Economize dinheiro enquanto mora sozinho – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Morar sozinho é um eterno pagar boletos. Aí dá aquela sensação de que você estará sempre duro e que nunca mais vai poder sair para beber com os amigos na vida. Não desanime.

Morar sozinho é um eterno pagar boletos. Aí dá aquela sensação de que você estará sempre duro e que nunca mais vai poder sair para beber com os amigos na vida. Não desanime.

É possível ter sua independência e ainda economizar uns trocados. Como? Continue lendo esse post.

- Organização, organização e organização. É hora de encarar a verdade e aquela planilha chata de Excel para poder contabilizar todos os seus gastos. Isso inclui desde as contas fixas até o docinho que você comeu aquela tarde.
É trabalhoso? Sim, é. Mas só dessa maneira será possível descobrir em que está gastando mais e cortar os excessos.

- Planeje sua ida ao supermercado/sacolão/feira. Pense que agora só você vai comer aquela comida, então será que vale a pena comprar 10 maçãs?

- Ainda relacionado ao item anterior, se for possível, leve marmitas caseiras para o trabalho em vez de gastar comendo fora. Uma dica bacana é montar cardápios semanais. Por exemplo: você elege a proteína da semana (frango, carne ou peixe) e vai mudando os acompanhamentos. Dessa maneira, você economiza e não perde os alimentos que comprou.

- Você passa muito mais tempo no trabalho do que em casa? Então talvez aquele plano de TV a cabo que inclui todos os canais HD não seja a melhor opção. Compare os preços de diferentes empresas, veja o que eles oferecem – e que realmente seja benefício para você – negocie, pechinche... A economia final pode ser maior do que imagina.

- Dê prioridade para o pagamento das contas básicas como internet, luz, gás, água etc. Se você recebe no último dia do mês, mas o seu condomínio vence dia 5 por exemplo, pague-o assim que cair o salário. Contas atrasadas correm juros e juros são os piores inimigos para quem quer poupar.

- Se você paga aluguel, reveja o valor que está desembolsando. Ele não deve ultrapassar os 30% da sua renda mensal. E, se possível, more o mais perto possível do trabalho. Assim, você gasta menos com condução ou gasolina. Além de passar menos tempo no trânsito.

- Ao se mudar, compre somente aquilo que é realmente indispensável: cama, geladeira, fogão, sofá e uma mesa. Os outros móveis, você pode ir comprando aos poucos para não se endividar tudo de uma vez.

Temos certeza de que, com essas dicas, morar sozinho vai ser uma experiência incrível de autoconhecimento, independência e liberdade.

Até a próxima.




Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58