Rede de proteção para janelas: entenda como escolher – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





A escolha do material e o modo como é feita a instalação da rede de proteção para janelas é uma preocupação que toda família que mora em apartamento precisa ter — ainda mais se, entre os membros, existirem crianças, idosos e/ou animais de estimação.

O uso de rede de proteção para janelas não é obrigatório, mas deveria. O ideal seria que todos os prédios contassem com esse recurso — comprovadamente, eficiente na prevenção de acidentes. Afinal, mesmo em imóveis onde residem pessoas sozinhas ou recém-casadas, podem haver ocasiões em que receberão a visita de amigos com filhos (humanos ou de quatro patas) ou de parentes com idade avançada.

Como todo cuidado para com quem amamos é pouco, vamos mostrar a importância de colocar redes nas janelas dos apartamentos, mesmo nos sem varanda. Se você ainda tem dúvidas sobre a necessidade de instalá-las, confira este post!

Importância da rede de proteção para janelas

As redes de proteção servem para impedir que pessoas, animais de estimação e, até mesmo, objetos (que podem machucar, se lançados de grandes alturas) caiam de janelas abertas. Por isso, são essenciais, inclusive em andares baixos.

Além disso, essas redes evitam a entrada de aves e até morcegos — quem mora em regiões mais afastadas sabe que não é difícil se deparar com esses visitantes alados.

A quem as redes de proteção se destinam?

A escolha do material e o modo como é feita a instalação da rede de proteção para janelas é uma preocupação que toda família que mora em apartamento precisa ter — ainda mais se, entre os membros, existirem crianças, idosos e/ou animais de estimação.

O uso de rede de proteção para janelas não é obrigatório, mas deveria. O ideal seria que todos os prédios contassem com esse recurso — comprovadamente, eficiente na prevenção de acidentes. Afinal, mesmo em imóveis onde residem pessoas sozinhas ou recém-casadas, podem haver ocasiões em que receberão a visita de amigos com filhos (humanos ou de quatro patas) ou de parentes com idade avançada.

Como todo cuidado para com quem amamos é pouco, vamos mostrar a importância de colocar redes nas janelas dos apartamentos, mesmo nos sem varanda. Se você ainda tem dúvidas sobre a necessidade de instalá-las, confira este post!

Importância da rede de proteção para janelas

As redes de proteção servem para impedir que pessoas, animais de estimação e, até mesmo, objetos (que podem machucar, se lançados de grandes alturas) caiam de janelas abertas. Por isso, são essenciais, inclusive em andares baixos.

Além disso, essas redes evitam a entrada de aves e até morcegos — quem mora em regiões mais afastadas sabe que não é difícil se deparar com esses visitantes alados.

A quem as redes de proteção se destinam?

Imagine a cena: você decide fazer um jantar para receber alguns amigos em casa. Enquanto uns estão entretidos com os preparos na cozinha, outros estão conversando, ouvindo música etc.

Acontece que nem todos gostam de ficar na sala. É comum que idosos e crianças, por exemplo, prefiram aguardar nos quartos até o jantar ficar pronto. Porém, quando não há redes de proteção, qualquer descuido é suficiente para provocar uma tragédia.

Assim, independentemente de quem more no imóvel, um apartamento sem rede de proteção nas janelas é sempre um perigo. Isso faz delas indicadas para todos os perfis de famílias.

Além de idosos e crianças, quem mais se beneficia?

Como mostrado, os riscos da falta de rede de proteção na janela não se limitam aos membros dessas faixas etárias. Por exemplo:

  • quem é alto (ou mulheres que não abrem mão de calçar sapatos com saltos bem altos) corre o risco de se desequilibrar ao encostar o quadril no batente das janelas;
  • quem estiver limpando a janela pode escorregar (da escada, da banqueta etc.) ou sentir tontura (por conta da altura) e acabar despencando;
  • animais de estimação podem tentar pegar alguma ave, ir atrás de uma bola que saiu pela janela, entre outras situações de risco.

Tipos de redes de proteção para janelas

A NBR 16.046:2012, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), determina que as redes de proteção para janelas de edificações:

  • não podem ser metálicas, pois, em caso de incêndio, devem ser facilmente cortadas com tesoura, permitindo o acesso à janela como rota de fuga;
  • devem ser resistentes ao fogo, por meio de um tratamento para aumentar a capacidade de suportar altas temperaturas;
  • precisam suportar, pelo menos, meia tonelada (500 kg) por m² de força aplicada.

Considerando esses requisitos, existem dois tipos de redes de proteção para janelas:

  • redes de poliamida (nylon), as quais são maleáveis, mas absorvem a sujeira da poluição e umidade da chuva, por não serem impermeáveis;
  • redes de polietileno de alta densidade (PEAD), material resistente, com aspecto de plástico duro e que suporta bem as intempéries (incidência de sol e chuva).

Vale destacar que o PEAD, após passar por diversos testes de resistência, foi considerado tão forte quanto o aço. Mas para garantir esse título, sua matéria-prima não pode ser de origem reciclada.

Em relação aos tamanhos dos entrelaçados, redes com malha de 5 x 5 cm são mais indicadas para casas com crianças e animais de estimação (com exceção de filhotes, período em que é mais garantido deixar as janelas fechadas). Já em lares onde moram apenas adultos, a malha de 7 x 7 cm é suficiente.

Como escolher a rede de proteção ideal?

Para acertar na escolha da rede de proteção para janelas e deixar o apartamento seguro para crianças, idosos e animais, bem como para toda a família, além de saber a medida da esquadria, é importante levar em conta:

  • o tipo de material, como o polietileno de alta densidade (PEAD);
  • a qualidade dos ganchos de fixação, de preferência, de inox;
  • o tempo médio de vida útil (entre 5 e 7 anos);
  • a garantia padrão oferecida pelo fabricante (em média, 3 anos);
  • a homologação pela ABNT;
  • a existência de selos de qualidade (ISO ou Inmetro);
  • o portfólio de instalações realizadas pela empresa e o grau de satisfação dos clientes;
  • a idoneidade da empresa responsável pela confecção e instalação, atentando para o fato de ela integrar a Abrasredes (Associação Brasileira de Empresas Técnicas em Instalação de Redes de Proteção e Segurança).

Instalação, limpeza e manutenção

As redes devem ser colocadas em todas as janelas — até mesmo no banheiro. Caso seja basculante (com abertura para fora), a fixação da rede precisa feita do lado de dentro da parede. Já nas demais janelas, ocorre na fachada do edifício.

A instalação deve ser feita por profissionais portando equipamentos de proteção individual (EPI’s), os quais garantem que ela fique bem firme e tensionada. Como se trata de um item de segurança, não é indicado colocá-la por conta própria.

Já a limpeza precisa fazer parte da rotina de tarefas domésticas, sendo realizada semanalmente. Para isso, basta passar um pano umedecido em água e um pouco de detergente neutro.

No que diz respeito à manutenção, problemas como ganchos frouxos, bem como rasgos ou buracos na rede, precisam ser resolvidos rapidamente. Se ainda estiver na garantia, informe-se com o fabricante sobre como proceder.

Por fim, como as redes de proteção alteram a fachada do prédio, elas precisam seguir o padrão (de cor e modelo) que consta no Regimento Interno do Condomínio. Para saber o que é permitido, consulte o síndico ou a administradora.

Agora que você conhece a importância da rede de proteção para janelas, invista nesse item de segurança essencial para o lar. Afinal, nem mesmo adultos, vivendo em apartamentos sem varanda, estão a salvo de acidentes. E para não ter nenhum problema, contrate uma empresa especializada e sempre respeite as normas do condomínio!

Se você gostou deste post, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro das melhores dicas para quem tem ou pretende ter um apartamento para chamar de seu. Até a próxima!




Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58