É possível comprar imóvel sem entrada? – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Conquistar a casa própria é um sonho que tem se tornado realidade para muitas famílias brasileiras. Por isso, saber como funciona o financiamento da casa própria e entender se é possível comprar um imóvel sem entrada pode ser o que faltava para que você consiga alcançar esse sonho! Quer ver só?

Na maioria das vezes, o maior obstáculo na compra da casa própria é fazer um planejamento financeiro com o objetivo de juntar dinheiro para dar a entrada do imóvel. Por isso, é normal que durante esse processo surjam muitas dúvidas, como se é possível ou não comprar imóvel sem entrada. A boa notícia é que sair do aluguel e conquistar a sua casa própria podem ser planos que não estão tão longe assim de acontecerem. Isso porque, atualmente, adquirir um imóvel se tornou muito mais fácil, pois é possível recorrer a um financiamento imobiliário e aproveitar as vantagens oferecidas pelas construtoras. Quer saber como funciona o financiamento imobiliário, quais são as suas vantagens e se é possível comprar imóvel sem entrada? Então, continue a leitura e confira! Como funciona o financiamento imobiliário? O financiamento imobiliário é uma das formas mais viáveis para aquisição da casa própria e se baseia em uma linha de crédito oferecida como empréstimo por instituições financeiras. Esse financiamento pode ser utilizado para adquirir uma casa, um apartamento, para finalizar uma obra ou uma reforma e, até mesmo, para compra de lotes. A instituição que concederá o financiamento será o banco, e os prazos de pagamento variam de acordo com o valor do imóvel, a capacidade de pagamento do comprador e a renda familiar mensal. A grande vantagem de optar por uma construtora de confiança é a agilidade e a rapidez de todo o processo. Além disso, o financiamento se torna bem menos burocrático, já que as incorporadoras auxiliam no processo de separação da documentação e dos demais comprovantes necessários. Porém, um dos motivos que mais inviabilizam a compra da casa própria é o valor exigido como entrada. Ou seja, para financiar um imóvel é preciso ter uma quantia inicial considerável, visto que a maioria dos financiamentos imobiliários pedem um sinal de cerca de 20% a 30% do valor do imóvel. Esse valor serve como garantia de pagamento, bem como ameniza as taxas de juros e diminui o tempo do financiamento. Mas se você não tem muito dinheiro e quer conquistar a sua casa própria, fique tranquilo porque existem opções! A melhor alternativa, nesse caso, é o Minha Casa, Minha Vida. A seguir, falaremos um pouco mais sobre as vantagens e os requisitos necessários para participar desse programa do Governo Federal. Continue acompanhando! Como funciona o programa minha casa, minha vida? O programa governamental Minha Casa, Minha Vida é considerado a maior iniciativa de acesso à casa própria. Implementado em 2009, esse programa surgiu com o objetivo de facilitar a aquisição do primeiro imóvel, e desde a sua criação já ajudou milhares de famílias brasileiras. O programa Minha Casa, Minha Vida tem como base as necessidades das famílias a serem beneficiadas, a localização e o tamanho do imóvel, e define o valor das prestações baseando-se na renda familiar do comprador. Além disso, o programa oferece muitas vantagens, como baixas taxas de juros e possibilidade de uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O programa funciona em parcerias com instituições públicas e privadas que trabalham desde a construção até a entrega das residências aos beneficiários, e tudo isso é feito por meio de um financiamento subsidiado. Além disso, o programa permite que o beneficiário financie o seu imóvel em até 360 meses, diminuindo muito o valor das parcelas que podem ser inferiores ao valor do aluguel pago. Ou seja, o programa Minha Casa, Minha Vida, em parceria com algumas instituições, tem o objetivo de facilitar ao máximo a aquisição da casa própria, proporciona prestações que cabem no seu bolso e oferece apartamentos com taxas de juros e parcelamentos abaixo do que normalmente é praticado no mercado. Quais são os critérios para fazer parte do programa? Para conseguir participar do programa e se tornar um beneficiário é necessário que a renda mensal da sua família seja menor que R$ 9.000. Quanto menor for a renda, mais benefícios a família terá — desde que algumas condições sejam respeitadas. É preciso que o valor da parcela do imóvel não seja superior a 30% da renda mensal familiar e os beneficiários são classificados em 4 faixas de acordo com a sua renda. Se você está pensando em financiar um imóvel e sair de vez do aluguel, lembre-se de organizar o seu orçamento familiar. É sempre bom poupar dinheiro para realizar o sonho da casa própria com mais facilidade. Mas e se não for possível dar uma entrada na hora do financiamento da casa própria, o que pode ser feito? Continue a leitura que responderemos essa pergunta a seguir! Como comprar um imóvel com a entrada facilitada? Caso você queira comprar um imóvel, mas não tenha dinheiro para a entrada, uma ótima alternativa é realizar o parcelamento desse valor — a Tenda, por exemplo, além de oferecer opções de apartamentos com uma entrada bem baixa, ainda possibilita o parcelamento da entrada em até 60 meses. Além disso, escolhendo o parcelamento da entrada do seu imóvel pela construtora Tenda, você terá acesso a parcelas que cabem no seu bolso, poderá sair do aluguel e oferecer maior qualidade de vida e estabilidade para a sua família! Viu só como o sonho da casa própria não está tão distante assim? Ficou interessado em comprar imóvel sem entrada? Então, entre em contato conosco, temos uma equipe capacitada para explicar todos os detalhes!



Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58