Minha Casa Minha Vida

Confira as principais informações sobre o programa Minha Casa Minha Vida, e dê o primeiro passo para realizar o sonho da casa própria.

Minha Casa Minha Vida

Confira as principais informações sobre o programa Minha Casa Minha Vida, e dê o primeiro passo para realizar o sonho da casa própria.

O que é o Minha Casa Minha Vida?

O Minha Casa Minha Vida é a maior iniciativa para conquistar a casa própria já criada no Brasil. Este programa do Governo Federal, facilita a compra de um imóvel por famílias de baixa renda. Lançado em 2009, o programa teve uma atualização em 2012 e uma em 2016, que se mantém até hoje. Por isso, também é chamado de Minha Casa Minha Vida 3.

Quais são as vantagens do Minha Casa Minha Vida?

Entre as vantagens do programa Minha Casa Minha Vida estão o subsídio, o longo prazo de pagamento, as taxas de juros mais baixas em relação ao mercado, a possibilidade de compor renda e de utilizar o FGTS.

Quem pode participar do programa Minha Casa Minha Vida?

O Minha Casa Minha Vida é direcionado para os brasileiros que se enquadram em uma das quatro faixas estabelecidas pelo programa. Entretanto, pessoas que já possuem a casa própria, que estão no Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT) por terem financiado ou estarem financiando um imóvel e que já receberam outro benefício de moradia do governo, não podem participar.

Quais são as faixas do programa Minha Casa Minha Vida?

Com o intuito de tornar o programa mais acessível para o maior número possível de famílias brasileiras, foram criadas quatro faixas. A ideia dessa divisão é fazer com que as pessoas tenham acesso ao programa dentro daquilo que podem pagar.

Em resumo, o valor do subsídio, das prestações, e outros detalhes, variam de acordo com a renda familiar bruta, a localização do imóvel e se você possui ou não Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A Tenda atua tanto na faixa 1,5, quanto na 2.

Faixa 01

A faixa inicial do programa Minha Casa Minha Vida foca em habitações destinadas a famílias com renda mensal bruta até R$ 1.800,00. Nesta faixa, as parcelas do imóvel chegam no máximo a R$ 270,00, pois não podem ultrapassar 15% do valor da renda da família. O prazo para parcelamento é de 120 meses, ou seja, 10 anos, com taxas de juros de 5% ao ano. Além disso, a faixa 1 conta com o benefício do subsídio, uma quantia custeada pelo governo que pode chegar a 90% do valor do imóvel.

Faixa 1,5

A Faixa 1,5 é voltada para famílias que possuem uma renda mensal bruta de até R$ 2.600,00. Assim como a faixa 1, as taxas de juros são de 5% ao ano. Entretanto, o prazo para pagamento é de até 360 meses, ou seja, 30 anos. O benefício do subsídio, ou seja, o valor custeado pelo governo, pode chegar a R$ 47.500,00.

Faixa 2

A Faixa 2 é dirigida a famílias com renda entre R$ 2.600,00 e R$ 4.000,00. As taxas de juros são de 5,5% a 7% ao ano, e o subsídio pode chegar até R$ 29.000,00. Nesta faixa, o pagamento também pode ser parcelado em até 30 anos.

Faixa 3

A última modalidade do programa, é direcionada para famílias que possuem uma faixa de renda mensal bruta de R$ 7.000,00 a R$ 9.000,00. As taxas de juros são de 8,16% a 9,16% ao ano, e o pagamento pode ser parcelado em até 30 anos. Diferente das anteriores, a faixa 3 não possui o benefício do subsídio.

Faixa 01

A faixa inicial do programa Minha Casa Minha Vida foca em habitações destinadas a famílias com renda mensal bruta até R$ 1.800,00. Nesta faixa, as parcelas do imóvel chegam no máximo a R$ 270,00, pois não podem ultrapassar 15% do valor da renda da família. O prazo para parcelamento é de 120 meses, ou seja, 10 anos, com taxas de juros de 5% ao ano. Além disso, a faixa 1 conta com o benefício do subsídio, uma quantia custeada pelo governo que pode chegar a 90% do valor do imóvel.

FAIXA 1,5

A Faixa 1,5 é voltada para famílias que possuem uma renda mensal bruta de até R$ 2.600,00. Assim como a faixa 1, as taxas de juros são de 5% ao ano. Entretanto, o prazo para pagamento é de até 360 meses, ou seja, 30 anos. O benefício do subsídio, ou seja, o valor custeado pelo governo, pode chegar a R$ 47.500,00.

Faixa 2

A Faixa 2 é dirigida a famílias com renda entre R$ 2.600,00 e R$ 4.000,00. As taxas de juros são de 5,5% a 7% ao ano, e o subsídio pode chegar até R$ 29.000,00. Nesta faixa, o pagamento também pode ser parcelado em até 30 anos.

Faixa 3

A última modalidade do programa, é direcionada para famílias que possuem uma faixa de renda mensal bruta de R$ 7.000,00 a R$ 9.000,00. As taxas de juros são de 8,16% a 9,16% ao ano, e o pagamento pode ser parcelado em até 30 anos. Diferente das anteriores, a faixa 3 não possui o benefício do subsídio.

Como comprovar renda no programa Minha Casa Minha Vida?

Para conquistar o sonho da casa própria neste programa do Governo Federal, você pode utilizar um comprovante de renda formal ou informal. Os trabalhadores com carteira assinada, devem apresentar o holerite dos últimos 6 meses. Já os autônomos, podem comprovar renda com extratos bancários, comprovantes de pagamento e com a declaração do Imposto de Renda.

Posso somar a minha renda com a de outra pessoa?

Caso a sua renda individual não seja suficiente para entrar em uma das faixas do programa, você pode sim somar a sua renda com a de outras pessoas, sendo familiares ou amigos. Mas, vale lembrar que todos também serão proprietários do imóvel.

O programa Minha Casa Minha Vida é o financiamento mais facilitado e acessível para você conquistar a casa própria. Para esclarecer todas as suas dúvidas e conhecer os apartamentos compatíveis com a sua renda, entre em contato com a gente.

Continua com dúvida?

Vem conversar com a gente, nós queremos planejar junto com você a conquista da casa própria. Vamos analisar o seu caso e encontrar um apartamento que cabe no seu orçamento.

Fale com a gente a qualquer hora =)