Veja como abrir um brechó online em 4 passos

Economize

Como montar um brechó online?” — essa é uma pergunta que se tornou comum para muita gente. Afinal, nos últimos anos, cresceu o número de pessoas que compra não só roupas, mas também calçados e acessórios seminovos buscando economizar. Com isso, quem tem peças sobrando e sem uso encontrou uma forma de ganhar espaço no fundo do armário e, de quebra, conseguir uma renda extra.

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Porém, é normal ter dúvidas a respeito de por onde começar e o que deve ou não ser feito nesse negócio. Pensando nisso, listamos os quatro passos que você deve seguir para fazê-lo dar certo e gerar um bom retorno para o seu orçamento. Acompanhe!

1. Separe as roupas que você não usa mais

Para começar, não há muito mistério: aproveite o seu sábado e domingo ou mesmo o dia da faxina em casa para conferir as suas roupas e separar aquilo que não é mais utilizado há um bom tempo, não cabe mais em você ou simplesmente não é mais do seu agrado.

Feita essa primeira seleção, é hora da segunda. Isto é, veja quais dessas peças estão em bom estado de conservação, pois esse é um critério fundamental para elas serem vendidas. Em outras palavras, elas devem estar sem rasgos, gola frouxa, manchas, tecido desgastado etc.

Depois dessa triagem, monte uma lista com todos os itens que vão compor o seu brechó. Ela é muito importante, pois servirá não apenas para você ter um controle da quantidade de coisas que venderá, mas também do quanto lucrará com essa iniciativa. Isso porque a lista deve conter o nome da roupa, a quantidade dela (caso seja mais de uma) e o valor que você cobrará por ela. Por exemplo:

  • 1 macacão jeans por R$ 60,00;
  • 3 camisetas básicas por R$ 20,00 (cada);
  • 5 bonés de aba reta por R$ 10,00 (cada);
  • 1 tênis de lona por R$ 45,00.

2. Fotografe as peças

O segundo passo, por sua vez, consiste em fotografar as roupas selecionadas para poder divulgá-las na internet. Isso porque, por mais que os anúncios devam ser bem completos e conter inúmeras informações sobre cada peça, a imagem é o que vai, em um primeiro momento, chamar a atenção das pessoas e fazê-las clicarem no seu conteúdo.

Por isso, escolha uma parede com fundo claro (preferencialmente branco), coloque um cabide ou um gancho adesivo nela e coloque item por item pendurado nele. Assim, ela fica em destaque na imagem. No lado oposto, deve ficar a câmera já posicionada em um tripé. Caso a iluminação do ambiente não seja a das melhores, não se preocupe!

Você pode ligar alguma luminária (com luz branca, vale ressaltar!) e posicioná-la atrás da câmera. Assim, o ambiente fica mais claro e as sombras da roupa na parede diminuem. Uma dica extra, caso você tenha tempo e disposição, é vestir as peças e posar para as fotos. Lembrando que, nesse caso, não é preciso aparecer o seu rosto, viu?

As imagens podem pegar do pescoço para baixo. Afinal, isso ajuda os possíveis compradores a terem uma ideia do caimento e das dimensões delas. No caso de calçados (sapatos, botas, sandálias etc.) e acessórios (como relógios, pulseiras, bolsas, carteiras etc.), essa tática é ainda mais útil!

3. Crie anúncios em sites de compra e venda

O terceiro passo sobre como montar um brechó online é se cadastrar em sites de compra e venda que sejam confiáveis e tenham categorias específicas para venda de roupas, calçados e acessórios, como é o caso do Enjoei e do Mercado Livre.

Isso porque muita gente pesquisa neles diariamente, garimpando os preços mais em conta para garantir as melhores compras. Aliás, pessoas de todo o país e, inclusive, de outras nações, viu? Portanto, vale muito a pena estar presente nessas plataformas!

A partir daí, você cria o seu perfil com todas as informações para contato de possíveis clientes e cria os anúncios de venda dos seus itens. Lembrando que é essencial descrever bem cada peça, pois isso servirá como complemento para as imagens, especialmente quando se trata daqueles detalhes que não dá para ver, muito menos sentir.

Portanto, fale sobre as características delas, como o tipo e a cor do tecido, o tamanho que veste, o formato do abotoamento (se houver), os eventuais detalhes etc. Caso tenhas outros produtos, você também pode criar seções de itens de decoração para o lar, para crianças (quando tem filhos, sobrinhos ou enteados pequenos), para pets e muito mais.

4. Invista nas redes sociais

Por fim, saiba que você pode criar uma loja virtual para vendas locais (na sua cidade) sem necessariamente ter um e-commerce próprio. “Mas como isso é possível?”, você deve estar se perguntando. Pois bem, o que muita gente faz é criar um perfil comercial no Instagram e uma página no Facebook para divulgar as peças que tem disponíveis e, de quebra, compartilhar os anúncios dos sites de compra e venda.

Afinal, as redes sociais são mais intuitivas e fáceis de lidar por serem algo que você já usa no cotidiano. Para completar, elas permitem atualizações diárias, interações (como curtidas e comentários), publicações de stories e conversas privadas ou em grupo.

Com isso, fica mais fácil mostrar as suas peças para outros públicos, contar com o apoio de amigos e familiares para partilharem os seus posts, realizar promoções e responder com mais rapidez aos interessados. Daí em diante é só pensar na forma de pagamento (depósito bancário ou à vista, por exemplo) e a forma de entrega das roupas.

Viu só como montar um brechó online é bem mais fácil do que você pensa? Por isso, não deixe de seguir o nosso passo a passo para fazer essa empreitada dar certo e, assim, conseguir uma renda extra para complementar (e desafogar) o seu orçamento!

E se gostou do post, já sabe: aproveite para compartilhá-lo nas suas redes sociais, a fim de estimular os seus amigos a tomarem a mesma iniciativa!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.