Como usar rede em apartamento pequeno? – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





A rede é uma peça que ajuda a relaxar e ainda dá um toque a mais na decoração. Mas você sabe como incluí-la em um apartamento pequeno? É o que ensinamos neste post!

A rede é uma peça que ajuda a relaxar e ainda dá um toque a mais na decoração. Mas você sabe como incluí-la em um apartamento pequeno? É o que ensinamos neste post!

Tem coisa mais gostosa do que curtir a preguiça na rede? Ainda bem que esse prazer não se restringe aos destinos de férias. Com alguns cuidados, é possível trazer o acessório para dentro de casa, como parte da decoração. O melhor é que, para usar a peça em apartamento, não é preciso ter varanda, pois ela se adapta muito bem a cômodos internos e com metragens reduzidas. Além disso, serve como cama extra, sendo útil para o pernoite de familiares ou amigos.

Neste artigo, veja algumas maneiras de adaptar uma rede em apartamento pequeno, pendurando-a na sala ou no quarto. Siga as dicas e deixe o seu imóvel como se fosse decorado por um profissional, mas gastando pouco!

Como instalar rede em apartamento pequeno?

Em um apartamento pequeno, os móveis precisam ser compactos. O mesmo vale para a rede. Por isso, escolha um modelo com cerca de 3 metros de comprimento. Sua instalação pode ser feita tanto em cômodos sociais (sala) como íntimos (quartos). Veja, a seguir, algumas ideias!

No quarto de casal

A rede é indicada para quartos em que, pelos menos, duas paredes estejam sem guarda-roupa. É bacana posicioná-la paralela à cama (em paredes opostas), bem ao lado da janela.

Caso decida colocá-la em um canto (paredes em L), a instalação dos ganchos pode ser um pouco mais alta, de modo que a distância entre as pontas fique reduzida. Isso ajuda a economizar espaço.

Mas atenção: descontração não é sinônimo de bagunça. Para preservar a ordem no dormitório, ao se levantar não arrume apenas a cama, mas também a rede. Tire roupas e outros objetos que, porventura, possam estar em cima dela e recolha-a em uma das paredes. Manter a arrumação é ideal para o bem-estar da família.

No quarto das crianças

Em relação à disposição da peça, valem as mesmas dicas dadas para o quarto de casal. Além do modelo tradicional (com dois suportes), é possível instalar uma rede tipo balanço (fixa em um único ponto, no teto).

Esse modelo fica como uma cadeira pendente. Assim, permite que a criança fique sentada, sendo ideal para quem gosta de jogar videogame, assistir séries etc.

Na sala

Na sala, graças à ausência de armários embutidos, é mais fácil colocar a rede. Ela costuma ficar em paredes opostas, reta ou ligeiramente na diagonal.

O ponto mais bacana é próximo à janela. Tome cuidado, apenas, para que ela não cubra a entrada de luz. A rede deve emoldurar a guarnição.

Para aumentar o aconchego, experimente posicionar um tapete peludo na área da rede. Confortável, ele serve para acomodar pessoas sentadas no chão. Crianças, particularmente, adoram!

Outra possibilidade é combiná-la com um sofá de palete, bem baixo. Assim, quem estiver na rede consegue conversar com o olhar na mesma altura de quem estiver no sofá.

Também é possível instalar a rede no meio da sala. Nesse caso, quando aberta, a peça serve para “delimitar” os espaços de estar e jantar.

Como combinar a rede com o restante da decoração?

A rede não fica bem apenas em decorações praianas. Ela pode ser usada, sem receio, em apartamentos modernos, clean, entre outros estilos. O importante é integrá-la com harmonia ao cômodo.

Se a peça ficar no quarto, seu tecido deve “conversar” com o da roupa de cama. Opte por tons complementares, preferencialmente pertencentes à mesma paleta.

Caso você não abra mão de estampas, use em uma única peça: na rede, no cobre-leito ou nos travesseiros. Isso porque, ainda que o mix de padrões seja muito bacana, em quartos pequenos existe o risco de deixá-los, visualmente, menores.

Se a rede ficar na sala, observe a tonalidade do móvel de maior porte (geralmente, o sofá) e escolha um tom próximo para ela. Em ambientes pequenos, os pontos de cor devem se limitar a objetos menores, como almofadas, porta-retratos, vasos etc.

Uma vez resolvida a questão das cores, deixe a decoração ainda mais interessante. Já que as redes remetem à vida no litoral ou no interior, disponha um ou mais vasos com plantas ao seu redor ou pelo cômodo no qual está inserida.

Espalhe a natureza e sinta a diferença na qualidade de vida da família! Lembre-se, apenas, de escolher espécies que se adaptem bem a ambientes internos.

Como acertar no posicionamento dos ganchos?

Para não incomodar os vizinhos com o ranger dos ganchos e ficar com fama de barulhento, evite colocá-los em paredes compartilhadas. A altura da instalação varia: em média, eles ficam entre 1,70 m e 1,90 m.

O importante é que a rede fique curvada, não esticada. Considere também o porte físico dos moradores — quanto mais pesados, mais altos os ganchos devem ficar.

Para acertar no posicionamento da rede, verifique se ela não vai atrapalhar a passagem das pessoas. Além disso, repare se não vai ficar na frente da TV.

Como aproveitar o acessório no dia a dia?

Ter uma rede em casa proporciona inúmeras vantagens. A facilidade para pendurar e tirar é uma delas. E, quando sujar, basta lavar.

Além disso, a peça é usada por toda a família, tanto por adultos quanto por crianças. Ela ajuda, inclusive, no convívio, pois enquanto os pais estão na cama ou no sofá, o filho pode ficar se balançando na rede.

A rede também serve de “cama” extra, ideal para acomodar um amigo ou familiar. Quem nunca esqueceu da hora e perdeu o último ônibus? Ou acabou bebendo no jantar e não pôde dirigir? O segredo, para não acordar com dor nas costas, é dormir com o corpo em diagonal.

Confira algumas ideias para aproveitar o acessório no dia a dia:

  • simplesmente relaxar depois do trabalho;
  • ler um livro, revista ou gibi;
  • ficar jogando no celular;
  • assistir TV;
  • meditar.

Por fim, as dicas citadas neste artigo são bem simples, mas fazem toda a diferença para que o acessório seja, realmente, integrado ao décor, fazendo parte do dia a dia dos moradores. Ter uma rede em apartamento pequeno é a prova de que, com alguns cuidados em relação à decoração, é possível aproveitar esse objeto — tão funcional —, sem atrapalhar as passagens nem comprometer a estética.

Para conferir outras dicas, especialmente pensadas para apartamentos pequenos, curta a nossa página no Facebook!




Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58