GUIA COMPLETO PARA VOCÊ CONQUISTAR A CASA PRÓPRIA

Guia da Tenda

Você sonha em comprar sua casa própria mas não sabe por onde começar? Comprar um lugar para chamar de lar é um desejo da maioria dos brasileiros, e por isso pede um bom planejamento. Porém, com vontade e dedicação, esse sonho pode se tornar realidade.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Por isso, separamos aqui dicas essenciais para quem quer comprar o primeiro imóvel. Boa leitura!

Esse conteúdo também está disponível na versão podcast. Aproveite a praticidade do áudio que preparamos para você. Para ouvir é só clicar no play!

Priorize o programa Minha Casa Minha Vida

Casal recebendo as chaves da casa | Guia para conquistar a casa própria | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Sem dúvidas, o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) é um projeto muito conhecido por facilitar a conquista da casa própria. Entretanto, poucas pessoas sabem como esse programa realmente funciona. Com o intuito de incentivar a realização deste seu sonho, selecionamos as informações mais importantes para você conhecer esse financiamento.

O que é o Minha Casa Minha Vida?

O Minha Casa Minha Vida é um programa do Governo Federal, conhecido como uma das maiores iniciativas para o financiamento da casa própria no Brasil. Em resumo, esse projeto conta com diversas facilidades, entre elas o chamado subsídio, um benefício direcionado para famílias de baixa renda. Iniciado em 2009, atualmente o programa evoluiu para o novo Casa Verde e Amarela, que explicaremos mais abaixo.

Quem pode utilizar o programa?

O Minha Casa Minha Vida é destinado para brasileiros, residentes em território nacional, que estejam com CPF válido e que tenham uma renda familiar a partir de R$ 1600,00. Lembrando que essa renda pode ser formada por até três pessoas, desde que comprovadas.

Antes de mais nada, é importante verificar em qual modalidade você se encaixa, pois ao todo existem quatro faixas. As taxas de juros, os valores do subsídio e das prestações podem variar de acordo com a renda. Fatores como a localização do imóvel e se você possui ou não FGTS também entram na análise durante a solicitação do financiamento.

Quais são as principais vantagens do Minha Casa Minha Vida?

Com toda a certeza, a facilidade do financiamento, a composição de renda e o subsídio são as principais vantagens do programa. Você ainda pode conhecer mais sobre ele na seção sobre o programa do nosso blog. Não deixe de conferir!

Se preferir, veja mais detalhes nesse conteúdo especial que preparamos e visite no nosso canal no YouTube. Vale a pena se inscrever pra não perder nada, viu?

O que é o programa Casa Verde e Amarela?

O Casa Verde e Amarela também é um programa habitacional criado pelo Governo Federal. Da mesma forma que o Minha Casa Minha Vida, o objetivo é facilitar a compra da casa própria. Além disso, o programa também tem como propósito, melhorar a qualidade de vida dos brasileiros.

Apesar de terem o mesmo objetivo, existem algumas diferenças entre os dois, como a divisão de faixas de renda, as taxas de juros, entre outros detalhes.

Por exemplo, o Minha Casa Minha Vida era dividido em 4 faixas de renda. Já o programa Casa Verde e Amarela (PCVA) é organizado em 3 grupos. Em relação aos juros, no MCMV cada faixa de renda tinha suas taxas específicas, válidas igualmente para todos os estados brasileiros. Por outro lado, no Casa Verde e Amarela, as taxas de juros são diferentes tanto entre os grupos de renda, quanto entre os estados.

Mas fique tranquilo, o Casa Verde e Amarela também conta com facilidades importantes, como o subsídio habitacional.

Não desista por estar com o nome sujo

Homem fazendo contas | Guia para comprar a casa própria | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Sem dúvidas, o financiamento é uma das formas mais comuns para conquistar a casa própria. Entretanto, quem tem o nome sujo por estar negativado no SPC ou Serasa pode encontrar dificuldades e ter o crédito negado por bancos e instituições financeiras. Se este é o seu caso, confira nossas dicas abaixo.

Posso financiar um imóvel com o nome sujo?

Ao pedir um financiamento para bancos ou instituições financeiras, é feita uma análise do seu histórico financeiro. Por exemplo, renda, consulta ao SPC e Serasa. Se você estiver com o nome sujo, as agências negam, pois concluem que você terá dificuldades para pagar as prestações, mesmo comprovando a renda exigida. Mas não desanime! Isso não significa que você nunca poderá conquistar a casa própria.

Como limpar o meu nome?

Em resumo, para ter o seu nome retirado das listas de proteção ao crédito, você deve entrar em contato com a empresa da dívida, fazer uma negociação e realizar o pagamento.

Se o valor for muito alto e você optar por dividir, ao efetuar o pagamento da primeira parcela o seu nome será retirado da lista em até cinco dias úteis. Mas, se os demais boletos não forem quitados, você ficará negativado novamente.

Junte sua renda com a de outras pessoas

Casal comemorando mudança | Guia para comprar a casa própria | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Se por acaso, a sua renda individual não for o suficiente para o financiamento de um imóvel, você pode contar com a composição de renda. Confira como utilizar esse recurso para conquistar sua casa própria.

O que é composição de renda?

A composição de renda permite que some o seu faturamento com o de outras pessoas. Por exemplo, no programa Minha Casa Minha Vida, a composição de renda familiar pode conter até três pessoas. Sem dúvidas, você pode juntar a sua renda com quem quiser, incluindo amigos. Mas, as chances de aprovação do financiamento aumentam consideravelmente quando são familiares, principalmente marido ou esposa.

Quais são as regras para utilizar a composição de renda?

Ao optar por somar sua renda com a de outras pessoas, é importante que nenhum dos integrantes estejam com o nome sujo, ou seja, no SPC ou Serasa. Em resumo, ter dívidas não quitadas são fatores que podem interferir negativamente na aprovação de crédito. Além desse detalhe, não há restrições.

Além disso, é importante lembrar que as pessoas incluídas no financiamento passam a ser coproprietárias do imóvel. Por isso, analise com atenção quem irá escolher para fazer parte dessa conquista.

Quais são as vantagens de compor renda?

Com toda a certeza, uma das principais vantagens está no aumento das chances de conseguir a aprovação do financiamento. Como o valor da renda será maior, há uma segurança extra para a instituição financeira.

Além disso, ao compor renda, é possível unir o FGTS de todos os envolvidos, podendo utilizá-lo tanto como valor de entrada do imóvel, quanto para quitar parcelas do financiamento.

Utilize sua renda mesmo sendo autônomo

Mulher fazendo planejamento | Guia para comprar a casa própria | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Sem dúvidas, um dos principais questionamentos do trabalhador informal é como comprovar renda sendo autônomo. Além disso, se é possível ou não realizar o financiamento de um imóvel. Para acabar com essas dúvidas e mostrar que é possível conquistar a casa própria com uma renda informal, listamos aqui os documentos que são aceitos para comprovar seus ganhos. Confira.

Extratos bancários

Fácil e rápido de acessar, o extrato bancário conta como um comprovante de renda autônomo. Você só precisa apresentar o histórico dos últimos seis meses de movimentação da conta. Dessa forma, o banco irá calcular a média da sua renda.

Declaração de Imposto de Renda de autônomo

A declaração de Imposto de Renda de um autônomo também é um comprovante válido para o financiamento de um imóvel.

Recibo de Pagamento de Autônomo (RPA)

Para completar as formas de comprovação de renda como autônomo, vem o Recibo de Pagamento de Autônomo, conhecido como RPA. Emitir esse documento é obrigação da empresa que contrata os serviços, por isso, fique atento e solicite-o sempre que possível.

Em resumo, você pode utilizar qualquer um destes comprovantes para conquistar sua casa própria pelo Minha Casa Minha Vida. Bacana, não é?

Use o simulador de financiamento

Imagem de duas mulheres usando o notebook | Guia para comprar a casa própria | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Indicado para conferir a estimativa do valor das parcelas de um financiamento imobiliário, o simulador é uma ferramenta gratuita, prática e fácil de usar. Confira como funciona e aproveite para testar.

O que é um simulador de financiamento

O simulador é uma ferramenta que permite verificar o custo aproximado das parcelas do financiamento de um imóvel, já incluindo as taxas e os juros. Ao preencher algumas informações, como seu estado, idade e renda, você confere com facilidade a estimativa do valor. Além disso, se o simulador habitacional for do programa Minha Casa Minha Vida, é possível também verificar o valor do benefício do subsídio.

Vale lembrar que ao colocar o seu rendimento no simulador, você pode considerar um valor referente a composição de renda, ou seja, a união dos ganhos de até três pessoas.

Quais são as vantagens de usar essa ferramenta?

Sem dúvidas, a principal vantagem é a praticidade para saber o valor médio que você precisará pagar mensalmente para conquistar seu imóvel. Assim como o valor do subsídio.

Fazer essa simulação ajuda a planejar a realização desse sonho, seguindo as suas necessidades e respeitando seu orçamento. Por exemplo, é importante ter em mente que, além da mensalidade, existem outros custos, como o valor de entrada, que representa cerca de 30% do valor do imóvel.

Quer descobrir qual seria o custo aproximado das parcelas com a sua renda atual? Então é só conferir nosso Simulador de Financiamento. É muito fácil e rápido de usar!

Parcele o valor de entrada

Imagem de duas pessoas mexendo no notebook ao lado de uma casa em miniatura | Guia para comprar a casa própria | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Uma vez que é praticamente impossível parcelar o custo total do imóvel em um único financiamento, é importante incluir o valor de entrada no planejamento. Saiba mais como funciona o cálculo deste valor e as opções de pagamento disponíveis.

Como funciona o cálculo do valor de entrada?

Existe uma regra que especifica que o financiamento de um imóvel seja de, no máximo, 80% do seu valor. Entretanto, na prática, os financiamentos mais aprovados contemplam apenas cerca de 70% do custo do apartamento. Dessa forma, o restante é o valor de entrada.

Por exemplo, ao financiar 70% de um apartamento de R$ 300 mil, a pessoa irá parcelar R$ 210 mil e pagar R$ 90 mil de entrada.

É possível parcelar o valor de entrada?

Apesar de muitos bancos e instituições financeiras exigirem o valor de entrada à vista, a Tenda oferece condições exclusivas para você conquistar sua casa própria. Sem dúvidas, com as nossas opções de parcelamento você ficará ainda mais perto da realização desse sonho.

Ao mesmo tempo que você encontra opções de apartamentos com um valor de entrada baixo, o pagamento pode ser feito em até 60 meses.

Use o seu FGTS

Imagem de uma carteira de trabalho e notas de cem reais | O que fazer com o FGTS | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Ao mesmo tempo que é uma segurança para os trabalhadores, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) também ajuda na conquista da casa própria. Confira a seguir as regras de utilização e como consultar seu saldo.

O que é FGTS?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é um compromisso que as empresas têm com seus funcionários. Esse benefício, que funciona como uma reserva de dinheiro para o trabalhador, recebe mensalmente um valor referente a 8% do salário bruto do empregado. Essa quantia fica guardada em uma conta da Caixa Econômica Federal.

O objetivo é que, após um ano, essa conta do FGTS tenha o valor referente a um salário bruto do trabalhador. Entretanto, não é possível sacar essa quantia a qualquer momento. O valor depositado só pode ser usado em ocasiões específicas, como no financiamento ou compra de imóveis, aposentadoria ou demissão sem justa causa.

Quais são as condições para usar o FGTS na compra de um imóvel?

Apesar de ser liberado para isso, existem algumas regras. Por exemplo, é necessário que você tenha, no mínimo, três anos trabalhados com carteira assinada. Esse período de contribuição pode ou não ser consecutivo, bem como na mesma empresa ou em lugares diferentes. Além disso, você não pode ter nenhum financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

O uso deve ser direcionado para um imóvel residencial e não comercial, e existe restrição para a aquisição de um segundo imóvel no mesmo município ou em cidades muito próximas.

É possível utilizar o FGTS no Minha Casa Minha Vida?

Com toda a certeza, o FGTS facilita a conquista da casa própria no programa Minha Casa Minha Vida. Com o saldo, você pode diminuir o valor ou o número de parcelas do financiamento, além de abater o custo total do imóvel. Se você optar pela composição de renda, o FGTS das outras pessoas também pode ser utilizado.

Como saber quanto eu tenho de FGTS?

A cada três meses, a Caixa envia uma carta contendo o extrato do FGTS para seu endereço cadastrado. Caso isso não aconteça, você pode consultar no site oficial do FGTS. Para essa opção, tenha em mãos o número do NIS (PIS/PASEP). Vale lembrar que no primeiro acesso é preciso cadastrar uma senha. Por fim, essa consulta também pode ser feita em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Faça um financiamento

Casal assinando contrato | Guia para comprar a casa própria | Guia da Tenda | Blog da Tenda

O financiamento é uma linha de crédito de longo prazo, destinada à aquisição de um imóvel. Oferecido por instituições financeiras e bancos, esse recurso permite o parcelamento de casas e apartamentos novos e em construção.

O financiamento oferece condições de pagamento e taxas de juros mais acessíveis. Por isso, essa alternativa deixa o sonho da casa própria ainda mais próximo de você.

Quais são os tipos de financiamento?

No Brasil, existem diferentes tipos de financiamentos imobiliários, como o realizado diretamente com bancos e construtoras, e os programas do Governo Federal, como o Minha Casa Minha Vida.

Em resumo, independente do tipo de financiamento, o ideal é que as parcelas não comprometam mais que 30% da renda familiar.

O que é necessário para conseguir um financiamento?

Para a aprovação de um pedido de financiamento, são analisadas diversas informações. Entre elas: renda, vínculo profissional, histórico financeiro e consulta ao SPC e Serasa.

Vale lembrar que o profissional autônomo, MEI, e outros trabalhos que não são CLT, também podem conseguir um financiamento.

Conheça as facilidades da Tenda

Com toda a certeza, comprar um apartamento é um grande passo. Além de escolher com cuidado fatores como localização e o tipo de financiamento, é preciso encontrar uma construtora de confiança.

A Tenda tem o maior orgulho de ajudar milhares de pessoas a realizarem o sonho da casa própria. Com mais de 50 anos de história, já comemoramos essa vitória com mais de 120 mil famílias em diversos estados do Brasil.

Somos também uma das principais parceiras do Minha Casa Minha Vida, então, com a gente, você pode contar com todos os benefícios do programa.

Além disso, alguns dos processos que normalmente são de responsabilidade do comprador – como as etapas de financiamento e registro do imóvel – são realizados pela própria construtora. Com isso, o cliente deixa de ter preocupações com as partes mais burocráticas do processo de compra.

Sem dúvidas, outro diferencial da Tenda é em relação a entrada. Ao negociar as condições de pagamento, o valor de entrada pode ser dividido em até 60 meses.

Essa política adotada pela construtora é fruto da compreensão de que a entrada costuma ser uma grande dificuldade para muitas famílias. Por isso, além do parcelamento, a Tenda não estipula um valor mínimo para as parcelas – isso é negociado entre você e o agente de vendas.

Viu como o sonho da casa própria pode estar mais perto do que você imagina? Então conheça nossos apartamentos à venda e entre em contato com a gente! Acesse a Loja Virtual da Tenda e dê o primeiro passo em direção a essa conquista!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.