O que é e para que serve o simulador de imóvel? – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





O simulador habitacional permite que você verifique todas as possibilidades de financiamento antes mesmo de realizar a aquisição do imóvel. Achou a ideia interessante? Então, continue lendo e saiba mais!

O simulador habitacional permite que você verifique todas as possibilidades de financiamento antes mesmo de realizar a aquisição do imóvel. Achou a ideia interessante? Então, continue lendo e saiba mais!

Comprar uma casa pagando à vista é uma opção distante para a maioria dos brasileiros. Por isso, muitas pessoas preferem optar pelo financiamento imobiliário, que permite que o pagamento seja feito de forma parcelada. O uso de um simulador habitacional, por exemplo, permite saber quanto deverá ser pago mensalmente pelo novo imóvel.

Fazer essa simulação antes de decidir comprar um apartamento é de extrema importância. Isso porque ela ajuda na decisão de qual é o melhor financiamento para você, que se encaixa nas suas necessidades e no seu bolso.

Para você entender melhor o que é um simulador habitacional e quais são os seus benefícios, confira este artigo e veja que o seu objetivo de ter a sua própria casa pode estar mais próximo do que imagina. Confira!

O que é um simulador habitacional?

O simulador habitacional é uma ferramenta que permite ao comprador verificar todas as possibilidades de financiamento antes mesmo de realizar a aquisição do imóvel. Com um simulador Minha Casa, Minha Vida, por exemplo, é possível saber, inclusive, qual é o subsídio que você pode obter.

Nele, você vai preencher informações básicas, como o seu nome, e-mail, renda bruta e valor do imóvel que pretende financiar. Com base nesses dados, um software interno do site fará os cálculos e informará qual é o valor aproximado das parcelas, levando em consideração as taxas e os juros.

Quais são as vantagens de usar essa ferramenta?

A principal vantagem de usar um simulador de financiamento imobiliário é saber qual é o valor médio que você precisará pagar mensalmente para conquistar a sua casa própria. Com base nisso, você pode iniciar o seu planejamento financeiro e controlar o seu orçamento doméstico.

Ou seja, com base no valor médio da parcela, você terá noção de quanto será necessário ter de orçamento mensal para financiar o seu imóvel e pode estipular formas de cortar gastos desnecessários a fim de atingir mais rapidamente o seu objetivo.

No entanto, tenha em mente que, além da mensalidade, você terá que dar uma entrada de, ao menos, 30% do valor do imóvel — na Tenda, é possível parcelar a entrada em até 60 vezes. Além disso, também é preciso considerar os custos posteriores com a manutenção da casa e os custos fixos mensais.

Mas, afinal, como funciona o financiamento imobiliário?

O financiamento imobiliário é uma das melhores opções para adquirir um imóvel quando não é possível pagá-lo à vista — o principal fator que leva muita gente a optar pelo financiamento é justamente a possibilidade de poder quitá-lo em até 35 anos.

No financiamento, você pegará um valor emprestado com uma instituição financeira e, de acordo com o contrato firmado, terá um prazo para pagar o montante. Hoje em dia, há vários modelos de financiamento imobiliário, como o Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Desenvolvido pelo Governo Federal, ele utiliza recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE), com taxa de juros de até 12% ao ano.

Outro programa bastante popular é o Minha Casa, Minha Vida. Criado em 2009, ele já permitiu o acesso de mais de 20 milhões de pessoas à casa própria, principalmente àquelas consideradas de baixa renda. Por meio desse programa, o financiamento é realizado em até 360 vezes, e permite ainda o uso do FGTS para a amortização da dívida, sem contar com outros benefícios às famílias, como subsídios do governo.

Quais são os benefícios de financiar um imóvel?

A primeira vantagem — e, talvez, a mais importante — é a possibilidade de sair do aluguel. Ou seja, você deixará de pagar um valor em um imóvel que não é seu, e pagará parcelas de um bem durável que, ao ser quitado, será passado para o seu nome.

Outro benefício do financiamento é poder diluir em até 35 anos o pagamento do bem. Como a grande maioria das pessoas não tem dinheiro para comprar um imóvel à vista, optando pelo parcelamento tudo fica mais fácil.

Além disso, por meio do financiamento é possível utilizar os recursos do seu FGTS para pagar as parcelas e amortizar o valor final do imóvel. Obedecendo as regras determinadas sobre o uso do Fundo de Garantia, é possível, inclusive, reduzir os valores pagos mensalmente e possibilitar que o acesso à casa própria ocorra de uma forma ainda mais facilitada.

É melhor financiar um imóvel pronto ou na planta?

O financiamento imobiliário permite que você compre um imóvel novo ou na planta, isto é, que ainda será construído. A vantagem do primeiro é que você será capaz de se mudar assim que assinar o contrato de financiamento. Em contrapartida, um apartamento pronto geralmente tem um custo maior quando comparado ao na planta.

Já um imóvel na planta é mais indicado para aqueles que não têm urgência em se mudar. Essa espera é benéfica por dois fatores principais: o primeiro é que o valor do apartamento é menor, já que ele passará a se valorizar após concluído; o segundo é que você só começará a pagar pelo financiamento quando o empreendimento estiver pronto.

Além disso, ao financiar um apartamento na planta, você terá a certeza de que receberá um imóvel novo. Isso também precisa ser considerado, já que ele passará a contar com uma garantia por parte da construtora que realizou a obra.

Ao optar por uma empresa séria, você terá a segurança de que qualquer problema estrutural ou resultante da construção será resolvido, desde que esteja dentro da cobertura da garantia — que, normalmente, é de cinco anos. Isso acaba sendo uma tranquilidade extra e deve ser um motivo a mais na hora de decidir se vale a pensa financiar um imóvel.

Como visto, o financiamento habitacional é uma das melhores opções para quem quer sair do aluguel, mas alguns pontos precisam ser observados a fim de que a experiência seja a melhor possível. Afinal de contas, ninguém quer que o seu sonho se torne um pesadelo, não é mesmo?

Portanto, se você quer sair do aluguel, o primeiro passo é usar o simulador Minha Casa, Minha Vida. Assim, você terá noção do valor das parcelas e poderá ver a que distância está a realização do seu sonho. A Construtora Tenda, inclusive, tem o seu próprio simulador: use-o agora mesmo e faça a sua simulação!




Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58