Você também gasta mais no fim de ano? Por ser uma época de festa, é comum que muitas pessoas façam mais compras nos últimos meses do ano. No entanto, a falta de planejamento e o descontrole financeiro podem trazer consequências mais sérias, resultando até mesmo em um nome negativado.

Além disso, sabemos que a chegada do início de ano traz algumas contas e despesas, como o IPVA, o IPTU, o material escolar e por aí vai.

É claro que você não quer estragar a festa e passar pelo sufoco de ter o seu nome negativado nessa época tão especial, certo? Para ajudar você, vamos mostrar como evitar isso nas compras de fim de ano. Confira!

O que é nome negativado?

O que é nome negativado | Foto de uma pessoa fazendo contas | Como limpar o seu nome | Eu Dou Conta

Para começo de conversa, ter o nome negativado significa que você deixou de pagar alguma despesa, como a conta de água, energia, internet ou a fatura do cartão de crédito, por exemplo, e o credor incluiu seu nome na lista de devedores em um birô de crédito.

Em outras palavras, quando você atrasa o pagamento de uma conta, a empresa a que você ficou devendo impõe uma data-limite para você quitar a dívida. Mas se mesmo assim você não cumpre o combinado, ela registra seu CPF em um órgão de proteção ao crédito, como a Serasa ou o SPC.

Em alguns casos, a pessoa pode ter esquecido de pagar o boleto e nem saber que está com o nome negativado. Porém, ao cair nessa situação, é muito difícil conseguir comprar normalmente e ter crédito aprovado, seja para um empréstimo ou um financiamento ou para abrir uma conta no banco, por exemplo.

Saiba como evitar o nome negativado nas compras de fim de ano

Como evitar o nome negativado nas compras de fim de ano | Foto de uma mulher sorridente segurando o celular e um cartão de crédito fazendo compras para o Natal | Como limpar o seu nome | Eu Dou Conta

Black Friday, décimo terceiro, Natal, Ano Novo…Vamos combinar que o fim do ano é uma época de muitos acontecimentos especiais, não é mesmo? E, por isso, é comum gastar um pouco mais do que o normal.

Porém, muitas pessoas acabam se perdendo nas compras e acumulando dívidas que, quando não são pagas, podem deixar o nome negativado. A partir disso, é fácil imaginar o que pode acontecer, certo? Contas a pagar, restrições de crédito, corte de serviços e muitos outros problemas.

Portanto, é de extrema importância se preparar para o fim de ano sem deixar que as dívidas atrapalhem esse encerramento de ciclo, além do ano novo que está por vir.

E aí, quer se organizar para as compras sem se endividar? Estamos aqui pra ajudar você! Confira as dicas que separamos e prepare-se para ter um feliz 2023!

1. Planeje-se para evitar o nome negativado

O primeiro passo para quem quer ficar em dia com as contas e começar o ano com o pé direito é se planejar para as compras de fim de ano. Seja para comprar os presentes de Natal, itens de decoração ou alimentos e bebidas para as comemorações, tudo isso precisa estar previsto no seu orçamento.

Logo, uma boa dica é criar uma tabela com tudo o que você ganha e gasta no mês. Isso porque, mesmo que você se organize para as compras de fim de ano, é necessário se planejar também para as contas fixas, que são aquelas que você paga todo mês. Alguns exemplos de gastos mensais são: fatura do cartão de crédito, conta de água, internet, a mensalidade do seguro, e por aí vai.

Inclusive, deixar de pagar essas contas fixas pode levar à inclusão do seu nome em um órgão de proteção ao crédito. Portanto, é essencial adicionar esses custos no orçamento, além dos gastos com as compras que você está planejando fazer.

Você pode usar uma planilha, aproveitar sites e aplicativos ou até mesmo anotar tudo em um papel. O que importa é ter uma visão clara de quanto você ganha e quanto será necessário desembolsar sem comprometer suas finanças.

2. Controle suas despesas

Você é daqueles que não pode ver uma promoção que já quer sair comprando a loja toda? Muita calma nessa hora! A vontade de fazer compras, principalmente no fim de ano, é enorme, mas é preciso tomar cuidado para não se endividar.

Em muitos casos, o risco de gastar mais do que se tem e ficar com o nome negativado está na forma como você compra. Na mesma linha, gastos desnecessários são os maiores causadores desse problema.

Por isso, sempre avalie se o que você deseja comprar é realmente necessário. Se for, inclua esse gasto no seu planejamento financeiro, para evitar que a compra bagunce o seu orçamento e vire uma dívida.

3. Tenha cuidado ao usar o cartão de crédito

Ele é aquele amigo que sempre nos ajuda quando mais precisamos. Porém, quando não é usado da forma certa, pode se tornar um dos grandes vilões da vida financeira. Se você pensou no cartão de crédito, acertou em cheio!

Afinal, se você não conseguir pagar o total da fatura fatura do seu cartão de crédito, terá que lidar com taxas de juros muito altas, o que pode piorar muito sua situação. Logo, aumentando o risco de ter seu nome negativado.

Então, o ideal é que você use o cartão de crédito apenas em momentos de real necessidade ou quando o uso trouxer benefícios, como no caso de compras que geram pontos para você trocar por produtos ou milhas aéreas, por exemplo.

Além disso, nada de usar todo o limite disponível, combinado? Pois se o limite for maior do que o valor que você tem em conta para pagar, você vai acabar se endividando.

4. Atente-se para a data de vencimento das contas

Essa dica é válida tanto para suas contas fixas quanto para as despesas variáveis, ou seja, todas as compras que não fazem parte do seu orçamento mensal.

Quando elas vencem em datas diferentes, pode ser mais fácil esquecer de fazer o pagamento, o que gera cobrança de juros altos. O resto você já sabe, né?

Portanto, tenha um controle da data de vencimento das suas contas fixas assim como das despesas extras.

5. Evite parcelar

Se não for possível parar de usar o cartão de crédito, o ideal é que as compras sejam feitas à vista ou apenas em duas parcelas, no máximo.

Afinal, essas compras podem comprometer boa parte da sua fatura, o que não é legal. Lembre-se: o cartão de crédito deve ser usado para levar benefícios para você, e não para criar problemas.

6. Faça uma reserva de emergência

Você tem o hábito de poupar dinheiro? Se a resposta for não, então está mais do que na hora de começar a montar sua reserva de emergência!

Basicamente, a reserva de emergência é um dinheiro guardado para lidar com imprevistos, daí o nome. Em resumo, ela deve cobrir seu custo de vida caso você perca a sua principal fonte de renda ou tenha gastos maiores do que o normal.

Logo, fazer uma reserva de emergência vai ajudar você a evitar qualquer gasto extra com compras e, consequentemente, diminuir as chances de ter seu nome negativado.

Em geral, a reserva de emergência deve equivaler a pelo menos três meses da sua renda mensal. Mas você não precisa juntar toda essa quantia de uma vez. O mais importante é começar a guardar um pouco todo mês para usar caso algum imprevisto apareça.

7. Siga o plano à risca

De nada vai adiantar montar seu orçamento financeiro se você não seguir o que está propondo para si mesmo. Portanto, compare o que você planejou com o que realmente foi gasto. Assim, se algo tiver saído do seu controle, você vai ter a oportunidade de retomar o caminho das finanças equilibradas.

Seguindo o seu planejamento da forma certa, evitando qualquer tipo de gasto desnecessário, pagando as contas em dia e tomando cuidado com o cartão de crédito, você vai conseguir comemorar o fim de ano sem preocupações!

Como saber se meu nome está negativado?

Negativação | Foto de uma mulher segurando um celular | Eu Dou Conta

Se você deixou de pagar alguma conta no prazo, é muito provável que a empresa credora tenha negativado seu nome. Para fazer isso, ela inscreve seu CPF na lista de inadimplentes de algum birô de crédito. Os mais conhecidos são a Serasa, o SPC Brasil e o Boa Vista SCPC.

E aí, se acontecer de você solicitar um financiamento com um banco ou um novo cartão de crédito, por exemplo, a instituição financeira irá checar seu histórico financeiro nos sites dessas instituições. O resultado é que provavelmente seu pedido será negado.

Porém, você também pode consultar seu próprio CPF para descobrir se está ou não com o nome negativado. Essa consulta, muito simples e rápida, permite que você entenda como anda sua saúde financeira.

Você consegue fazer a consulta gratuita no site da Serasa ou do Boa Vista SCPC. Só é preciso preencher um breve cadastro com algumas informações e pronto!

Outra opção é o site do SPC Brasil, no qual é possível encontrar informações bem completas a respeito de um nome, como a quais empresas está devendo e quais contas deixou de pagar, por exemplo. Mas para fazer a consulta é preciso pagar uma taxa.

Acima de tudo, não é necessário consultar o nome em todos esses sites. Apenas um já é o suficiente para descobrir se a pessoa está com dívidas para já começar a planejar as melhores formas de limpar o nome.

O que acontece quando o nome é negativado?

Consequências da negativação | Foto de uma mulher olhando preocupada para o celular | Eu Dou Conta

Ao ter o nome negativado, você poderá enfrentar muitos problemas na sua vida financeira. As duas principais consequências são a diminuição da pontuação de score, que leva diretamente à segunda consequência: a dificuldade para conseguir crédito.

Um exemplo muito comum é a solicitação de financiamento. Ao fazer a análise de crédito, o banco ou a empresa credora verifica seu histórico financeiro. Caso identifiquem que você está com o nome negativado, suas chances de aprovação são muito baixas, pois a instituição entende que você apresenta riscos de ser um cliente inadimplente.

Em muitos casos, a aprovação de crédito depende da sua pontuação de score. Se ela estiver baixa, o banco não vai liberar a solicitação.

Na maioria das vezes, você não tem acesso a nenhum tipo crédito até pagar sua dívida e limpar seu nome. Ou seja, não vai ser possível parcelar uma compra, usar o cartão de crédito, abrir uma nova conta e fazer empréstimos e financiamentos. Complicado, né?

E isso não vale apenas para bancos e financeiras, mas também para empresas com crediários próprios, como lojas de departamento e supermercados.

É possível fazer empréstimo para negativado?

Muitas pessoas veem no empréstimo uma oportunidade para quitar as dívidas e limpar o nome de vez, mas não sabem se é possível conseguir esse crédito por estar com o nome negativado.

A resposta é sim, algumas instituições são especializadas em oferecer crédito para negativados, liberando empréstimo mesmo para quem está com o CPF restrito.

Entretanto, é sempre muito importante analisar as opções com calma para não cair em armadilhas e golpes financeiros, que podem piorar ainda mais a situação.

Se você perceber que o empréstimo tem taxas de juros ou multas altíssimas, talvez o empréstimo para negativado não seja a melhor opção.

O que fazer quando o nome está negativado?

O que fazer quando o nome está negativado | Foto de uma mulher organizando suas finanças | Como limpar o seu nome | Eu Dou Conta

Você fez a consulta e descobriu que está com o nome negativado? Nada de pânico! É possível resolver essa situação e ficar bem longe das dívidas. Saiba como!

Descubra quais são as suas dívidas

O primeiro passo para limpar seu nome é entender quais dívidas você possui, para quem está devendo, os valores atuais e o custo com multas e juros. Também é importante verificar o tempo de atraso de cada conta.

Assim, você garante que não está esquecendo de nenhuma conta atrasada que não lembrava e pode entender a real dimensão do problema.

Faça um planejamento financeiro

Aqui, a ideia é simples: liste quanto você ganha por mês (o valor líquido, ou seja, o que de fato entra na sua conta depois dos descontos), o custo dos seus gastos fixos (aqueles que precisam ser pagos mensalmente) e o valor das suas dívidas.

É importante ressaltar que os gastos fixos devem ser pagos na data certa, para não se tornarem novas dívidas e atrapalharem ainda mais sua vida financeira, ok?

Depois de organizar suas contas, será mais fácil entender o que pode estar desequilibrando seu orçamento, cortar gastos desnecessários, reduzir custos (mudar de plano de celular ou de operadora de TV, por exemplo) e destinar a quantia necessária para quitar suas dívidas.

Avalie trocar de dívida

Se você está uma dívida de juros altos em aberto, é possível trocar essa dívida por outra com juros menores. Essa opção é oferecida por algumas empresas e pode ajudar você a pagar as contas para limpar seu nome!

Para isso, procure a instituição financeira a que está devendo e peça a troca de dívida, principalmente se você tem dívidas de cartão de crédito e cheque especial.

Fique de olho nas ações “limpa nome”

Você sabia que os principais órgãos de proteção ao crédito que citamos aqui oferecem feirões para quitar dívidas e limpar o nome?

Um dos mais famosos é o Feirão Limpa Nome da Serasa, que acontece todos os anos. A grande vantagem de participar desses eventos é conseguir bons descontos e ofertas únicas. Por isso, vale a pena se informar para saber quando essas ações acontecem.

Negocie com as empresas

Acima de tudo, boa parte das empresas está aberta a negociar dívidas. Afinal, elas querem resolver essa pendência tanto quanto o devedor. Por isso, se você estiver nessa situação, pode (e deve) negociar com a empresa buscando as melhores condições para o seu bolso.

Proponha valores que você pode pagar, peça por opções de pagamento com prazo (como um parcelamento) e veja se você consegue descontos, que te ajudem a resolver o problema de uma vez por todas.

Se os valores não forem interessantes, você pode fazer contrapropostas ou recorrer ao empréstimo para negativado, desde que as condições não deixem você ainda mais endividado. O mais importante é fazer um acordo justo e que resolva os problemas.

Quanto tempo leva para o limpar o nome?

Quanto tempo leva para limpar o nome | Foto de um calendário, moedas e calculadora | Como limpar o seu nome | Eu Dou Conta

Conseguiu pagar a dívida? Maravilha! Esse é um passo muito importante para ficar com o nome limpo. Mas afinal, em quanto tempo o nome deixa de ficar negativado?

Após a confirmação da baixa do pagamento, ou seja, de que o valor já foi recebido pelo destinatário, a empresa credora tem até cinco dias úteis para remover o nome do devedor da lista de negativados.

Em outras palavras, se o devedor já quitou a dívida, é necessário aguardar cinco dias úteis para ver o nome limpo novamente. Se o acordo foi para a dívida ser paga em parcelas, o CPF sai da restrição após o pagamento da primeira prestação.

Vale lembrar que boletos ou cheques podem demorar um pouco mais para compensar o valor, por isso é importante se atentar para esse detalhe.

Caso isso não aconteça no prazo determinado, o devedor tem o direito de pedir a exclusão do seu nome nos órgãos de proteção ao crédito ou pode entrar em contato com a empresa.

E aí, preparado para aproveitar o fim de ano com tranquilidade? Para ler mais conteúdos como este, é só continuar de olho nas dicas do Eu Dou Conta!

Sobre o Eu Dou Conta

O Eu Dou Conta é uma plataforma de educação financeira que ajuda quem está negativado a sair do vermelho, conseguir juntar uma renda extra e lidar melhor com o dinheiro.

Nós da Construtora Tenda criamos esse projeto para colocar ao alcance de todo brasileiro informações importantes sobre finanças. Queremos mostrar que o dinheiro não precisa ser um problema, mas sim um caminho para alcançar seus objetivos.

Por isso, nosso blog segue uma “trajetória” de conteúdos. Explicamos desde os conceitos iniciais, como negativação e score de crédito, até as principais dúvidas sobre dívidas, como empréstimos e cheque especial. Claro que você também poderá encontrar sempre por aqui dicas sobre como economizar.

Tudo isso em uma linguagem acessível e, por que não, divertida. Queremos que as pessoas aprendam cada vez mais, tirem suas dúvidas e, quem sabe, consigam dar o próximo passo, começando a poupar para, então, realizar sonhos como o da casa própria.

A Tenda é uma grande parceira dos programas habitacionais do governo federal, como o Casa Verde e Amarela, substituto do Minha Casa Minha Vida. Isso quer dizer que, com a gente, o sonho da casa própria está mais próximo do que você imagina.

Pode acreditar: já ajudamos mais de 130 mil famílias brasileiras a conquistar a casa própria por meio das nossas parcerias. Com mais de 50 anos de história, a Construtora Tenda está presente em nove estados e até mesmo na B3, a Bolsa de Valores do Brasil. Então nossa última dica vai direto pra você que quer ter um cantinho só seu: aproveite para conhecer a nossa Loja Virtual e encontrar um apartamento com a sua cara!