Aprenda como deixar o apartamento seguro para crianças

Dicas Domésticas

Você sabia que os acidentes domésticos estão entre as principais causas de mortes de crianças e adolescentes de 0 a 14 anos no Brasil? Entre as ocorrências mais comuns estão queimaduras, intoxicações e quedas. Ou seja, a sua casa pode não ser um lugar tão seguro como você imagina.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Não é apenas nas dependências do condomínio, quando estão brincando, que as crianças podem se machucar. É preciso estar sempre atento e fazer algumas adequações na casa para evitar incidentes. Continue lendo e confira as nossas dicas de como deixar o apartamento seguro para crianças!

Quais são os perigos de uma casa despreparada para receber crianças?

As crianças são inquietas e extremamente curiosas. Por isso, estão sempre querendo conhecer cada canto dos ambientes e mexer em todos os objetos que veem a sua frente. Isso significa que o perigo pode estar onde os adultos nem imaginam.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, não são apenas objetos e móveis que oferecem riscos aos pequenos. A estrutura do apartamento também pode se tornar um perigo quando não é pensada e preparada para receber crianças. Entre os principais perigos que conhecemos estão as escadas, que podem causar graves acidentes.

Além delas, as janelas sem grade de proteção podem ser um atrativo para que os pequenos queiram explorar o lado de fora, chegando próximo de animais e vegetação vistos da janela. Outro fator de acidente bastante comum é a descarga elétrica. Esses perigos, mudam de acordo com a idade das crianças. Veja os principais perigos e as suas respectivas faixas etárias.

Até um ano de idade

Acidentes com bebês ainda são comuns, mesmo com toda a vigilância dos pais ou responsáveis. A causa de problemas mais recorrente é a queda, seja ela do berço, trocador ou carrinho, seguida pelos casos de asfixia, seja pela ingestão de algum objeto ou pelo uso do lençol na hora de dormir. Por fim, também há um alto registro de queimaduras em bebês por causa de banhos com água em temperatura muito alta ou derramamento de líquido quente, como o de leite.

De dois até quatro anos de idade

Nesse período, a causa mais comum de acidentes é a queda, pois as crianças passam a subir em móveis e objetos ou por não estarem 100% seguros no processo de caminhar, visto que ainda estão aprendendo. É nessa fase em que as janelas passam a ser um alvo bastante desejado. Tais quedas podem ocasionar fraturas e até mesmo traumatismo crânio encefálico nessa idade.

Após quatro anos de idade

Já de certa forma mais independentes, a partir dos quatro anos de idade a curiosidade é aflorada nas crianças. Por isso, elas estão sempre querendo pegar todo e qualquer objeto que veem pela frente. Aparelhos eletrodomésticos estão entre os preferidos das crianças, além de materiais de limpeza e medicamentos, que se tornam perigosos no caso de ingestão.

O que deve ser mudado na decoração?

Não é preciso deixar a beleza, a modernidade e a harmonia dos ambientes de fora para tornar a sua casa mais segura para crianças. Por isso, reunimos algumas dicas para que você possa combinar tendências de decoração a elementos que garantam a segurança dos pequenos na sua casa.

Quando estiver planejando a decoração do apartamento, o único cuidado que você deve ter é deixar espaço para a instalação de grades. Normalmente, esses elementos são colocados na ponta das escadas, em janelas e piscinas. Ainda sobre as grades de proteção que funcionam como portões, uma dica é optar por cores para a pintura que combinem com o restante da decoração do local. Dessa maneira, o ambiente fica mais harmônico.

Na hora de escolher a disposição dos móveis, tente posicioná-los de modo que fiquem em frente às tomadas, principalmente nos ambientes em que as crianças mais frequentam. Para aquelas tomadas que, ainda assim, ficam aparentes e ao alcance dos pequenos, a sugestão é usar protetores de tomadas com estampas divertidas. Dessa forma, você pode utilizá-los como elementos que complementam a decoração do cômodo.

Ainda para o quarto e ambientes em que as crianças utilizam muito, cuidado com a quina dos móveis. Hoje já existem diversas lojas especializadas na fabricação e comercialização de móveis de decoração infantil. O principal diferencial deles é justamente que as extremidades das mobílias são arredondadas. Caso você opte pela compra de mobiliários comuns, é possível proteger as quinas com protetores especiais feitos de silicone.

Em relação à posição dos móveis no ambiente, cuide para não deixar sofás e poltronas próximos de janelas, a fim de evitar que as crianças subam neles e alcancem a janela com facilidade. Além disso, ainda sobre as janelas, é interessante que elas sejam protegidas com telas. Para que não se tornem um elemento que chame atenção na decoração, opte por telas de cores neutras.

O que deve ser mudado no dia a dia no seu apartamento?

Além de alguns cuidados na arquitetura e decoração do apartamento, é fundamental que os pais e responsáveis pelas crianças estejam alerta a alguns hábitos e comportamentos que podem auxiliar a evitar acidentes. A seguir, compartilhamos alguns exemplos. Continue lendo para descobrir.

Na cozinha

Na hora em que estiver cozinhando, opte por usar as bocas mais para o fundo do fogão e deixe os cabos das panelas virados para dentro. Dessa forma você dificulta o alcance da criança às panelas e ao fogo. Ainda na cozinha, é importante que objetos cortantes e isqueiros estejam em gavetas com tranca.

No banheiro

Quando se tem criança em casa, uma dica que pode evitar acidentes é manter a porta do banheiro fechada para que os pequenos não entrem nesse cômodo sem supervisão. Pode parecer bobagem, mas há casos de asfixia de crianças em baldes com apenas 3cm de água. Além disso, para a hora do banho, certifique-se de que o chão não está úmido ou molhado para evitar escorregões.

No quarto

No quarto dos adultos, se optar por utilizar bolinhas de naftalina, coloque-as no fundo do armário. Dessa forma, você dificulta que as crianças as alcancem. Além disso, evite móveis com rodinha para que os eletrodomésticos e objetos que estão em cima estejam estáveis. Por último — e essa dica vale não só para o quarto —, tente não utilizar uma mesma tomada para mais de um aparelho eletrônico.

Mas apesar de importantes, apenas os cuidados com a estrutura do apartamento não são o suficiente para evitar acidentes com as crianças. Todas as atitudes dos adultos, assim como as suas falas, servem de exemplo para os pequenos. Afinal, é comum que as crianças imitem os pais, repetindo os comportamentos vistos. Por isso, é fundamental ser um exemplo e ter atenção em todos os momentos.

Gostou das nossas dicas de como deixar o apartamento seguro para crianças? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e contribua para que o número de acidentes dentro de casa seja cada vez menor!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.