Infelizmente, ficar com o nome sujo porque não consegue pagar as dívidas é um problema comum entre os brasileiros. Porém, muitas pessoas não sabem se estão com o nome limpo ou se já estão num cadastro de inadimplentes com CPF negativado. Quer descobrir como está a sua situação e como melhorá-la? É só continuar a leitura desse post!

Esse conteúdo também está disponível na versão podcast. Aproveite a praticidade do áudio que preparamos para você. Para ouvir é só clicar no play!

O que significa estar com o nome limpo ou nome sujo?

Nome limpo e nome sujo | Como limpar o seu nome | Eu Dou Conta

Ter o nome sujo ou o CPF negativado é o que ocorre quando não pagamos alguma conta dentro da data prevista. Além disso, quando deixamos de pagar parcelas, a fatura do cartão de crédito, fornecemos um cheque sem fundo ou então temos uma dívida protestada em cartório. Então, a empresa a quem você deve cadastra o seu nome na base de inadimplentes de algum órgão de proteção ao crédito, como o Serasa.

Mas, vale ressaltar que, antes de entrar nessa lista, você recebe um comunicado, seja por carta ou um e-mail. Essa mensagem informa sobre a pendência financeira com determinada empresa e o prazo em que seu nome será incluído no cadastro de pessoas inadimplentes. Após esse período, a falta de pagamento deixa o seu nome sujo.

Essa situação pode deixar a sua vida financeira mais complicada. Você poderá ter dificuldades em conseguir um empréstimo, por exemplo. Outra consequência é que deverá pagar taxas de juros mais altas se obtiver um crédito.

Existem muitos motivos que levam as pessoas a ficarem inadimplentes. Por exemplo, a perda de um emprego e descontrole das finanças. O importante, porém, é sempre buscar resolver essa situação.

Por que devo limpar o meu nome?

Negativado | Como limpar o seu nome | Eu Dou Conta

Em primeiro lugar, não estar com o nome limpo significa que você terá que lidar com as restrições que essa situação traz. É comum surgir a dúvida se é possível conseguir um empréstimo, cartão de crédito ou financiamento em alguma instituição bancária quando se está com o nome sujo, por exemplo. A resposta pode até ser sim, mas ter o nome negativado pode reduzir (e muito) as chances de aprovação.

Ao ficar com o nome sujo, seu score de crédito, ou seja, sua pontuação, cai rapidamente. E é essa pontuação que indica para o mercado se você é um bom pagador. Isso porque, na análise de crédito, as instituições costumam analisar o perfil financeiro de cada pessoa. Ao identificar que as suas contas não estão em dia, a empresa pode entender que é arriscado oferecer crédito a você e, por isso, recusar o pedido.

Ainda mais, consumidores com nome sujo também podem ser impedidos de fazer compras parceladas, abrir uma nova conta corrente e enfrentar maiores dificuldades para realizar matrícula em instituições de ensino particulares, como escolas e faculdades.

Basicamente, estar com o CPF negativado nessas listas complica a obtenção de muitos serviços. O crédito pode ser negado ou sair com taxas mais altas do que as conferidas a quem não está nelas. Da mesma forma, a pessoa pode não conseguir alugar um imóvel que estava interessada.

Existem muitos motivos para você querer limpar seu nome e ficar livre das dívidas. Para te ajudar a entender a importância de manter o nome limpo, listamos alguns dos problemas que você pode ter por estar negativado.

Problemas com serviços bancários

Como você viu, o banco pode impedir a abertura de novas contas correntes, bloquear seu cheque especial e negar novos cartões de crédito. Ele só não pode cancelar serviços já contratados.

Dificuldade na renovação de matrícula

Pode ser difícil continuar indo à faculdade com o nome negativado. Você não pode ser impedido de assistir aulas ou fazer as provas no período em que você está matriculado, mas você pode ter uma nova matrícula negada.

Fator de exclusão de concursos públicos

Alguns concursos públicos, em especial aqueles para órgãos financeiros, pedem que o candidato tenha o nome limpo.

Análise de crédito dificultada

Como falamos acima, com o nome negativado, pode ser difícil ter uma análise de crédito aprovada, seja para alugar um imóvel, financiar um carro, contratar um serviço de cartão de crédito ou comprar no crediário.

Viu só como limpar o seu nome é importante? Um CPF cheio de restrições fecha várias portas na sua vida. Por isso, vamos te ajudar a resolver essa situação, um passo de cada vez!

Como saber se meu nome está limpo?

Consultar CPF | Eu Dou Conta

Antes de mais nada, você deve estar se perguntando: “mas como saber se meu nome está sujo?”. Nada de pânico! Para isso, você deverá consultar o site do Serasa, do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) ou Boa Vista SCPC. Mas não precisa olhar em todos não, ok? Um já é suficiente! Veja a seguir como acessar cada uma dessas plataformas.

Serasa

O Serasa oferece consulta gratuita de CPF por meio do aplicativo e do site. É só clicar na opção “Consultar dívidas” para fazer um cadastro com seus dados pessoais, criar uma senha e confirmar o e-mail. Após o registro, basta ir até o painel “Pendências” para ver as informações.

O site mostra a empresa que cadastrou a dívida, o valor e as datas de vencimento original e de disponibilização no sistema. Ao longo do ano, você também pode acessar ofertas para quitação dos débitos no Feirão Limpa Nome. Já a consulta de CNPJ, que normalmente é paga, pode ser liberada em datas específicas, como a Black Friday.

SPC Brasil

Também é possível consultar CPF online na base da SPC Brasil, mas é necessário pagar uma taxa. O serviço é oferecido via aplicativo ou site e requer um registro que inclui documentos, telefone e endereço completo. Apesar do pagamento, a consulta dá direito a visualizar informações mais completas que vão além do registro de inadimplência e de protestos e cheques devolvidos.

É possível ver, por exemplo os dados cadastrais detidos por empresas associadas, incluindo os últimos endereços e telefones, descobrir todas as consultas feitas ao CPF nos últimos seis meses e eventuais créditos concedidos, além de ter acesso a informações do Poder Judiciário.

Boa Vista SCPC

Por último, a Boa Vista disponibiliza consulta de graça ao banco de dados da SCPC no site Consumidor Positivo, que também tem versão para celular. A plataforma também requer uma conta com CPF e outros dados pessoais, além de e-mail e senha de acesso.

Depois, só é preciso conferir o box “Dívidas” para saber a quantidade de pendências no seu nome. A ferramenta separa os atrasos entre os que estão visíveis e invisíveis para o mercado, a depender da data da ocorrência, incluindo valores e a empresa responsável pelo cadastro. Além disso, mostra se há registro de cheques devolvidos e protestos.

Como limpar o nome?

Limpar o nome | Eu Dou Conta

Fez a consulta e descobriu que existem pendências em seu nome? Vamos nessa juntos! Confira a seguir o passo a passo para limpar o nome!

Conheça o tamanho das suas dívidas

O primeiro passo para quitar os seus débitos e ter o nome excluído das listas dos serviços de proteção ao crédito é conhecer a real dimensão das suas dívidas. Por isso, liste todas as contas em atraso, incluindo os valores atuais, as multas e os juros. Aqui, não se esqueça de verificar também qual é o tempo de atraso de cada conta.

Além das dívidas que você já sabe que estão atrasadas, é preciso verificar se não há nenhuma conta pendente por puro esquecimento.

Faça um planejamento financeiro para ficar com o nome limpo

Esse passo vai te acompanhar (e te ajudar) para o resto da sua vida. Para conseguir quitar as dívidas pendentes sem fazer novas despesas, é preciso organizar o orçamento e pagar os possíveis acordos em dia. Em outras palavras, você precisa saber muito bem seus ganhos e gastos para poder cortar despesas desnecessárias e entender quanto você pode usar por mês para pagar dívidas.

O recomendável é que o total devido por mês (contando todas as parcelas de negociações) nunca ultrapasse 30% da sua renda. Caso contrário, você corre o risco de não pagar o acordo e entrar em uma bola de neve de endividamento.

Portanto, analise as contas e veja o que pode estar desequilibrando o seu orçamento. Se for preciso, reduza planos de internet ou TV a cabo, por exemplo. Também confira quanto gasta com supermercado, para ver se é possível economizar.

Depois de limpar seu nome, é importante continuar anotando tudo que entra e sai nas suas finanças para evitar que você perca o controle delas de novo e volte para o ciclo do endividamento.

Avalie trocar de dívida

Essa estratégia é muito útil para quem tem dívidas com juros altos em aberto, como cartões de crédito e o cheque especial, que são as modalidades de crédito com as taxas mais altas no mercado. Nesse sentido, é possível trocar essa dívida por outra, com juros menores.

Assim, é possível pagar os valores em atraso com o dinheiro emprestado, limpar o nome e ficar apenas com a responsabilidade do pagamento das parcelas de um novo empréstimo.

Fique de olho nas ações de limpa nome

Alguns órgãos de proteção ao crédito, como o Serasa, estão sempre lançando ações para facilitar a quitação de dívidas dos consumidores, como o famoso Feirão Limpa Nome.

Nesses eventos, é possível conseguir descontos para pagar as pendências e também opções vantajosas de parcelamento. Por isso, vale a pena ficar de olho nessas ações para limpar o seu nome!

Entre em contato com as empresas para ficar com o nome limpo

Essa é a hora de entrar em contato com as empresas às quais deve e pergunte sobre:

  • O valor atualizado da dívida;
  • Total para pagamento à vista;
  • As opções de parcelamento;
  • Os possíveis descontos para uma negociação.

Anote todas essas informações. Se você tiver mais de uma dívida, procure priorizar aquelas que podem ser pagas de imediato e as com juros mais altos.

Negocie as suas dívidas e faça uma proposta

Depois de entender qual valor você poderá pagar por mês, envie a proposta para a empresa e aguarde o retorno. Boa parte das empresas está aberta à negociação. Afinal, você está demonstrando vontade de pagar a dívida, o que é importante para elas. Se a proposta for aprovada, é só seguir com o novo contrato.

Faça contrapropostas

Se as negociações oferecidas pelas empresas não forem interessantes, você pode enviar contrapropostas. Quando se trata de dívidas, é importante insistir na negociação até chegar a um acordo justo para ambos. Afinal, não adianta assumir outra dívida para pagar o que deve e acabar se enrolando de novo, piorando ainda mais a situação.

Em último caso, se as parcelas não couberem no orçamento e os juros forem muito altos, você pode buscar opções de empréstimo para negativados e tentar pagar tudo de uma vez, ficando com uma dívida mais barata no final.

Cumpra com o combinado

Fechou um acordo para pagar sua dívida? Então, cumpra com o combinado, pois atrasar uma parcela ou deixar de pagar permite que a empresa inseria seu nome nos serviços de proteção ao crédito novamente.

Além disso, você terá descontos menores e condições de pagamento piores em novas negociações. Portanto, somente se comprometa com um acordo que você sabe que pode pagar.

Veja seu nome limpo ser retirado das listas

Logo depois que você fizer o pagamento da primeira parcela da sua negociação, a empresa terá até cinco dias úteis para retirar o seu nome dos órgãos de proteção ao crédito.

Mas atenção: seu nome voltará ao cadastro se as outras parcelas do acordo não forem pagas. Então, na hora da proposta, tenha certeza de que poderá arcar com o valor combinado.

Foque no pagamento das dívidas para manter seu nome limpo

Por fim, depois de negociar suas pendências e enfim limpar seu nome, o foco da sua vida financeira deve ser o pagamento das dívidas.

Além de reorganizar o orçamento, você pode buscar fontes de dinheiro extra, reduzir gastos e simplificar seu padrão de vida, tudo para organizar as contas e atravessar a crise com mais tranquilidade.

Quanto tempo leva para ficar com o nome limpo?

Negativado | Eu Dou Conta

Agora, você já sabe que, após o pagamento do valor integral, da negociação à vista ou da primeira parcela do acordo negociado, a empresa tem até cinco dias úteis após a confirmação da baixa do pagamento para limpar o seu nome.

Caso isso não aconteça, você pode pedir a exclusão no serviço de proteção ao crédito ou falar diretamente com a empresa. Se mesmo assim o nome não for limpo, você pode entrar com uma ação judicial por negativação indevida.

Dicas para manter o nome limpo

Planejamento financeiro | Eu Dou Conta

Nome limpo, missão cumprida! Mas afinal, como nunca mais entrar no ciclo do endividamento? Conheça alguns dos hábitos que vão te ajudar a manter o controle da sua vida financeira.

Entenda seus gastos

Se você ainda não anota tudo que você gasta, essa é a hora de começar. Desse modo, você descobre com o que você mais gasta, além de saber o que é despesa fixa e o que é desnecessário e pode ser cortado. Para isso, você pode utilizar planilhas financeiras ou até mesmo aplicativos de finanças pessoais.

Tenha um planejamento mensal

Depois, baseado nos seus gastos, você deve planejar quanto quer gastar mensalmente com cada área da sua vida, como moradia, alimentação, lazer e prioridades financeiras. Agora que você já limpou seu nome, sua prioridade financeira pode ser poupar dinheiro, por exemplo.

Em resumo, o planejamento das suas finanças vai deixar claro onde você está exagerando ou o que você não está priorizando. Ainda mais, é interessante determinar uma porcentagem para cada tipo de gasto. A regra 50-35-15 é uma boa opção. Nela, 50% da sua renda são destinados para gastos essenciais, 35% para gastos pessoais e 15% para prioridades financeiras.

Siga o plano à risca para manter seu nome limpo

Não adianta deixar seu planejamento financeiro no papel, é preciso seguir ele à risca. Compare mensalmente o que você planejou e o que de fato foi gasto para saber onde está o problema das suas finanças. Além disso, não caia na tentação do cheque especial e cartão de crédito para comprar algo que não está planejado. Foco, foco e foco!

Tenha uma reserva de emergência

Por fim, é sempre bom se preparar para tudo! E se acontecerem imprevistos? Para que seu planejamento financeiro não vá por água abaixo, o primeiro destino do dinheiro das suas prioridades financeiras precisa ir para uma reserva de emergência. Em geral, ela deve equivaler a pelo menos três meses de renda para você e sua família viverem confortavelmente se algo sair fora do planejado.

Então, gostou das nossas dicas? Não deixe de compartilhar com os amigos! Assim, todos podem ter uma vida financeira mais saudável.

Sobre o Eu Dou Conta

O Eu Dou Conta é uma plataforma de educação financeira que vai te ajudar a sair do vermelho, conseguir juntar uma renda extra e lidar melhor com o seu dinheiro.

Nós da Construtora Tenda criamos esse projeto para colocar ao alcance de todo brasileiro informações importantes sobre finanças. Queremos mostrar que o dinheiro não precisa ser um problema, mas sim um caminho para alcançar seus objetivos.

Por isso, nosso blog segue uma “trajetória” de conteúdos. Explicamos desde conceitos iniciais como negativação e score de crédito, até as principais dúvidas sobre dívidas, como empréstimos e cheque especial, e dicas de como economizar.

Tudo isso em uma linguagem acessível e porque não (?) divertida. Queremos que as pessoas consigam aprender, tirar suas dúvidas e, posteriormente, dar o próximo passo: talvez começar a investir, conseguir poupar ou então realizar sonhos, como o da casa própria.

A Tenda é uma grande parceira dos programas habitacionais do Governo Federal, como o Casa Verde e Amarela, substituto do Minha Casa Minha Vida. Isso quer dizer que, com a gente, o sonho da casa própria está mais próximo do que você imagina.

Pode acreditar, nós já ajudamos mais de 120 mil famílias brasileiras a conquistarem a casa própria por meio das nossas parcerias. Com mais de 50 anos de história, a Construtora Tenda está presente em 9 estados e até mesmo na B3, a Bolsa de Valores do Brasil. Aproveite para conhecer a nossa Loja Virtual e encontrar um apartamento pertinho de você.