TUDO SOBRE FINANCIAMENTO HABITACIONAL CAIXA

Guia da Tenda

O financiamento habitacional da Caixa é uma alternativa muito procurada para quem quer sair do aluguel mais rápido e com condições que cabem no orçamento.

Está sem tempo para ler agora? Então, ouça este conteúdo que está dividido em 3 partes para você! Aproveite a primeira aqui e, depois, confira as próximas no decorrer do artigo! Para ouvir é só clicar no play!

Tais, assistente virtual da Alea | Blog da Alea
Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

No entanto, para realizar o sonho da casa própria, é preciso organizar suas finanças, e principalmente, entender como funciona o financiamento habitacional Caixa. Então, acompanhe este post para saber tudo sobre o crédito imobiliário mais utilizado pelos brasileiros. Confira!

O que é o financiamento habitacional da Caixa?

Financiamento habitacional Caixa | Foto de um celular com o app da Caixa, uma caneta e um post-it | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Para começar, o financiamento habitacional Caixa é uma linha de crédito que facilita a conquista do imóvel. Em outras palavras, é um empréstimo que você faz na Caixa Econômica Federal para comprar sua casa própria.

Logo, o principal objetivo do financiamento habitacional Caixa é oferecer condições que cabem no seu bolso. Por isso, com o passar dos anos, esse tipo de crédito habitacional tem passado por adaptações para atender cada vez mais e melhor os brasileiros.

Como funciona o financiamento habitacional Caixa?

Normalmente, o financiamento habitacional Caixa funciona como a maioria dos empréstimos. Em primeiro lugar, você faz uma simulação, que mostra qual é a melhor opção de crédito. Depois, você aguarda o resultado da análise de crédito que será feita. Se tudo estiver certo, você escolhe o imóvel, que será avaliado pelos agentes da Caixa e pede o financiamento. Na sequência, você dá um valor de entrada e inicia o pagamento das prestações.

Além do mais, a Caixa oferece condições especiais e facilita a compra da casa própria. Isso é possível por causa das taxas de juros que acompanham os índices econômicos do país. Aliás, a Caixa Econômica Federal investe em diferentes linhas de crédito habitacional, como o financiamento de imóveis usados e o Casa Verde e Amarela.

Quais são as categorias de imóveis que podem ser financiados pela Caixa Habitação?

A princípio, o financiamento habitacional da Caixa é flexível com relação ao tipo do imóvel que será financiado. Isso significa que é possível financiar pela Caixa casas, apartamentos, imóveis na planta e até imóveis usados.

Por esse motivo, a Caixa Econômica Federal facilita o acesso à casa própria de forma mais democrática. A seguir, conheça as opções de imóveis que podem ser financiados pela Caixa:

  • Casas e apartamentos em construção (na planta ou com obras já iniciadas).
  • Imóveis usados, que já tiveram outro dono.
  • Programas habitacionais sociais, como o Casa Verde e Amarela.

Quais são as etapas do financiamento habitacional Caixa?

Antes de mais nada, o financiamento Caixa é organizado em fases. Assim, você vai conseguir conquistar sua casa própria com segurança, desde que você cumpra cada requisito do financiamento. Para ficar mais claro, a Caixa Econômica Federal trabalha com 5 etapas do crédito imobiliário. Em seguida, confira os detalhes de cada fase.

Análise de crédito

Em primeiro lugar, é nesta fase que você entrega todos os documentos em uma agência da Caixa. Dessa forma, o banco vai poder analisar sua situação financeira e se você tem condições de arcar com o pagamento do financiamento. Além disso, a Caixa também vai avaliar se você poderá usar o seu saldo do FGTS para financiar seu futuro imóvel. Sendo assim, se você quer saber mais detalhes de como funciona a análise de crédito, confira o vídeo a seguir.

Avaliação do imóvel

Depois da análise de crédito, a Caixa vai avaliar o imóvel que você deseja comprar. É nesta fase que a Caixa Econômica Federal define o valor do imóvel e verifica o estado da propriedade. Isto é, o imóvel é analisado para ver se tem condições para ser uma moradia segura e se o valor sugerido pelo vendedor está dentro do preço de mercado.

Assinatura do contrato de financiamento

Desse modo, com todos os seus dados e do imóvel analisados e aprovados pela Caixa, você assina o contrato de financiamento imobiliário e o crédito é liberado para a compra do imóvel à vista.

Pagamento das parcelas do financiamento Caixa

Essa é a etapa mais extensa, já que o financiamento habitacional Caixa é uma dívida a longo prazo. Logo, este é o momento em que você começa a pagar as parcelas do financiamento imobiliário.

Gestão do financiamento habitacional Caixa

A gestão do financiamento vai garantir que você possa realizar ajustes no crédito imobiliário ao longo do tempo. Isso quer dizer que, durante o pagamento das prestações, você tem algumas facilidades, como:

  • amortizar o valor das parcelas;
  • pausar a cobrança do financiamento de tempos em tempos, quando você tiver algum aperto financeiro, entre outras opções.

Por isso, para saber mais detalhes, entre em contato com a agência da Caixa que você fechou negócio. Além disso, saiba que durante o financiamento existem outros custos adicionais como o pagamento do ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e a taxa de registro do imóvel no Cartório de Imóveis.

Quem pode solicitar o financiamento habitacional Caixa?

Financiar apartamento | Foto de um rapaz com dúvida pesquisando na internet | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Para financiar um imóvel na Caixa, é preciso atender algumas condições para não ser reprovado. De modo geral, os requisitos para solicitar um financiamento habitacional Caixa são:

  • Ser maior de 18 anos ou emancipado aos 16.
  • Ser brasileiro, e se for estrangeiro, ter visto de residência permanente.
  • Ter uma fonte de renda comprovada.

Dessa forma, você percebeu que o financiamento habitacional da Caixa não tem muitas restrições. Isso significa que, qualquer pessoa maior de idade e que tenha renda comprovada poderá solicitar o crédito imobiliário. Porém, existem algumas condições que podem impedir que você consiga a aprovação do financiamento Caixa. Saiba mais a seguir.

Confira agora o segundo áudio do conteúdo! Assim, ao terminar de ouvir, aproveite o último trecho mais abaixo desta página!

O que pode impedir a aprovação de crédito do financiamento habitacional Caixa?

De início, existem alguns motivos que podem impedir a aprovação de um empréstimo. Então, para te ajudar a não ser reprovado no financiamento habitacional Caixa, conheça quais são os detalhes que poderão te atrapalhar de realizar o sonho da casa própria.

Ter restrição no nome (“nome sujo” ou CPF negativado)

Antes de tudo, o famoso “nome sujo” é um dos grandes vilões que pode impedir a aprovação do financiamento imobiliário. Isso porque essa condição mostra para o banco que a pessoa, em algum momento, não conseguiu pagar alguma compra já feita.

Dessa forma, os órgãos de proteção ao crédito, como a SerasaSPC, visam garantir que quem não pagou suas dívidas seja negativado. Com isso, os bancos e instituições financeiras conseguem identificar quem pode se tornar um inadimplente. Em outras palavras, o banco vai entender que a pessoa é uma má pagadora de contas.

Além disso, a Caixa verifica também o nome do cônjuge da pessoa interessada no financiamento habitacional. Logo, a dica é que você e as pessoas que vão compor renda no financiamento façam uma consulta do CPF antes de solicitar o crédito imobiliário. Porém, se você já quitou todas as suas dívidas e seu nome ainda tem alguma restrição, entre em contato com a empresa que ainda apresenta a dívida e peça para retirar seu nome do Cadastro Nacional de Inadimplentes.

Não ter os documentos em conformidade

Da mesma forma que você precisa ter o CPF regularizado para financiar um imóvel pela Caixa, é preciso também estar em dia com a Receita Federal e o INSS.

Isso porque se você tiver problemas com a Receita Federal ou o INSS, seu pedido de financiamento pode ser recusado na Caixa. Por esse motivo, não deixe de atrasar nenhuma Declaração de Imposto de Renda, mesmo que você seja isento. Além disso, elimine dívidas pendentes do Seguro Social antes de pedir a aprovação do crédito. Então, para saber se você tem alguma restrição com a Receita Federal e o INSS, acesse o site dos órgãos responsáveis.

Não ter o dinheiro de entrada do imóvel

Geralmente, um dos principais motivos que impede que alguém peça um financiamento habitacional Caixa é não ter o dinheiro da entrada do imóvel. Porém, o que muitas pessoas não sabem é que, quem não tem uma quantia reservada pode utilizar o saldo do FGTS.

Além dessa possibilidade, existem construtoras que tem condições especiais no parcelamento do valor de entrada. Este é o caso da Construtora Tenda, que facilita o pagamento da entrada, parcelando em até 60 meses (5 anos). Para saber mais detalhes, entre em contato com nosso time de atendimento.

Não ter a renda mínima que a Caixa exige para o financiamento habitacional

Outro ponto que também impede que as pessoas solicitem um financiamento de imóvel é o valor da renda. Por isso, a Caixa faz uma análise da renda familiar para ver se não há riscos da falta de pagamento do financiamento ao longo do prazo. Porém, vale ressaltar que a Caixa define que o valor de cada parcela não pode ser maior do que 30% da sua renda.

No entanto, a Caixa permite que você faça a composição de renda no financiamento. Em outras palavras, você pode somar o seu salário com o de até três pessoas para aumentar as chances de liberação do financiamento.

Possuir muitas dívidas que comprometem sua renda

Normalmente, as parcelas do financiamento não podem ultrapassar 30% da sua renda, como diz a lei Nº 8.692. Dessa forma, se você tem outras dívidas, é preciso analisar se elas não comprometem muito o seu salário na hora de pedir um financiamento.

Ter atingido o limite máximo de idade para fazer o financiamento habitacional Caixa

Hoje em dia, o limite de idade para financiar um imóvel pela Caixa é de 80 anos. Isso quer dizer que, para quem tiver mais de 80 anos, a Caixa não libera novos financiamentos.

Isso se dá porque o banco quer evitar riscos de inadimplência. Além disso, tendo em vista que é uma pessoa com idade mais avançada, em caso de falecimento, a Caixa não tem garantias que os familiares poderão assumir as parcelas restantes do financiamento.

Quais são as taxas de juros do financiamento habitacional Caixa?

Taxa de juros do financiamento Caixa | Foto de um celular com a logo da Caixa Econômica Federal | Guia da Tenda | Blog da Tenda

O financiamento habitacional da Caixa é uma ótima opção para tornar o sonho da casa própria mais acessível a todos. Dessa forma, uma das vantagens do financiamento da Caixa são as taxas de juros menores.

No caso dos financiamentos do SFH (Sistema Financeiro de Habitação), os juros são baseados na Taxa Selic, que é a taxa básica de juros da economia brasileira. Logo, as taxas de juros do financiamento habitacional da Caixa são:

  • financiamentos atrelados à TR (taxa referencial) — de 8% a 8,99% + TR a.a.;
  • crédito imobiliário vinculado ao IPCA — a partir de 3,95% a 4,95%+ IPCA a.a.;
  • financiamento de imóveis pautados na taxa fixa — a partir de 9,75% a 10,75% a.a.;
  • crédito habitacional atrelado à Poupança TR (taxa referencial) + 6,17% (Selic 12,75% a.a.) – 2,80% A 3,50% + Rendimento Poupança.

Contudo, a Caixa é o principal banco que faz os financiamentos feitos pelo Casa Verde e Amarela. Na sequência, confira as taxas de juros do programa.

Taxas de juros do Casa Verde e Amarela

Casa Verde e Amarela | Foto de celular com logo do Casa Verde e Amarela | Guia da Tenda | Blog da Tenda

A princípio, as taxas de juros do programa Casa Verde e Amarela foram definidas de acordo com as faixas de renda do participante. Dessa maneira, a Caixa Econômica Federal tem uma visão de cada possível comprador de acordo com a renda. Veja a seguir, quais são as faixas e os juros do Casa Verde e Amarela.

Grupo 1 Casa Verde e Amarela

Para começar, o grupo 1 é composto por famílias que tem uma renda mensal de até R$2.400. Nesse sentido, quem faz parte dessa faixa possui as menores taxas do Casa Verde e Amarela.

Região Norte e Nordeste
Cotista do FGTS: 4,25% a 4,50%
Não Cotista do FGTS: 4,75% a 5,00%

Região Sul, Sudeste e Centro-Oeste
Cotista do FGTS: 4,50% a 4,75%
Não Cotista do FGTS: 5,00% a 5,25%

Grupo 2 Casa Verde e Amarela

Formado por pessoas com renda familiar mensal bruta entre R$2.400,01 até R$ 4.400, o grupo 2 conta com taxas de juros muito acessíveis para quem quer comprar sua casa própria. Além disso, as taxas de juros também são diferenciadas para algumas regiões do Brasil. Confira:

Região Sul, Sudeste e Centro-Oeste
Cotista do FGTS: 5,00% a 6,50%
Não Cotista do FGTS: 5,50% a 7,00%

Região Norte e Nordeste
Cotista do FGTS: 4,75% a 6,50%
Não Cotista do FGTS: 5,25% a 7,00%

Grupo 3 Casa Verde e Amarela

Para finalizar, o último grupo de renda do Casa Verde e Amarela é formado por famílias com renda entre R$ 4.400,01 e R$ 8.000 e possui taxas de juros iguais para todo o país, sendo:

Cotista do FGTS: 7,66%
Não Cotista do FGTS: 8,16%

Além do mais, no Casa Verde e Amarela você pode pagar o financiamento da Caixa em até 30 anos. Aliás, o PCVA conta com o subsídio habitacional para quem faz parte dos grupos de renda 1 e 2. Logo, o valor máximo de subsídio que o Casa Verde e Amarela concede é de até R$ 47.500, mas apenas para o grupo 1. Por fim, é possível usar o saldo do FGTS para dar de entrada no financiamento e conquistar juros ainda menores.

Quais são os valores do financiamento Caixa?

Valores do financiamento habitacional Caixa | Foto de uma casinha, chave, calculadora e moedas | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Para esclarecer, a Caixa procura trabalhar com transparência em relação aos valores do financiamento imobiliário. Então, o valor mínimo para o financiamento Caixa é de R$ 80 mil. No entanto, até um tempo atrás, esse custo era de R$ 100 mil.

Logo, para oferecer a oportunidade de financiar a casa própria para pessoas com uma renda menor, foi feita a mudança no valor mínimo. Já o valor máximo do financiamento da Caixa é de R$ 1,5 milhão. Dessa forma, é possível financiar um imóvel com valor maior e contar com as facilidades da Caixa.

Esta é a última parte deste conteúdo em áudio! Ouça agora!

Quais são os tipos de financiamento habitacional Caixa?

O financiamento habitacional Caixa permite que o comprador financie seu futuro imóvel por diferentes modelos. Principalmente, cada um desses tipos de financiamento Caixa tem condições e vantagens específicas. A seguir confira quais são os principais tipos.

Crédito imobiliário Caixa pela poupança

Para começar, o crédito imobiliário Caixa pela poupança é um financiamento que o comprador tem uma taxa de juros que acompanha o rendimento da poupança. Isso quer dizer que, é uma forma de financiamento com pagamento seguro e eficaz.

Além das taxas serem ajustadas de acordo com a poupança, este tipo de financiamento tem uma taxa fixa. Logo, a taxa fixa é definida de acordo com o perfil do cliente, determinado pelo histórico financeiro do comprador.

Dessa forma, o crédito imobiliário pela poupança é um produto pós-fixado, ou seja, a Taxa Referencial (TR) é usada para corrigir o valor restante do imóvel. Contudo, essa quantia não entrará nos juros cobrados em cada parcela do financiamento. Por fim, as taxas de juros cobradas pelo financiamento habitacional Caixa pela poupança são os seguintes valores:

  • Índice da poupança Caixa.
  • Valor fixo que vai de 3,35% a 3,99% ao ano.

Crédito imobiliário Caixa pela TR (Taxa Referencial)

Um dos financiamentos Caixa mais utilizados para compra da casa própria é o crédito imobiliário Caixa pela TR (Taxa Referencial). Dessa forma, neste tipo de financiamento habitacional, o saldo devedor do contrato é atualizado pela TR. De modo geral, as taxas de juros desse tipo de financiamento Caixa pela TR ficam entre TR + 6,25% e TR + 8% ao ano.

Crédito imobiliário Caixa com taxas de juros fixas

O crédito imobiliário Caixa com taxas de juros fixas também é uma opção bem interessante para quem quer sair do aluguel mais rápido. Isso porque a principal vantagem dessa modalidade é saber exatamente o valor de cada parcela, da primeira até a última prestação.

Por causa da taxa que não varia, você não tem nenhuma surpresa ou dificuldade no planejamento financeiro a longo prazo. Logo, as taxas de juros desse financiamento habitacional Caixa são entre 8% e 9,75% ao ano.

Crédito imobiliário Caixa com IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor)

De modo geral, o crédito imobiliário Caixa com IPCA tem as taxas de juros ajustadas conforme a alteração do índice. Ou seja, sempre haverá a atualização do saldo devedor por causa da variação do IPCA. Portanto, as taxas de juros cobradas neste tipo de financiamento Caixa variam entre IPCA + 2,95% e IPCA + 4,95% ao ano.

Por que o financiamento habitacional Caixa é o mais utilizado?

Financiamento imobiliário Caixa | Foto de uma pessoa segurando um celular com o logo da Caixa Econômica Federal | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Sobretudo, o grande diferencial do financiamento habitacional Caixa é por ser um programa voltado para atender o maior número de pessoas da melhor forma. Na sequência, conheça as principais vantagens que explicam a alta solicitação dessa modalidade de crédito imobiliário.

Operação segura

Para ficar mais claro, o financiamento habitacional Caixa é seguro, pois a Caixa trabalha para que não haja nenhuma ameaça durante o processo. Por causa disso, a Caixa tem plataformas de acesso amplamente protegidas e criptografadas. Isto significa que o site está pronto para receber os documentos e informações das pessoas que estão interessadas no financiamento.

Portanto, todos os dados ficam protegidos, isto é, ainda que um hacker tente acessar os documentos, ele não conseguirá entender as mensagens criptografadas de segurança do site da Caixa.

Processo de financiamento ágil e facilitado

Existem etapas iniciais do financiamento habitacional Caixa, sendo uma delas a simulação. É através da simulação que o possível comprador consegue entender os valores do financiamento. Para fazer uma simulação é só acessar o site da Caixa. No aplicativo do Habitação Caixa é possível realizar procedimentos de negociação e até a gestão do seu financiamento já contratado. Logo, pelo celular você pode:

  • Acompanhar o andamento da solicitação do financiamento;
  • Realizar simulações de financiamento;
  • Enviar documentação referente ao processo;
  • Alterar a data do vencimento das parcelas;
  • Consultar demonstrativos;
  • Consultar o valor restante do financiamento;
  • Emitir boletos;
  • Atualizar dados.

Por fim, tanto no site como no aplicativo, você consegue conduzir o financiamento de forma muito prática, fácil e ágil. Da simulação à gestão do financiamento Caixa, você consegue fazer tudo sem sair de casa.

Transparência com o solicitante

Para quem está em busca da casa própria, o maior desejo é realizar o sonho de ter seu lar. Então, essas pessoas precisam ter uma relação transparente com o banco, em especial com às informações oferecidas sobre o financiamento. Além do mais, é necessário informar para quem pede o financiamento todas as restrições e limitações do processo. Nesse sentido, a Caixa leva todas as informações aos interessados nas linhas de crédito habitacional.

Por isso, os clientes podem contar que a Caixa é muito transparente com relação as taxas de juros das linhas de crédito. Logo, cada tipo de financiamento Caixa tem os juros bem definidos, mesmo sendo fixas ou variáveis.

Maiores prazos de pagamento do financiamento

O prazo de financiamento é algo muito importante para todo comprador. Afinal de contas, quanto mais tempo oferecido para pagar o crédito, melhor. Com isso, as parcelas do financiamento ficam mais em conta.

Então, os financiamentos da Caixa possuem prazos que vão de 120 a 420 meses. Ou seja, o comprador pode conseguir um financiamento de até 35 anos. Dessa forma, é tempo o suficiente para quitar o imóvel com tranquilidade e conseguir construir um patrimônio para a família.

Para concluir, a melhor parte é que você pode liquidar o saldo devedor do financiamento antes do prazo final. Isso quer dizer que você pode economizar amortizando as parcelas até com o saldo do seu FGTS durante o financiamento.

Parcelas que cabem no seu orçamento

O financiamento habitacional da Caixa conta também com parcelas que cabem no orçamento. Isso porque as prestações não podem ultrapassar 30% da sua renda familiar. Assim, com até 35 anos para pagar as parcelas do financiamento Caixa, é possível conquistar a casa própria.

Condições especiais que atendem todas as classes sociais

Em especial, o financiamento habitacional Caixa é um programa inclusivo. A ideia é permitir que as famílias com baixa renda tenham acesso à casa própria através do financiamento facilitado da Caixa.

Dessa forma, oferecendo um dos maiores prazos de financiamento e parcelas que cabem no orçamento da maioria das famílias brasileiras, a Caixa possui diversos tipos de financiamento para várias categorias de imóveis para incluir todos que querem ter um imóvel próprio.

Tudo isso é feito com ajuste de juros e parcelas do financiamento, permitindo que as linhas de créditos habitacionais Caixa sejam viáveis para todos. Vale ressaltar que as avaliações de crédito da Caixa consideram a renda mensal familiar do solicitante. Assim, quanto maior for a família, maior será sua renda e as chances de aprovação no financiamento aumentam!

Se você ainda não escolheu um imóvel para ser seu novo lar, conte com a Construtora Tenda que é parceira da Caixa Econômica Federal no financiamento dos apartamentos Tenda. Conheça os apartamentos à venda e conquiste o sonho da casa própria junto com a gente!

Sobre a Tenda

Tenda é uma das maiores construtoras do Brasil e uma das empresas que integram a Bolsa de Valores de São Paulo. Listada no Novo Mercado da B3, a companhia tem o mais alto nível de governança corporativa do país.

Com mais de 50 anos de experiência no mercado imobiliário, a gente sabe que comprar um apartamento muitas vezes parece ser algo impossível para muitos brasileiros. Por isso, a nossa missão é colocar a conquista da casa própria ao seu alcance.

Acredite, com as nossas condições exclusivas somadas a grande parceria que temos com o programa  Casa Verde e Amarela, o substituto do Minha Casa Minha Vida, você consegue ter o seu cantinho.

Nós já realizamos o sonho de mais de 120 mil famílias, provando que ter um imóvel próprio é possível. Para ajudar cada vez mais brasileiros, estamos presentes em capitais e regiões metropolitanas de nove estados do país. Existem apartamentos à venda em São Paulo, Bahia, Ceará, Pernambuco, apartamentos à venda no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Minas Gerais.

Além de mais de 50 lojas físicas nos nove estados em que atuamos, também oferecemos a comodidade da Loja Virtual Tenda, um ambiente seguro e com todas as informações que você precisa para conquistar o seu imóvel. No nosso site, você também encontra ferramentas como o Simulador de Financiamento e a Calculadora dos Sonhos que te ajudam no planejamento da compra.

Conte com a gente para realizar o sonho de ter o seu apartamento! Estamos prontos para tirar as suas dúvidas e te acompanhar durante todo o processo.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Saia do aluguel e conquiste seu apartamento. Dê o primeiro passo agora mesmo.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.