Veja aqui como restaurar móveis usados – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Não é preciso comprar novos móveis para mudar a decoração de um ambiente. Entenda como restaurar móveis usados neste post e dê uma cara nova a qualquer lugar!

Não é preciso comprar novos móveis para mudar a decoração de um ambiente. Entenda como restaurar móveis usados neste post e dê uma cara nova a qualquer lugar!

Está pensando em trocar os móveis de casa? Já pensou em tentar reaproveitá-los ou salvar aqueles mais velhos? Sim, é possível dar outra aparência à sua mobília, transformando o ambiente sem precisar gastar muito — basta saber como restaurar móveis usados.

Você vai precisar de materiais como lixas, rolinhos, pincéis, massa corrida, tintas e panos para limpeza, entre outros instrumentos — isso vai depender do tipo de ajuste que será feito no móvel. Lembre-se, ainda, que luvas e óculos de proteção também são itens essenciais.

Além dos materiais citados, é preciso ter calma e paciência, pois esse processo exige cuidado e tempo. Com a devida cautela, você pode fazer um excelente trabalho! Aliás, a restauração de um móvel é um tipo de bricolagem (ou Faça Você Mesmo), tendência que está tão em alta nos últimos tempos. Assim, fica até mais fácil encontrar materiais e instrumentos próprios para essa atividade.

Quer saber como deixar o seu móvel antigo com cara de novo? Então continue acompanhando este passo a passo!

Planeje a restauração

Antes de qualquer coisa, é preciso saber qual tipo de restauração você quer fazer no seu móvel: pintar, trocar os puxadores ou fazer um pequeno conserto? Tendo isso definido, é possível pensar nos materiais e nos cuidados que serão necessários. Não utilize ferramentas perigosas que você não saiba manusear. Se for preciso, peça a ajuda de alguém.

Defina o local em que a restauração será feita

Agora que você já sabe melhor o que vai fazer, pense em qual será o melhor local para isso. O ideal é utilizar um ambiente aberto ou um cômodo espaçoso e bem arejado, que tenha portas e janelas que possam ficar abertas. 

É importante lembrar que a restauração pode fazer uma certa sujeira (com poeira e respingos de tinta), e que há também as questões como o forte cheiro de tinta e verniz.

Proteja a sua família e a sua casa! Forre o piso e, se necessário, cubra as paredes para não haver manchas de tinta ou de poeira. Além disso, não se esqueça de se proteger! Utilize sempre as luvas e os óculos de proteção.

Escolha a função do móvel

Qual função o seu móvel vai exercer? Ele não precisa ter a mesma utilidade que tinha antes: com algumas adaptações é possível fazer mudanças que realmente transformam o ambiente! Uma cômoda pode virar uma mesinha de canto, por exemplo. Abuse da criatividade e invente novas formas de usar o móvel!

Essa é uma boa dica para quem está um pouco cansado da decoração atual e quer dar uma repaginada no ambiente, mas é interessante pensar nisso antes de começar a restaurar. Dessa forma, é possível juntar os materiais e fazer os ajustes necessários na peça.

Remova os acessórios e limpe o móvel

Agora sim a restauração vai começar de verdade! Remova os puxadores, as alças, as dobradiças e as demais partes removíveis do seu móvel para garantir que esses acessórios fiquem protegidos e que a tinta pegue na peça inteira. 

Quando essa etapa tiver acabado, utilize flanelas ou panos úmidos para limpar sujeiras acumuladas. Finalize a limpeza com um pano seco.

Faça os reparos necessários

É normal que haja partes danificadas em móveis antigos, como pequenos buracos, amassados e madeiras lascadas. Identifique essas falhas e veja como elas podem ser corrigidas. Muitas vezes, um pouco de massa corrida já resolve o problema.

Raspe e lixe a madeira do móvel

Partes lascadas ou descascadas, normalmente localizadas no tampo do móvel, podem precisar de uma raspagem — que pode ser realizada com uma espátula. Depois disso, utilize um ou mais tipos de lixa (dependendo da necessidade) para remover as manchas que ficaram na peça. 

As lixas 80, por exemplo, costumam remover as manchas deixadas pela raspagem, enquanto as lixas 120 podem ser usadas para retirar o que o modelo anterior manchou.

Remova os resíduos e pinte com as tintas adequadas

Depois de raspar e lixar, é preciso remover os resíduos que ficaram sobre o móvel. Tire a poeira e a sujeira utilizando uma flanela. É importante verificar se está tudo realmente limpo, pois os resíduos restantes podem prejudicar a pintura e os demais acabamentos, deixando o móvel com uma aparência desagradável em vez de renovada.

Quando a sua peça estiver limpa, é hora de começar a pintura! A primeira dica, nesse caso, é utilizar uma base antes de aplicar a tinta, pois isso aumenta a durabilidade desse acabamento. A base e a tinta podem até ser da mesma cor, para deixar o seu móvel em um tom mais vivo. 

Além disso, é preciso definir o tipo de tinta, levando em conta a área em que o móvel vai ficar (interna ou externa) e a aparência que você quer que ele tenha. Informe-se sobre quantas demãos serão necessárias para cada tipo de tinta e pinte usando rolinhos de espuma.

Troque os puxadores e pense nos acabamentos

Muitas vezes não é possível fazer a restauração dos puxadores do móvel, sendo necessário comprar novos. Lembre-se apenas que eles devem ter o design dos antigos, de modo que se encaixem no móvel sem problemas. Você encontra essas peças em lojas de construção, reforma e restauração.

Além dos puxadores, é preciso pensar nos demais acabamentos para o móvel. Isso vai depender principalmente do estilo que você quer que a peça tenha. Em móveis de madeira, a pátina pode dar um ar envelhecido, enquanto a laca traz um estilo mais moderno. São muitas opções para escolher!

Faça a manutenção do móvel

Tudo pronto? Agora é só não esquecer de fazer a manutenção de tempos em tempos. Assim, você garante mais durabilidade e uma melhor aparência para a sua peça!

Um móvel restaurado dá outra vitalidade para o ambiente, além de ser uma alternativa criativa e muitas vezes mais barata para a sua decoração de interiores. Solte a imaginação e deixe as peças da casa com o seu próprio estilo!

Esperamos que você tenha gostado do nosso passo a passo sobre como restaurar móveis usados! Continue se informando e acompanhando as nossas novidades: é só assinar a nossa newsletter!




Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58