Como fazer brinquedos: 14 ideias criativas para fazer para o seu filho

Para Você

A internet e a tecnologia, sem dúvidas, trouxeram várias facilidades para o nosso cotidiano, além de facilitar o contato entre as pessoas e diminuir as distâncias. Por outro lado, esse advento também apresenta alguns impactos negativos para a saúde, principalmente em crianças e adolescentes. Estudos recentes indicaram que o uso excessivo de redes sociais, jogos na internet e outras atividades online podem provocar quadros de depressão e ansiedade, capazes de levar à baixa autoestima e, em casos mais graves, ao suicídio.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Além disso, o longo período gasto em smartphones, tablets e computadores diminui o tempo de comunicação entre as pessoas da família e em outros ambientes importantes para o desenvolvimento e socialização, como a escola. Isso quer dizer que em muitos momentos a internet é usada para substituir o contato face a face, tornando as relações mais superficiais e impessoais. Por fim, o uso excessivo de telas pode causar problemas de concentração e aprendizado nas crianças, assim como problemas oculares e para dormir.

Infelizmente, essa prática tem diminuído o tempo de uma importante atividade: as brincadeiras com brinquedos de verdade. Por meio delas, as crianças desenvolvem elementos fundamentais para a formação da personalidade e das suas habilidades mentais e manuais. Afinal, enquanto brincam elas aprendem, experimentam diversas situações, organizam as suas emoções e reações, processam informações e constroem autonomia de ação.

Por isso, criamos este guia para ajudar os pais que desejam diminuir o tempo gasto com as telas e estimular as brincadeiras reais. Aqui, você saberá qual é a importância dessas atividades, quais são os benefícios de se envolver e como fazer brinquedos junto com os pequenos. Afinal, além de aguçar a criatividade, a família passará um tempo relevante se divertindo, o que é muito importante para as crianças. Continue lendo e confira!

Qual é a importância dos brinquedos no desenvolvimento das crianças?

A época em que os brinquedos eram vistos apenas como um passatempo ficou para trás. No início do século 20, estudos do psicólogo Lev Vygotsky apontavam para o grande avanço na capacidade cognitiva da criança ao brincar. Assim sendo, o olhar sobre brincadeiras e jogos mudou, evidenciando a importância dessas atividades para o processo de desenvolvimento e socialização dos pequenos.

Atualmente, sabe-se que durante as brincadeiras as crianças criam uma situação imaginária, cheia de detalhes que somente elas podem definir, o que estimula a criatividade e a individualidade. Além disso, nesse processo o pequeno assume papéis diferentes, indo além das suas ações habituais. Essa tarefa é importante para criar empatia e desenvolver a habilidade de se colocar no lugar do outro, o que é fundamental na vida em sociedade.

Os benefícios constam em uma longa lista. Entre eles, é possível citar o aprendizado do hábito de dividir, a solução de problemas e o conhecimento do próprio corpo, uma vez que utiliza-se o equilíbrio e as funções motoras e desenvolve-se a inteligência, o raciocínio e a estratégia.

Por que envolver os pequenos na criação de brinquedos?

Criar brinquedos ajuda no processo de explorar o potencial que as crianças têm, assim como o desenvolvimento cognitivo delas. Por meio dessa brincadeira em conjunto é possível alcançar vários benefícios. O primeiro deles é, sem dúvida, o tempo ganho em família. Afinal, nos dias atuais, é comum que os pais tenham um tempo limitado, devido a jornadas extensas de trabalho, trânsito e outros fatores. No entanto, é fundamental ter um período do dia reservado para essa atividade com os filhos.

Entre outras vantagens de fazer os próprios brinquedos podemos citar o estímulo ao trabalho em equipe, ou seja, a criança aprende a buscar soluções em parceria com os pais e irmãos, o que é fundamental para o seu futuro escolar e profissional, assim como nas relações familiares. A criação também desenvolve a autonomia e a criatividade, uma vez que é preciso pensar em estratégias para resolver qual é a melhor forma de desenvolver o projeto do novo brinquedo.

Por fim, é preciso ter em mente que ideias simples de brincadeiras são capazes de ensinar muito mais aos pequenos do que um brinquedo comprado na loja.

Quais brinquedos podem ser feitos com a ajuda das crianças?

Como visto, passar um tempo de qualidade com os filhos e fazer brinquedos tem diversos benefícios, principalmente para o desenvolvimento da criança. Por isso, confira, a seguir, algumas ideias interessantes para fazer em família!

1. Foguete de garrafa PET

Os foguetes despertam bastante a curiosidade das crianças, não é mesmo? Algumas, inclusive, desejam saber como essa enorme aeronave é capaz de voar e sair da Terra. Então, que tal simular um foguete (que voa!) em casa com os seus filhos?

Para isso, será preciso ter garrafas PET de 2 litros. O primeiro passo é decorar a garrafa como um verdadeiro foguete e, nesse momento, é fundamental usar a criatividade! É possível usar cartolina ou papel cartão para cortar as “asas” (que na realidade são chamadas de aletas) e criar um círculo que, ao ser enrolado, formará um cone, que será a ponta do foguete. É importante que a ponta seja feita na base da garrafa, e não no local em que é enroscada a tampa. Também é interessante usar glitter, estrelas recortadas de papel brilhante e o que mais o seu filho quiser para finalizar a decoração.

E como fazer o foguete voar? É preciso ter alguns ingredientes, como bicarbonato, vinagre, filtro de café e uma rolha. O primeiro passo é cortar uma base para posicionar o foguete em pé. Para isso, divida outra garrafa PET em três e corte a parte com o fundo da garrafa. Depois, coloque uma generosa colher de sopa de bicarbonato no filtro de café e enrole, formando uma trouxa comprida, e amarre com uma linha, deixando uma ponta comprida.

Pela abertura de rosca do foguete, coloque o vinagre (cerca de 200 ml), direcionando para a ponta do foguete. Depois, introduza a trouxinha de bicarbonato mantendo um pedaço da linha para fora. É importante ter cuidado para que ela não encoste no líquido. A linha será presa pela rolha, mantendo a trouxa bem próxima da abertura da garrafa. O foguete está pronto!

Para que o foguete voe é necessário que o vinagre entre em contato com o bicarbonato. Assim, vire o foguete, a fim de escorrer o líquido, e o coloque na base rapidamente. Afaste-se e o observe voar! Não é legal? Para repetir a brincadeira várias vezes basta ter várias trouxinhas de bicarbonato preparadas.

2. Zoológico com animais feitos de rolo de papel

Já pensou em criar um verdadeiro zoológico na sua casa com materiais recicláveis? Usando a criatividade isso é possível! Neste tópico vamos dar dicas de como criar alguns animais, mas é possível montar quais espécies a criança preferir.

O jacaré, que é motivo de curiosidade para os pequenos, é a nossa primeira sugestão. Para confeccioná-lo tenha em mãos um tubo de papelão grande, como os que vêm nas embalagens de papel toalha e papel-alumínio. Em uma extremidade, faça a boca, cortando os dentes do jacaré em zigue-zague. Na outra extremidade, faça a cauda do jacaré, cortando um pedaço do tubo.

Os pedaços removidos do papelão podem ser usados para fazer as quatro patas. Após colá-las, é a hora de pintar o jacaré com tinta verde-escura. A parte de dentro da boca deve ser pintada de vermelho e os dentinhos de branco. Para finalizar, pinte os olhos ou cole um par comprado.

Outro animal bastante legal de confeccionar é a zebra. Para criá-la, recorte as partes do corpo da zebra em pedaços de rolo de papelão. Depois, envolva essas partes em papel branco e faça as listras com um canetão preto. Em seguida, monte o corpo da zebra colando as partes com cola quente. Para finalizar, o rabo, as orelhas e a crina podem ser feitos com retalhos de feltro branco e preto.

3. Fazendinha com animais feitos de caixa de ovo

Além do zoológico, que tal também criar uma fazendinha? Esse processo é muito simples e demanda apenas caixas de ovos, tintas de várias cores e cola quente. O primeiro passo é cortar os copinhos da caixa de ovo de dois em dois. Depois, basta criar os detalhes necessárias para fazer os animaizinhos!

Para criar um pintinho, por exemplo, é necessário pintar os copinhos de tinta amarela e recortar de um papel, também amarelo, o bico e as asinhas. Por fim, acrescente olhinhos de cor preta. O coelho também é um animal comum nas fazendas. Para criá-lo, basta pintar os copinhos de branco e fazer as orelhas em um papel A4. Os detalhes, como o nariz e a parte interna das orelhas, são feitos com tinta rosa. Já os olhos e os bigodes podem ser feitos com cinza ou preto.

Nessa mesma linha é possível criar sapos, corujas e outros animais! Use a criatividade e reproduza os preferidos pelos seus filhos.

4. Monstros com embalagem de amaciante

Você sabia que após lavar e secar bem as embalagens de amaciante é possível usá-las para fazer animais incríveis? Quando a embalagem é usada na horizontal, a tampa já funciona como o focinho dos monstros. Agora é hora de usar a criatividade e criar bichinhos únicos!

Que tal comprar glitter, papel crepom, tufos de pelos, olhinhos e papéis brilhantes? Assim, é possível criar escamas, asas incríveis, pelagens, barbatanas e o que mais a imaginação mandar! O filme “Monstros S.A.“, adorado pelos pequenos, é ótimo para servir de inspiração. Crianças que têm medo do escuro, por exemplo, podem criar os próprios monstros para protegê-las durante o sono!

5. Aquário de papelão reciclado

Já pensou em montar um aquário com uma enorme variedade de animais marinhos para o seu filho? Para criá-lo, vocês precisarão de uma caixa de papelão, que servirá de aquário. Assim, caso queira fazer um de grandes dimensões, procure por caixas maiores.

Para fazer o aquário, recorte uma das laterias da caixa e pinte todo o interior de azul, para simular a água. Também é possível desenhar com tinta várias algas e pedras para decorar o “fundo do mar”. Agora é hora de criar os animais marinhos. Recorte no papelão reciclado estrelas do mar, peixes das mais variadas formas, tubarões, corais, polvos, cavalos-marinhos e o que mais o seu filho desejar! Depois, utilize tintas coloridas para criar as escamas e os detalhes dos animais marinhos. É interessante repetir a mesma pintura dos dois lados.

Com todos os animais prontos, faça um pequeno furo na parte superior a fim de amarrar um barbante com uma linha comprida. Depois, basta prendê-los no teto do aquário, em diferentes posições e alturas.

6. Cofre de porquinho com garrafa PET

Que tal criar um cofrinho para guardar as economias? Popularmente, os cofrinhos têm formato de porco, e vamos usar essa dica para criar o seu modelo. Para tanto, corte a garrafa PET na metade e utilize a parte com o bico e a tampa. Na metade da parede da garrafa, faça um corte com a tesoura para introduzir as moedas e as cédulas.

Corte um pedaço de EVA para fazer o “traseiro” do porquinho, tampando a abertura que foi feita pelo corte da garrafa. Depois, basta decorá-lo como quiser! Você pode cortar as orelhinhas, os pezinhos e os olhinhos em EVA ou papel cartonado. Outra forma de criar os pezinhos é usar tampinhas de garrafa PET.

7. Relógio com prato descartável

Não há nada melhor do que aprender brincando, não é mesmo? Para ensinar as horas para as crianças de maneira divertida, é possível criar um relógio de brinquedo usando um prato descartável. Para tanto, crie os ponteiros das horas e dos minutos e, depois, prenda-os no centro do pratinho com uma taxa, para possibilitar a movimentação. Na outra ponta da taxa coloque um pedacinho de borracha.

Depois, recorte os números em EVA ou desenhe-os na borda do pratinho. Agora, basta desafiar a criança a colocar no relógio os horários falados ou pedir para que ela adivinhe que horas são baseando-se no posicionamento dos ponteiros.

8. Pipa de papel

A pipa de papel é um brinquedo que é tradição em diversos países. É comum olharmos para o céu, principalmente em praças, e vermos muitas pipas, que podem ser artísticas, cheias de detalhes, ou mais simples. De qualquer forma, é muito legal fazê-las e empiná-las!

Uma ideia muito bacana para fazer é a pipa arraia. Os materiais necessários para fazê-la são duas varetas japonesas, carretéis de linha, folhas de papel de seda, tesoura e cola.

Para montar a pipa arraia é necessário colar uma vareta na vertical e centralizada, e a outra levemente arqueada na horizontal, sendo que a vareta horizontal deve ser colocada bem próxima à parte superior da pipa. A fim de mantê-la arqueada, é preciso amarrar uma linha de ponta a ponta.

Após criar a estrutura da pipa com as varetas, cole a folha de papel de seda. O recorte na folha deve lembrar uma arraia. Para criar os detalhes, é possível fazer desenhos com um canetão ou com recortes em papel de seda de outra cor.

9. Vasinhos de garrafa PET

Que tal pedir ajuda aos filhos para criar uma horta ou um jardim em casa? Para deixar a tarefa mais divertida a dica é criar vasinhos recicláveis, feitos de garrafa PET.

Para isso basta cortar a garrafa PET ao meio ou na altura desejada e, depois, decorá-la! É possível criar monstrinhos, com olhos, asas e vários outros detalhes. Outra dica bastante legal é fazer gatos e cachorros. Para tanto, pinte a garrafa PET da cor desejada e use um papel brilhante para recortar orelhas, focinhos, bigodes e outros detalhes dos animaizinhos.

Depois, basta encher os vasos com terra e plantar as espécies escolhidas. Essa ideia ainda é boa para ensinar aos filhos como cuidar de plantas.

10. Pista de carros

Se o seu filho ou filha adora brincar de carrinhos, porque não criar uma superpista de corrida? Para isso, é preciso papelão ou algum papel mais firme em que seja possível fazer desenhos. A ideia é criar uma pista bem realista, cheia de detalhes. O primeiro passo é fazer o trajeto da pista e cortá-la em um papel branco. Depois, basta colá-la no papelão e fazer o tracejado amarelo no centro.

Na hora de criar os detalhes é possível fazer pequenas árvores com papelão e papel crepom verde, casas e prédios também de papelão pintados com tintas coloridas e o que mais a imaginação mandar. Que tal fazer um rio e uma ponte passando por cima dele, por exemplo? O céu é o limite!

11. Jogo dos palitos com garrafa PET e palito de churrasco

Esse jogo é bastante divertido e educativo, uma vez que as crianças precisam planejar as suas ações se quiserem vencer. O objetivo é retirar um palito por vez, evitando que as bolinhas ou tampinhas contidas na parte superior caiam. O primeiro que deixar cair perde a partida!

Para construí-lo você vai precisar de duas garrafas PET, palitos de churrasco, tesoura e tampinhas de garrafa. O primeiro passo é pintar os palitos de churrasco de cores diferentes, para que a visualização fique mais fácil. Depois, corte a parte próxima ao bico das duas garrafas para que elas possam se encaixar e montar o brinquedo. O próximo passo é fazer vários furinhos na metade da haste, de modo que os palitos possam ficar atravessados, formando uma verdadeira “rede” para as tampinhas.

Por fim, coloque as tampinhas no fundo de uma garrafa e insira os palitos acima delas. Depois, basta encaixá-la na outra metade da garrafa e começar a brincadeira!

12. Jogo de xícaras com copos de iogurte e caixa de leite

Que tal montar um jogo de xícaras para tomar chá em família? Para isso, você precisará de copinhos de iogurte limpos e secos, uma caixa de leite higienizada, EVA, cola quente e o que a imaginação mandar para a decoração.

O primeiro passo é recortar quatro círculos ou quadrados para serem os pires. Depois, cole os copinhos com a abertura virada para cima no centro dos pires. No EVA, recorte pequenas alças e cole com cola quente na lateral das xícaras. Para fazer o bule, cubra a caixa de leite com o EVA e recorte no mesmo tecido a alça, a tampa e o bico do bule. Por fim, é hora de decorar! Glitter colorido é uma ótima opção, assim como adesivos do tema preferido do seu filho.

13. Casinha de boneca com garrafa de amaciante

As garrafas de amaciante podem ser reaproveitadas para fazer verdadeiras casinhas de bonecas em miniatura. Após higienizar bem a garrafa, basta pegar um estilete e recortar uma janela na parede da embalagem. Embalagens maiores são ainda melhores para esse fim, pois permitem que uma casinha de dois andares seja feita!

Depois, basta decorar a casinha com canetões e adesivos. Para que o brinquedo fique confortável no interior também é interessante revesti-lo com sobras de tecido. É possível, ainda, fazer cortinas para cobrir as janelas.

14. Cozinha de papelão

Os seus filhos adoram brincar de cozinhar? Então, que tal criarem juntos uma cozinha em miniatura no papelão? A cozinha de brinquedo pode ser feita com algumas caixas de papelão e outros itens de reciclagem. Para começar, corte retângulos em três partes da caixa para formar portinhas que se abrem pelas dobras. Assim são confeccionadas as portas dos armários, do micro-ondas, da geladeira e do forno do fogão.

Para tirar o aspecto grosseiro do papelão é possível pintá-lo ou revesti-lo com cartolina colorida. Os detalhes precisam somente de imaginação para serem feitos. A pia da cozinha pode ser uma cuba de metal ou uma bacia e a torneira a parte de cima de uma saboneteira líquida. Os botões do fogão podem ser feitos com tampinhas de garrafa PET ou tampas de vidros. A tela do micro-ondas e do dispenser de água da geladeira podem ser impressos e colados no papelão. Basta usar a criatividade e deixar a cozinha com a cara do seu filho!

E então, gostou das nossas ideias de como fazer brinquedos e ainda reciclar em família? Sem dúvidas o tempo usado para esse fim ficará na memória do seu filho e trará ótimas lembranças!

Quer receber mais conteúdos sobre educação, filhos e brincadeiras diretamente em seu e-mail? Então, assine agora mesmo a nossa newsletter!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.