Saiba como
sair do
aluguel.

Download grátis



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Comprar um imóvel e não depender mais de aluguel é a grande meta na vida de muitos brasileiros. Conquistar a casa própria não representa apenas a realização de um sonho, mas é, também, sinônimo de mais estabilidade financeira e segurança. Mesmo estando nos planos de muita gente, conquistar a casa própria antes de se aposentar nem sempre é fácil. Realizar esse objetivo exige disciplina, controle dos gastos, uma poupança de emergência e um planejamento financeiro em longo prazo. Além disso, é necessário que o objetivo seja adequado à sua realidade e coerente com seu salário.

Ainda que exija planejamento e organização por um longo período, a conquista do primeiro imóvel não é um sonho impossível. O que acontece, muitas vezes, é que as pessoas acabam adiando esse projeto porque o imaginam como algo muito distante.
Pensando nisso, elaboramos este post com 6 passos importantes para quem tem o sonho de conquistar a casa própria antes de se aposentar. Confira nossas dicas!

1. Faça um planejamento financeiro

O primeiro passo é fazer um planejamento financeiro detalhado. Analise a sua situação financeira e entenda para onde vai o seu dinheiro. Para isso, é necessário que você tenha um controle diário, registrando todos os seus gastos em um caderno, um aplicativo ou em uma planilha.
Some todo seu rendimento mensal e subtraia o valor de todas as despesas. Feito isso, você saberá quanto sobra do seu salário no final do mês. A partir daí, o ideal é analisar seus gastos de forma detalhada, eliminar as dívidas supérfluas e ter uma poupança de emergência.
Dar esse primeiro passo é fundamental e mais fácil do que parece. A casa própria é um bem indispensável na vida de uma pessoa, capaz de garantir maior tranquilidade, qualidade de vida e estabilidade financeira, principalmente depois da aposentadoria.

2. inicie um financiamento o mais cedo possível

Depois de fazer um planejamento financeiro e descobrir o valor disponível todo fim de mês, é necessário iniciar um financiamento. O ideal é fazer isso o mais cedo possível, pois a compra de um imóvel vai comprometer seu orçamento por um longo período — podendo afetar cerca de 30% da sua renda por até 30 anos, por exemplo.
Antes de iniciar o financiamento, faça um teste prático e simples. Tente poupar a quantidade referente à parcela por, no mínimo, 3 meses. Se esse dinheiro fizer falta demais e seu orçamento ficar muito comprometido, é hora de procurar um imóvel mais adequado às suas possibilidades.
Nesse momento, é importante ter cuidado e pés no chão, avaliar a situação com calma, pesquisar e planejar qual será o melhor custo-benefício em longo prazo. Não tenha pressa, continue poupando e só faça o financiamento quando você tiver certeza que conseguirá pagar com segurança.

3. participe de programas que facilitem a compra da casa própria

Entre as várias possibilidades de programas de financiamento existentes no mercado, o programa habitacional Minha Casa Minha Vida, traz uma enorme vantagem para quem deseja ter a casa própria. O programa foi pensado para ajudar pessoas de baixa renda a conseguir realizar o sonho da casa própria e muitas famílias já foram beneficiadas.
Para participar é necessário que a sua renda familiar tenha renda mensal de até R$ 9.000. Lembrando que a renda familiar pode ser composta por você e outras pessoas da sua família, como marido / esposa, namorado / namorada, pai, mãe, irmãos e até amigos. As maiores vantagens do Minha Casa Minha Vida são que as parcelas do financiamento são decrescentes e as taxas de juros são mais baixas do que as praticadas no mercado.
Uma outra forma de facilitar o pagamento é utilizar do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O FGTS é um direito de todo trabalhador brasileiro e pode ser utilizado no pagamento de dívidas de financiamento imobiliário. Esse fundo, correspondente a 8% do salário do empregado, pode ser usado para amortizar o débito ou liquidar todo o saldo devedor quando o financiamento ocorre pelo programa Minha Casa Minha Vida.
Além desses benefícios, a adesão ao programa é facilitada e o financiamento pode ocorrer em um prazo de até 360 meses, com descontos e isenção do seguro e taxas de cartório. Viu só como é vantajoso?

4. faça uma análise real das despesas

Com uma análise detalhada e real dos gastos, é possível descobrir quanto vai gastar com sua nova moradia. Inclua todos os custos, como reforma do local, manutenção, valor do financiamento, IPTU, condomínio, contas de água, luz e internet.
Fazer a si mesmo essas perguntas é essencial para manter os pés no chão e tornar a busca pela casa própria uma empreitada segura e prazerosa. Se tudo der certo, você passará a viver com tranquilidade e dentro do seu padrão de vida!

5. avalie se é melhor comprar um apartamento novo ou um usado

Essa análise é extremamente importante, mas, muitas vezes, não é feita. No caso de imóveis usados, avalie quanto será preciso investir no imóvel para que ele se torne habitável, por exemplo. Já para um apartamento novo, pode ser necessário algumas finalizações, como a instalação de móveis planejados e de acabamentos (no piso, por exemplo).

Então, é preciso ficar atento às "maquiagens" usadas para disfarçar a real situação do imóvel e conversar com pessoas que entendam do assunto. Por exemplo, existem apartamentos muito ruins, com problemas de infiltrações e na estrutura, que, ao fazer uma pintura, parecem estar em perfeito estado. Por isso, não tome decisões precipitadas e fique de olho nesses detalhes.

6. pesquise e compare as propostas de pagamento

Atualmente, existem muitas possibilidades de conseguir crédito imobiliário. Isso tem tornado a casa própria um bem mais acessível e ampliado a capacidade de escolha. Nesse cenário fica mais fácil analisar em qual condição seu perfil se encaixa melhor e conseguir um financiamento seguro e mais confortável com boas construtoras.

Faça uma pesquisa cuidadosa e compare as possibilidades de pagamento que estão ao seu alcance. Pense, também, nos detalhes como as taxas de juros e de cartório, o prazo de financiamento, os descontos e outras características de cada proposta e escolha aquela que mais se encaixa no seu bolso!

E aí, nosso post ajudou você a perceber que conquistar a casa própria antes de se aposentar não é impossível? Basta ter organização financeira, conhecer as opções do mercado e seguir os passos que indicamos neste texto!

Que tal se aprofundar mais no assunto agora? Entenda melhor sobre como funcionam os prazos de financiamento de um imóvel

Composição de renda: como utilizar para o financiamento imobiliário?

Composição de renda: como utilizar para o financiamento imobiliário?

Minha Casa Minha Vida

A composição de renda pode ser a solução para quem deseja financiar um imóvel! Veja como usá-la no financiamento imobiliário e entenda como ela funciona. Na hora de financiar um imóvel é preciso demonstrar a capacidade de pagamento das prestações. No entanto, dependendo dos ganhos, é difícil ter a aprovação com apenas um salário. Por isso, é comum que membros da família adotem a composição de renda.

Estabilidade financeira: o guia completo para conquistar

Estabilidade financeira: o guia completo para conquistar

Minha Casa Minha Vida

Quer saber como se organizar e manter seu orçamento saudável? Preparamos um guia completo, cheio de dicas para você alcançar sua estabilidade financeira. Confira!

Conheça as condições TENDA para dar entrada em um apartamento

Conheça as condições TENDA para dar entrada em um apartamento

Minha Casa Minha Vida

Uma das maiores construtoras do País, a Tenda oferece ajuda de profissionais especializados para você conseguir ter seu financiamento imobiliário aprovado pelos bancos. Saiba neste texto como driblar a burocracia!

Acabamento da obra: o que é responsabilidade do novo proprietário?

Acabamento da obra: o que é responsabilidade do novo proprietário?

Minha Casa Minha Vida

A entrega das chaves é a hora mais aguardada pelos compradores assim que fazem a aquisição do apartamento dos sonhos. Contudo, o imóvel novo não é entregue totalmente pronto para morar, por isso, uma parte do acabamento da obra se torna necessária à funcionalidade da residência.

O que está incluso no valor do condomínio? Leia e entenda!

O que está incluso no valor do condomínio? Leia e entenda!

Minha Casa Minha Vida

Adquirir uma propriedade, além de trazer mais segurança e bem-estar para a família, também significa ter alguns custos extras por mês. O principal deles é a taxa condominial. Saiba o que compõe o valor do condomínio!

O que pode acontecer se eu atrasar a parcela do financiamento de imóvel?

O que pode acontecer se eu atrasar a parcela do financiamento de imóvel?

Minha Casa Minha Vida

Muita gente que sonha com a conquista do imóvel próprio tem medo de não conseguir pagar as parcelas, o que é natural. Afinal de contas, é um compromisso sério de muitos anos. Grandes sonhos, porém, exigem coragem. Neste post, vamos mostrar como realizar esse projeto sem tirar os pés do chão.
Todos os direitos reservados Tenda
CPNJ: 09.625.762/0001-58