identifique o que causa maior impacto em suas contas, pois isso vai permitir que você busque alternativas para economizar.

Por exemplo, se a alimentação está levando muito dinheiro embora, tente diminuir as idas a restaurantes e os almoços fora de casa. Caso o problema seja o combustível, que tal procurar meios alternativos e mais econômicos de deslocamento (como carona, bicicleta etc.)?

Mude seu mindset de consumo

Você é daqueles que estão sempre comprando algo novo? Eis a hora de reeducar sua mente. Comprar relógios, óculos, smartphones caros ou perfumes importados não pode ser sua maior fonte de satisfação! Esses bens não têm valor nem trazem benefício em longo prazo, apenas levam seu dinheiro embora.

Sabe o que realmente significa ter sucesso? É poder dormir tranquilamente, certo de que você está com as contas pagas, tem um dinheiro investido e está garantindo um patrimônio sólido para seus filhos.

Não viver com medo de imprevistos ou passar aperto no fim do mês é ter qualidade de vida de verdade. Portanto, o que deve ser motivo de orgulho para você não é comprar algo novo, mas fechar o mês com saldo positivo!

Priorize a quitação das dívidas

Ninguém pode comprar um apartamento ou conquistar qualquer outra coisa se está com dívidas em aberto. Cada dia em atraso incorre em mais juros e multas: você perde dinheiro simplesmente por não pagar suas contas.

Por isso, para sair do vermelho é preciso se livrar de qualquer passivo (as contas atrasadas a pagar).

Tente renegociar contas em atraso

Mas se não puder quitar essas contas de imediato, entre em contato com seus credores. Tente renegociar as dúvidas atrasadas, parcelando de modo que consiga pagar mensalmente enquanto ajusta seu orçamento pessoal.

Mas lembre-se: depois de conseguir essa renegociação, é muito importante pagar as parcelas em dia. Se você conseguiu condições especiais, pode perdê-las e ter que pagar mais juros e novas multas.

Procure meios de gerar uma renda extra

Caso fique difícil equilibrar tudo, pense na possibilidade de fazer algo que traga renda extra, em horários alternativos. Pode ser:

  • venda direta de produtos de catálogo;
  • redação e revisão de textos para internet;
  • aulas de reforço;
  • confecção de doces ou salgadinhos;
  • consultoria na sua área.

Isso vai ajudar a equilibrar o orçamento e dará mais tranquilidade para você levar seus planos adiante!

Conheça as opções para comprar um imóvel

Quando tudo estiver andando direitinho — contas pagas, orçamento sob controle e dinheiro em caixa no fim do mês —, chegou a hora de comprar um apartamento. Pesquise a respeito das opções possíveis para saber qual se encaixa no seu perfil e condições.

É possível pensar nisso mesmo enquanto você paga suas contas, inclusive se ainda estiver negativado. Os imóveis do Minha Casa Minha Vida, por exemplo, também podem ser financiados por pessoas com restrições cadastrais. Vale a pena conferir as regras do Programa.

Analise as parcelas que estão de acordo com sua realidade

Veja valores de imóveis e faça simulações para saber se as parcelas cabem no seu bolso. Também avalie se há cobrança de algum valor de entrada e quais as taxas incluídas, pois tudo isso vai causar mudanças no seu orçamento.

Você quer comprar um apartamento, mas precisa sempre lembrar de procurar opções dentro das suas condições financeiras. Lembre-se de que um imóvel luxuoso pode ser tentador, mas o que deve estar em foco são suas necessidades e seus limites financeiros.

Planeje-se para tomar essa decisão

Nada de tomar decisões precipitadas! Converse com a família e vá amadurecendo a ideia. Escolha uma construtora de confiança e só feche negócio quando estiver totalmente seguro da sua decisão.

Assim, você não corre o risco de tomar atitudes precipitadas e prejudicar seu orçamento e seu equilíbrio financeiro.

Agora você sabe todos os passos para sair do vermelho e comprar um apartamento. Percebeu como depende de você e está em seu poder conquistar seus sonhos? Não existem metas grandes demais para quem se planeja e toma atitudes inteligentes, portanto, conheça suas condições, organize seu orçamento, pesquise as opções e tome a decisão da sua vida sem medo!

Quer saber mais a respeito da compra de imóveis pelo Minha Casa Minha Vida? Entre em contato conosco e conheça as condições do Programa!




Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58