5 DICAS DE O QUE FAZER COM O SAQUE DO FGTS

7 de abril de 2021

Guia da Tenda

Quando o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é liberado, muitas pessoas ficam na dúvida do que fazer. Quem está acostumado com o saque do FGTS de maneira limitada pode ficar hesitante de utilizar o dinheiro acumulado para qualquer atividade. Afinal, essa é uma forma muito boa de poupar dinheiro e que oferece segurança para os momentos de crise ou para comprar um imóvel próprio.

Loja Virtual Tenda | Blog da Tenda
Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda
Eu Indico a Tenda | Programa de Indicação | Blog da Tenda
Simulador de Financiamento | Simulador Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda

Porém, o saldo pode ser utilizado para diversas ações, como o pagamento de dívidas e a aquisição de imóveis. Na modalidade imediata ou de aniversário, o beneficiário pode sacar parte do dinheiro em espécie e utilizá-lo para o que quiser.

Quer saber mais sobre a melhor forma de aproveitar o seu FGTS? Então confira as nossas dicas!

1. Pagar dívidas

Se você tem dívidas antigas e não consegue se livrar delas, saiba que é possível sacar o FGTS para quitá-las, mas há regras importantes. A primeira delas é que essa opção não pode ser utilizada para o pagamento de dívidas entre pessoas físicas. Ou seja, não é possível pagar aquele amigo a quem você está devendo.

Deixando de lado essa limitação, você pode utilizar o valor para várias despesas, como:

  • despesas de cartão de crédito que já foram negativadas;
  • créditos estudantis atrasados, como o FIES;
  • carnês de loja atrasados;
  • empréstimos e financiamentos bancários etc.

A intenção do governo ao liberar recentemente novas formas de saque foi reduzir o endividamento da população e estimular o consumo. Aqui, vale lembrar que o ideal é utilizar o dinheiro para pagar somente as dívidas atrasadas.

Então, para otimizar o dinheiro, não deixe de planejar bastante a estratégia de quitação. Comece a pagar as dívidas com maior taxa de juros, como cheque especial e cartão de crédito no rotativo. Depois disso, passe para aquelas com menor taxa de juros, como financiamentos automotivos e contas de consumo.

Se você está correndo o risco de perder seu imóvel devido a atrasos nas prestações, temos uma boa notícia: você também pode utilizar o saldo integralmente para a amortização desse financiamento.

2. Fazer investimentos

Uma outra opção é fazer investimentos de capital fixo ou variável. Uma das maiores críticas à poupança do FGTS é que ela rendia a taxas muito baixas. Por isso, o trabalhador acabava perdendo uma oportunidade de conquistar ganhos maiores.

Hoje em dia isso não é um problema. Muitas pessoas utilizam o FGTS para investir em Tesouro Direto e na bolsa de valores. Porém, é preciso ter um bom conhecimento técnico para não cometer erros em aplicações. Além disso, a conta do FGTS está rendendo mais do que a maioria dos investimentos de renda fixa, como a poupança e o CDB, então não é um bom negócio sacar para aplicar nessas contas.

3. Fazer compras

O consumo mal planejado é a pior forma de gastar o FGTS. Por isso, se você quer sacar parte do seu FGTS, tenha em mente um destino útil para o saldo. Você pode utilizá-lo, por exemplo, para pagar um curso que pode ajudar na conquista de um emprego melhor.

4. Reserva de emergência

Ter uma reserva de emergência é um dos objetivos originais do FGTS, junto com o saque para a compra de imóveis. Quando um trabalhador é demitido, ele tem sua renda mensal reduzida significativamente. Desse modo, o saldo do FGTS é liberado integralmente para saque a fim de ajudar o trabalhador a se manter até que ele consiga um novo emprego.

Por essa razão, consideramos que utilizar o FGTS para o consumo de bens não é uma opção interessante. O ideal é que você utilize os saques durante emergências ou para a compra de um imóvel próprio.

5. Aquisição de imóveis

Por fim, não podemos deixar de falar do principal destino do saque do FGTS: a compra da casa própria. Com o saldo, você pode comprar um imóvel à vista, dar a entrada em um financiamento, amortizar prestações etc. A grande vantagem é que você vai construir um patrimônio sólido, além de se livrar de uma despesa que não traz nenhum retorno financeiro para você — o aluguel.

Para isso, é preciso obedecer a algumas condições, como:

  • ter no mínimo três anos de contribuição ao FGTS. Não é necessário que eles sejam consecutivos ou na mesma empresa;
  • não ter outro financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação e não ser proprietário de um imóvel, mesmo em construção, no município onde trabalha ou onde reside atualmente.

Essas regras servem para que o governo preze pela eficiência do programa, afinal, ele foi criado para estimular a compra da casa própria por quem vive de aluguel ou de favor. Assim, é possível conquistar um patrimônio sem se endividar muito com os financiamentos.

Em relação ao imóvel, também é preciso cumprir alguns requisitos, como:

  • valor máximo de R$ 1,5 milhão, de acordo com avaliação oficial;
  • localização em território nacional;
  • sua finalidade deve ser a moradia do titular;
  • não pode ser terreno sem construção em andamento ou pronta;
  • uso exclusivamente residencial urbano, sendo vedada a aquisição de imóveis comerciais ou rurais;

Seguindo todas essas regras, você pode comprar seu apartamento próprio sem nenhum problema. O FGTS é uma oportunidade para que você consiga dar a entrada necessária para muitos financiamentos ou para reduzir o impacto das prestações na sua renda mensal.

Utilize seu FGTS para conquistar seu Tenda

Foto de um homem sorrindo segurando chaves | Como utilizar o dinheiro do FGTS | Guia da Tenda | Blog da Tenda

Essa é uma chance única para que você construa um patrimônio e ganhe a estabilidade de ter um imóvel próprio. Por isso, se você quer conquistar a sua casa própria, fale com a gente. Você também pode fazer uma simulação de financiamento ou utilizar a nossa Loja Virtual.

Além de possibilidade de utilizar o FGTS, temos muitas outras facilidades, como: compor renda com outras pessoas, longo prazo de pagamento e subsídio. Com certeza há um apartamento Tenda que encaixa no seu bolso.  Acredite, o próximo pode ser o seu!

Gostou de saber mais sobre o assunto e quer continuar se informando? Então, leia também este post e saiba mais como usar o FGTS para comprar o seu apartamento!

Loja Virtual Tenda | Blog da Tenda
Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda
Eu Indico a Tenda | Programa de Indicação | Blog da Tenda
Simulador de Financiamento | Simulador Minha Casa Minha Vida | Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato.

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.