Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Não basta apenas ter um sonho: é preciso elaborar um plano para chegar até ele. Para que o orçamento viabilize esse desejo, definir e cumprir metas financeiras é indispensável Aprenda como fazer isso e chegue onde deseja! Para alcançar os sonhos, o planejamento é fundamental.

É por meio dele que tudo pode sair conforme o esperado e, enfim, gerar as conquistas desejadas. Nesse processo, criar e manter metas financeiras também é muito importante. Elas devem ser alcançáveis, mas precisam ser desafiadoras para que você fique sempre motivado.

Na hora de comprar o primeiro imóvel, por exemplo, você precisa planejar o orçamento. Assim, fica mais fácil fazer o pagamento do financiamento com segurança e conveniência. O problema é que muita gente deixa as metas apenas no papel, o que compromete as chances de sucesso.

Então, como estabelecer metas financeiras, cumpri-las e realizar suas expectativas? É o que você verá a seguir. Confira!

Diferencie desejos pessoais de objetivos

É comum achar que uma meta é a representação do seu desejo pessoal. Se o desejo é adquirir um imóvel, esse é o objetivo a ser perseguido. No entanto, a mistura dos conceitos não é nada positiva. Definir um sonho como a principal meta financeira deixa tudo distante e, então, a motivação é prejudicada.

A melhor maneira de evitar isso é entender que o seu sonho está no topo da escada. Os degraus são constituídos pelas metas, ou seja, por partes menores que levam ao sonho. Ao compreender a diferença, você notará a importância de “quebrar” a aspiração pessoal em porções menores, pois elas serão mais facilmente alcançáveis e gerarão os efeitos esperados.

Estabeleça metas claras e simples

Agora que entende a importância das metas financeiras, é o momento de definir como elas aparecerão. Nessa fase, o ideal é associar números e elementos que possam ser medidos e acompanhados.

Se a intenção é juntar dinheiro para dar entrada no imóvel próprio, por exemplo, essa deve ser a meta principal. Para tornar tudo menos complexo de ser alcançado, você pode estabelecer um objetivo de economia mensal ou até semanal.

A ideia é fazer com que a meta esteja sempre em sua mente — seja para juntar R$ 1 mil, seja para guardar R$ 20 mil. Assim, ela estará incorporada à sua realidade e será mais fácil obter a conquista tão desejada.

Adote o modelo progressivo

Metas financeiras podem trazer desafios, principalmente para quem ainda não está acostumado a controlar o orçamento. Entre pagar as contas e suprir as necessidades, muita gente tem dificuldade em fazer sobrar o dinheiro que é necessário para alcançar os objetivos.

A melhor forma de simplificar o processo é por meio da adoção de um modelo progressivo. A ideia é começar aos poucos, de modo a abrir espaço no orçamento. Com o tempo, será cada vez mais fácil fazer economias maiores e atingir objetivos ambiciosos.

Imagine que o desejo é liberar 30% do orçamento para pagar o financiamento do imóvel. Separar todo esse valor de uma só vez é quase impossível se as contas já não forem muito equilibradas. Então, uma solução é estabelecer como meta economizar 10%. Assim que isso se tornar possível, é a vez de guardar 20%. Em pouco tempo, dá para ter os 30% desejados para realizar o sonho.

Mantenha a disciplina e a consistência

Definir as metas e cumpri-las não são tarefas que acontecem apenas uma vez. Na verdade, é fundamental ter um elevado nível de comprometimento para que as mudanças sejam reais. Ou seja, não adianta economizar em um mês e, no seguinte, fazer uma grande dívida no cartão de crédito.

O segredo para o sucesso é construir hábitos por meio da disciplina e da consistência. Então, é preciso se manter atento para não cometer deslizes que podem prejudicar o alcance das metas.

Mantenha sempre o foco no que você deseja atingir e busque o controle de gastos para obter um melhor resultado. Assim, fica longe de ceder à tentação de gastar aquilo que deveria ser economizado.

Faça um acompanhamento das finanças

Já que se manter na linha é tão importante, o ideal é fazer um acompanhamento rígido das movimentações financeiras. Para tanto, utilize planilhas e mecanismos que o ajudem a ter visibilidade sobre o próprio dinheiro.

Há aplicativos para celular e outros dispositivos móveis que sincronizam com seus cartões e contas. Assim, todos os gastos são lançados em planilhas e podem ser acompanhados. Também é importante registrar tudo o que você gastar à vista, por menores que sejam os valores.

Esse é um modo de saber para onde o seu dinheiro vai e como é possível economizar ainda mais, sem abrir mão do padrão de vida. Além de tudo, é um jeito de evitar o desperdício de recursos, já que traz maior consciência.

Faça escolhas inteligentes

Ter metas financeiras não significa viver à base de privações. Não se trata de abrir mão de toda a sua vida em busca de economizar. Afinal, é praticamente impossível se manter nesse ritmo durante o tempo de um financiamento.

A ideia é promover maior educação financeira, o que leva a escolhas melhores e voltadas para os principais interesses. Com o controle do dinheiro em dia, opte por tomar decisões inteligentes e estratégicas.

Talvez você não precise adquirir algo na promoção só porque tem desconto, como uma roupa. Por outro lado, se é preciso trocar um eletrodoméstico, é melhor comprar à vista e obter descontos — ainda que isso signifique não economizar tanto em um mês específico.

Acompanhe os seus resultados

Depois de definir as metas financeiras e começar a cumpri-las, é fundamental acompanhar os seus resultados. As finanças já são controladas pela planilha, então é importante verificar como andam as economias.

Verifique, por exemplo, quanto dinheiro você já conseguiu guardar ou se é possível aproveitar o orçamento um pouco mais. Revise as metas com frequência, de modo que elas estejam adaptadas às suas necessidades e interesses. Dessa forma, é viável atingir os objetivos específicos.

As metas financeiras são partes importantes do planejamento e devem ser definidas com cuidado. Ao cumpri-las com disciplina, será mais fácil conquistar o que você tanto deseja!

Para entender melhor como colocar tudo isso na prática, aproveite para conferir como comprar um apartamento sem se endividar e tire as suas dúvidas!

Saiba quais são as despesas fixas de uma casa para gerenciar seu orçamento

Saiba quais são as despesas fixas de uma casa para gerenciar seu orçamento

Economia doméstica

Entender como as despesas fixas de uma casa afetam seu planejamento financeiro é essencial caso você queira organizar melhor seu orçamento, estabelecer novos planos e criar metas de investimento para o seu dinheiro.

Educação financeira infantil: como ensinar os filhos a ter uma boa relação com o dinheiro?

Educação financeira infantil: como ensinar os filhos a ter uma boa relação com o dinheiro?

Economia doméstica

A educação financeira é um aspecto que deve começar já na infância. Isso quer dizer que você é o primeiro modelo para os seus filhos. Quer saber como ser um bom exemplo? Leia o nosso post e descubra!

Como organizar o orçamento familiar para conquistar a casa própria?

Como organizar o orçamento familiar para conquistar a casa própria?

Economia doméstica

Quer realizar o sonho da casa própria, mas não sabe por onde começar? Organizar o orçamento familiar é o primeiro passo. Neste texto, você encontra dicas incríveis para alcançar esse objetivo. Confira!

Elencamos 5 dicas para eliminar sua dívida do cartão de crédito

Elencamos 5 dicas para eliminar sua dívida do cartão de crédito

Economia doméstica

A dívida do cartão de crédito parece uma bola de neve. Basta pagar o mínimo uma única vez e o valor aumenta consideravelmente. Agora, mesmo com as mudanças na regra, muita gente ainda fica devendo às operadoras e acaba com restrições, sem perspectivas de limpar seu nome.

Como economizar na conta de luz? confira 12 dicas obrigatórias!

Como economizar na conta de luz? confira 12 dicas obrigatórias!

Economia doméstica

A despesa com energia elétrica abocanha boa parte do orçamento dos brasileiros. Para não ficar refém dos reajustes e valores exorbitantes, veja 12 dicas de como economizar na conta de luz. Na hora de pagar as contas de casa, é essencial ficar de olho nos gastos. Afinal, é isso que garante que o orçamento não fique no vermelho no final do mês. Nesse processo, saber como economizar na conta de luz é fundamental. Entre 2014 e 2017, o gasto com energia elétrica subiu mais de 30%. Em 2019, o valor pode subir mais 5% graças a um reajuste já aprovado. Então, gastar menos é fundamental para poder se manter com tranquilidade. Mas como conseguir esse resultado? Leia mais sobre o assunto, confira algumas dicas de como economizar na conta de luz e conquiste um alívio no orçamento doméstico!

Conheça os gastos desnecessários que não deixam você conquistar nada

Conheça os gastos desnecessários que não deixam você conquistar nada

Economia doméstica

Seu dinheiro simplesmente some antes que você consiga separar alguma parte para conquistar seus sonhos? Saiba que o grande vilão das suas contas podem ser os gastos desnecessários. Confira alguns dos mais comuns e saiba se você também perde dinheiro e qualidade de vida com eles!
Todos os direitos reservados Tenda
CPNJ: 09.625.762/0001-58