Papel de parede na decoração: um guia completo para você

Decoração

Não importa se a sua residência é nova ou se você já mora nela há algum tempo: cedo ou tarde bate aquela vontade de mudar e personalizar a decoração. Afinal, além de tornar o imóvel mais bonito, isso contribui para deixá-lo mais feliz, satisfeito e acolhido dentro do seu próprio lar. Porém, se você não quer estourar o orçamento para fazer isso, nem muito menos realizar uma reforma de apartamento, pode contar com uma alternativa prática, rápida e com bom custo-benefício: o papel de parede!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Para falar mais sobre esse produto e todas as vantagens que ele proporciona, preparamos um post especial. Acompanhe até o fim e saiba como o papel de parede pode ajudá-lo a transformar e dar uma cara nova aos ambientes do seu apartamento!

Conheça os tipos de papel de parede

Para começar, vamos listar e explicar quais são as versões que podem ser encontradas no mercado. Isso porque, ao contrário do que muita gente pensa, os papéis de parede não são todos produzidos da mesma forma, diferindo apenas nas cores e nas estampas.

Na verdade, existem várias diferenças na composição deles, e são justamente elas que vão indicar em qual ambiente é mais indicado usar o produto, como ele deve ser higienizado, o quão resistente ele é, qual tipo de sensação você terá ao tocá-lo etc. Por isso, fique atento!

Clássico

O modelo clássico é aquele feito apenas de papel. Ele não tem textura nem volume. Além disso, devido ao material que o compõe, ele não é indicado para ambientes com exposição ao sol ou à umidade. Para completar, ele conta com diferentes cores, estampas, ilustrações e desenhos.

Quarto com papel de parede clássico | Blog da Tenda

Papel de parede no estilo clássico normalmente conta com estampas de arabesco, adamascada, florais, entre outros padrões

Emborrachado

Já o modelo emborrachado é mais volumoso e com um toque macio por conta da película de EVA que fica acima do papel. Ele se tornou muito comum em decorações de ambientes para crianças, já que, em caso de esbarrões ou quedas contra a parede, ele oferece uma proteção extra para minimizar o impacto do acidente.

Alto-relevo

O modelo de alto-relevo, como o próprio nome sugere, tem uma camada sobre o papel que simula uma textura, geralmente irregular. Nos últimos anos ele ganhou uma nova versão que simula o efeito 3D. Ou seja, essa mesma textura aparenta se mexer ou saltar da parede, o que confere um visual único ao ambiente em que ele é inserido.

Papel de parede emborrachado com arabesco | Blog da Tenda

Papel de parede em alto relevo dá um toque especial ao ambiente.

 

Vinílico

O vinílico, por sua vez, é um modelo que conta com uma película de vinil sobre o papel. Devido a essa característica, é possível colocá-lo em áreas molhadas do imóvel (como cozinha, banheiro e área de serviço), pois ele pode ser eventualmente molhado, e até mesmo lavado, sem sofrer desgastes.

TNT

Por último, há o modelo feito com TNT, que não é composto de papel, mas sim de um tecido sintético — o que confere a ele um aspecto mais requintado. Porém, apesar desse detalhe, ele não é frágil. Ao contrário, tem uma ótima durabilidade e resistência.

Veja os benefícios de utilizar papel de parede

“Eu já entendi que existe uma boa variedade de modelos de papel de parede. Porém, quais são as vantagens de utilizá-lo no lugar, por exemplo, da velha e conhecida tinta para superfícies?”, você deve estar se questionando — e com razão. Por isso, vamos listar os principais benefícios desse produto para mostrar, na prática, como o custo-benefício é real. Veja!

Conta com ótimos preços

A primeira vantagem, sem dúvidas, é o preço do papel de parede. Devido à diversidade de modelos disponíveis e à possibilidade de comprá-los tanto em lojas físicas quanto em lojas online, dá para encontrar valores bastante acessíveis. Para completar, você não compra folhas separadas, mas adquire um rolo que pode ter desde 1 metro de comprimento até 10 metros.

Rolo de papel de parede | Blog da Tenda

Papel de parede é um recurso decorativo de ótimo custo-benefício.

Essa variedade de metragens existe justamente para facilitar as mudanças que você quer no seu apartamento. Afinal, há quem só queira cobrir uma parede no cômodo — e, às vezes, apenas metade dela. Já outras pessoas querem revestir todas as paredes do ambiente, inclusive o teto. Ou seja, as possibilidades são inúmeras, e é possível encontrar produtos que atendam a todas elas!

Dispensa mão de obra

Outro ponto benéfico do papel de parede é que ele dispensa mão de obra. Ou seja, não é preciso contratar alguém para aplicá-lo na parede, como geralmente acontece quando se deseja pintá-la — que é um trabalho mais cansativo e que exige tanto domínio de ferramentas (pincéis, rolos, lixas, solventes etc.) quanto conhecimento sobre os tipos de tinta.

Casal instalando papel de parede | Blog da Tenda

Instalar o papel de parede é simples e dispensa mão de obra especializada.

 

Você mesmo pode fazer a aplicação, principalmente dos modelos autocolantes — dos quais falaremos mais a frente —, que ganharam o mercado e estão cada vez mais em alta pela simplicidade de manipulação e por causarem zero bagunça no cômodo.

Reveste diferentes superfícies

Fora o custo, que é bem em conta, e o fato de não demandar uma mão de obra especializada para aplicá-lo, há outro excelente benefício do papel de parede: ele não cobre apenas paredes. Sim, isso mesmo que você leu! Apesar do nome, esse produto pode ser aplicado sobre diferentes superfícies, como móveis, eletrodomésticos, portas, portões, janelas e diversos revestimentos (azulejos, pastilhas e ladrilhos hidráulicos).

Cômoda revestida com papel de parede florido | Blog da Tenda

Renove móveis e superfícies desgastadas revestindo-os com papel de parede.

 

Ou seja, ele é multifunção! Portanto, dá para usá-lo não só para mudar a decoração dos ambientes, mas também para repaginar inúmeras coisas do seu lar que já estão com aquele aspecto mais desgastado ou mesmo envelhecido, evitando, assim, gastar com pintura e troca de peças.

Facilidade de limpeza

Nós já mencionamos no primeiro tópico, mas vale a pena reforçar aqui: o papel de parede é bastante fácil de ser higienizado. Caso você opte pelo modelo vinílico, por exemplo, pode lavá-lo com uma esponja macia e sabão neutro.

Caso a sua escolha seja algum dos outros modelos, basta usar um pano de microfibra levemente umedecido para retirar qualquer sujeira que possa se acumular sobre ele.

Lembrando que, se o produto estiver em ambientes mais movimentados da residência, como a sala ou a cozinha, a limpeza pode ser feita a cada 15 dias. Agora, se ele estiver nas paredes dos dormitórios, a rotina de limpeza pode ter um intervalo maior, sendo feita a cada 30 dias.

Praticidade para trocar

Por fim, a última vantagem que vamos listar é a praticidade de trocar o papel de parede caso deseje substituí-lo por outro ou simplesmente queria removê-lo. Basta usar uma espátula para descolar uma das quatro pontas dele e puxá-lo no sentido contrário ao qual foi aplicado. Bem simples, não é?

É possível aproveitar essa praticidade para dar uma cara nova aos ambientes da sua casa a cada estação. Por exemplo, você pode usar cores mais quentes e com ilustrações que remetem à natureza no verão e na primavera. Já no outono e no inverno, por outro lado, pode aplicar papéis de parede com tons mais suaves ou neutros e com padronagens que simulam madeira. Dessa forma, os espaços ficam mais convidativos e acolhedores nos dias frios.

Descubra as melhores opções para cada cômodo

Fora o que já falamos, também reunimos neste post algumas das principais tendências de decoração usando papel de parede. Afinal, com a praticidade e a versatilidade desse produto, era de se esperar que ele se tornasse bastante popular e acabasse aparecendo com frequência no design de interiores — e dito e feito!

Sala de estar com papel de parede de folhas | Blog da Tenda

Papel de parede com estampas florais transformam o ambiente.

 

Hoje, para muitos arquitetos, designers e decoradores, ele é um item que não pode faltar nos projetos de décor para deixá-los mais autorais, cheios de referência e criatividade. Por isso, veja algumas sugestões de uso para cada cômodo e se inspire!

Papel de parede que simula revestimentos na sala

Na sala, é interessante optar por um modelo de papel de parede que simule outros revestimentos, como o tijolo aparente, o granito, o mármore, o cimento queimado e o painel de madeira. Essa é uma opção simples e eficaz para reproduzir o mesmo efeito que esses produtos provocam nos ambientes, mas sem precisar comprar material, contratar pedreiro e, inclusive, interditar um recinto da casa que você usa muito (como o quarto) por conta de entulhos — detalhes que podem tirar o seu sossego e estourar o seu orçamento.

Papel de parede que substitui peças da mobília no quarto

Uma das tendências do design de interiores para o quarto de casal é substituir a tradicional cabeceira por um papel de parede de alto-relevo. Dessa forma, você ganha espaço com a retirada dessa peça da mobília e ainda pode personalizar essa área do quarto com frequência, explorando diferentes estilos de décor ou cores e ilustrações.

Papel de parede que moderniza móveis na cozinha e na área de serviço

Na cozinha e na área de serviço, por outro lado, você pode modernizar os móveis com o papel de parede. Essa é uma boa alternativa para disfarçar as peças que têm riscos e manchas aparentes, que comprometem a estética, e, de quebra, ainda deixa os recintos mais dinâmicos. Para isso, é possível revestir o fundo de nichos nas paredes, as portas dos armários, as laterais das gavetas, a bancada do mobiliário e muito mais.

Cozinha com papel de parede vinílico | Blog da Tenda

O papel de parede vinílico é ideal para a área de serviço, cozinha e banheiro.

Papel de parede que cobre revestimentos frios no banheiro

Já no banheiro, você pode utilizar o papel de parede para repaginar os revestimentos frios do espaço (como o azulejo, o ladrilho e as pastilhas). Dá para cobri-los totalmente, apenas metade ou só as áreas próximas aos nichos e à bancada da pia, por exemplo. Essa, inclusive, é uma ótima medida para trazer cor aos banheiros mais neutros.

No entanto, atenção: nada de colocar o produto dentro do box para não danificá-lo. Por mais que o modelo vinílico permita o contato com a água, é preciso ter em mente que essa área fica constantemente úmida e sofre alteração de temperatura, o que pode danificar o revestimento depois de algum tempo.

Entenda como escolher o melhor papel de parede

Até aqui, a gente falou sobre os tipos de papel de parede que existem no mercado, os benefícios de usá-lo na decoração e até mesmo como inseri-lo nos mais diferentes ambientes a fim de deixá-los cheio de vida e personalidade. Agora, vamos tratar de algumas dicas essenciais para garantir que você escolha o melhor modelo para o seu lar. Tome nota de quais são elas e evite erros nesse momento de decisão!

Analise o estilo de décor do imóvel

A primeira dica é bem simples: analise qual é o estilo de décor da sua casa, pois ele funciona como um ótimo indicativo de que tipo de papel de parede você deve comprar.

Por exemplo, se os cômodos seguem uma decoração industrial ou rústica, que são conhecidas pelo visual mais cru causado pela ausência de acabamento da obra, é uma boa ideia apostar nos modelos que simulam revestimentos reais, dos quais já falamos aqui.

Agora, se eles seguem os estilo vintage e retrô, que adotam a estética dos anos 20 a 80, é interessante investir em papéis de parede com estampas geométricas e listras.

Avalie se o papel de parede será a peça-chave do ambiente

Após bater o martelo sobre a influência do estilo de décor sobre a escolha do papel de parede, é hora de decidir se ele será a peça-chave do cômodo ou apenas um detalhe na composição do ambiente.

Isso é importante para evitar que o espaço fique sobrecarregado de tanta informação e acabe causando desconforto em você e na sua família. Por essa razão, lembre-se sempre da seguinte regra: se o ambiente é mais neutro e não conta com poucos acessórios decorativos, vale a pena um papel de parede de destaque.

Agora, se o recinto já tem paleta de cores mais fortes, acessórios decorativos imponentes e móveis robustos e com bastante adornos, o melhor é optar por um papel de parede mais discreto, que fique em segundo plano.

Atente às cores dos modelos disponíveis

A terceira dica tem a ver com as tonalidades do papel de parede. Afinal, não será qualquer modelo que vai ornar com a ambientação da sua casa. Para que isso aconteça, é preciso que ele harmonize com os elementos do local, o que só será possível se todos compartilharem das mesmas nuances ou combinações de tons.

Ambiente com papel de parede | Blog da Tenda

Atente-se as cores dos móveis na hora da escolha do papel de parede.

 

Parece difícil? Pois saiba que não é! Vamos dar um exemplo para facilitar: imagine que as cores das paredes do imóvel sejam rosa pêssego e bege. Nesse caso, o modelo escolhido deve criar uma unidade visual com elas. Para tanto, basta escolher um papel de parede de tonalidades caramelo ou rosa areia.

Uma boa sugestão é utilizar aplicativos de decoração para achar com mais facilidade essas combinações e descobrir quais cores estão em alta na arquitetura!

Leve em conta as possíveis estampas

Fora as tonalidades, o estilo de décor e o potencial protagonismo do papel de parede, não deixe de analisar as estampas que o modelo escolhido dispõe. O motivo disso é simples: se a padronagem for muito exagerada ou chamativa, pode destoar do ambiente e sobrecarregar o cômodo.

Por isso, o mais indicado é optar por versões com estampas minimalistas que, além de serem discretas e esteticamente bonitas, harmonizam com mais facilidade com outros objetos decorativos, como quadros, almofadas, tapetes, vasos com plantas etc.

Considere os seus gostos pessoais

Por fim, mas não menos importante, não deixe de considerar os seus gostos pessoais na hora de escolher um papel de parede. Isso porque há vários modelos que contam com desenhos e ilustrações que fazem referência à cultura pop, ao cinema, à gastronomia, a programas de TV, a diferentes países etc.

Ou seja, dá para eleger uma versão que ajude a contar a sua história, as suas vivências e os seus gostos, fazendo com que o seu lar tenha um toque muito mais pessoal e original.

Quer um exemplo? Imagine que você seja uma daquelas pessoas que ama café e não começa o dia sem tomar, pelo menos, uma xícara. Nesse caso, dá para pegar um espaço da cozinha e personalizá-lo para ser o cantinho do café.

Para isso, além de deixar uma prateleira ou uma mesa com cafeteira, talheres, coadores e afins, você pode revestir a parede com um modelo com padronagem que remete justamente à bebida. Que tal?

Saiba como aplicar o papel de parede corretamente

Para concluir o nosso post, neste tópico vamos ensinar como aplicar corretamente o papel de parede. Afinal de contas, quem não tem costume, ou nunca teve contato com o produto, pode ter medo de fazer algo errado durante o processo de revestir a parede e acabar estragando ou desperdiçando o material.

Por isso, não se desespere! Abaixo, nós reunimos os dois formatos mais populares de colagem e explicamos o passo a passo de cada um deles. Basta ler ambos com calma e seguir as nossas instruções para fazer tudo certo, OK?

Versão para colagem

A versão para colagem é o formato tradicional de papel de parede. No entanto, esse modelo vem caindo em desuso nos últimos anos por ser mais trabalhoso de aplicar e necessitar de outros materiais para que possa revestir uma superfície — e ali permanecer. Se por acaso você escolheu esse tipo, fique atento ao nosso passo a passo para não errar nenhuma etapa do processo de colagem!

A primeira coisa a fazer é preparar a cola. Para tanto, você deve colocar três litros de água em uma bacia de tamanho médio e acrescentar a cola, que é vendida em pó em embalagens que variam de 10 g a 100 g. Feito isso, mexa os ingredientes até virar uma mistura homogênea — essa é uma tarefa que pode levar alguns minutos, mas é essencial.

Mulher instalando papel de parede autocolante | Blog da Tenda

É muito prática a instalação do papel de parede.

 

O próximo passo é tirar as medidas da parede e recortar os pedaços do papel de parede para cobri-la. A partir daí, com a ajuda de um pincel, você espalha a cola por toda a parte de trás do produto, sem exagerar na quantidade para não danificá-lo.

A etapa seguinte é colocar o papel de parede de baixo para cima, indo do piso até o teto. Caso sinta dificuldade em manejá-lo na hora da colagem, uma boa ideia é contar com ajuda. Dessa forma, você o aplica na superfície e a outra pessoa usa uma espátula para levá-lo em sentido vertical até a ponta do teto, evitando que ele amasse, rasgue ou mesmo fique com bolhas de ar.

Versão autocolante

A versão autocolante, por sua vez, dispensa a necessidade de cola e, inclusive, de acessórios para a aplicação. A razão disso é que a parte de trás do papel de parede é adesiva. Logo, basta retirar a película protetora e cobrir a superfície que você deseja. Rápido e extremamente prático, não é? Porém, se você nunca fez esse processo antes, não se preocupe!

Há um passo a passo simples que pode facilitar a colagem do produto, especialmente em superfícies grandes, como as paredes. O primeiro passo é começar aplicando o produto de baixo para cima, assim como é feito no modelo anterior. Nessa etapa, você pode contar com uma espátula pequena para garantir que a adesão do papel de parede ao local seja total e não apareçam marcas ou bolhas de ar.

Ao chegar ao teto, basta utilizar um estilete para cortar e retirar a parte restante. A partir daí, você repete o processo em sentido horizontal, sempre lembrando de igualar as estampas e as ilustrações para que o visual final fique impecável!

Como você viu, o papel de parede é um produto simples e com um excelente custo-benefício, que é capaz de transformar qualquer residência com cores, estampas, ilustrações e texturas diferentes. Não é à toa que cada vez mais pessoas recorrem a ele para mudar a decoração da casa e deixá-la mais bonita, convidativa e com um toque de criatividade que faz toda a diferença nos ambientes. Portanto, está na hora de você também explorá-lo — basta seguir as dicas deste post para que tudo saia dentro do esperado!

Gostou do post e quer ficar por dentro de outras dicas de decoração para apartamento? Então, não perca tempo e assine agora mesmo a nossa newsletter!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.