Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Decorar um apartamento pequeno é uma arte: é preciso encontrar soluções que aliem funcionalidade, praticidade, bom gosto e, ao mesmo tempo, garantam o conforto dos moradores por meio de estratégias simples, eficientes e, de preferência, econômicas.

Você já se pegou sonhando com o futuro lar, mas logo pensou que ambientes bem decorados são apenas para quem tem dinheiro e espaço sobrando? Se esse é o seu caso, é hora de rever seus conceitos! O segredo para decorar um apartamento pequeno é saber explorar cada cantinho — sem abarrotar os cômodos — e nunca se esquecer de que menos é mais!

Para evitar os principais erros de quem mora em apartamento pequeno e acertar nas combinações, acompanhe este post. Vamos lá?

Quais são as vantagens de decorar um apartamento pequeno?

Apartamentos pequenos são uma tendência que veio para ficar, ainda mais em tempos em que as famílias passam a maior parte do tempo fora de casa, seja trabalhando, estudando ou a lazer.

Mesmo para casais que têm filhos, imóveis com grandes dimensões deixaram de fazer sentido, visto que nas áreas comuns dos condomínios há muito mais opções para se divertir ao ar livre do que nos saudosos quintais de antigamente.

Além disso, financeiramente falando, apartamentos pequenos são imóveis mais acessíveis, tanto no que diz respeito ao valor de custo das unidades quanto aos gastos futuros com manutenções e reparos.

Isso sem falar na facilidade na hora da limpeza, proporcionada por uma decoração minimalista e funcional. Muitas vezes, não é preciso contratar ninguém para ajudar na faxina, pois bastam algumas horas semanais para deixar o lar limpo e organizado.

O que é preciso para personalizar os ambientes?

Para que a personalização dos ambientes seja possível, a primeira providência é sair do aluguel e comprar um apartamento próprio.

Afinal, é difícil encontrar proprietários que permitam aos inquilinos mais do que trocar a cor da pintura e, mesmo quando o fazem, ninguém quer correr o risco de ter que se mudar e perder todo o investimento feito na reforma de um imóvel alugado.

Por outro lado, um apartamento próprio oferece muito mais liberdade. Deve-se apenas seguir as limitações definidas pela construtora no que diz respeito a derrubar paredes ou instalar acessórios que possam levar a alterações na fachada do prédio.

Como decorar cada cômodo de um apartamento pequeno?

A tarefa não é simples, mas com um pouco de conhecimento, muita criatividade e uma dose extra de empenho é possível transformar os ambientes e realizar a façanha de decorar um apartamento pequeno com pouco dinheiro.

Para ir além do clássico uso de cores claras nas paredes e da instalação de espelhos para ampliar o espaço, faça um “tour” passando por cada cômodo e confira nossas ótimas dicas para acertar na decoração de interiores:

Aprenda a valorizar a sala

Atualmente, a maioria dos apartamentos têm plantas integradas, sem divisórias separando a sala de estar da de jantar. Sendo assim, para proporcionar uma harmonia visual, os ambientes precisam seguir a mesma linguagem estética.

Em relação ao mobiliário, a decoração de uma sala pequena deve ser funcional. Por exemplo: vale a pena investir em um sofá-cama para as visitas. Com ele, é possível receber hóspedes mesmo sem ter um dormitório sobrando.

Ao mesmo tempo, deve-se evitar a tradicional, porém pouco prática, mesa de centro, substituindo-a por um objeto multiúso, como um puff com pneu, que, além de servir como mesinha de apoio, faz o papel de banco em dias de casa cheia.

Já na área de jantar, uma mesa redonda com tampo de vidro ou cadeiras transparentes, de acrílico, por exemplo, ajudam a dar impressão de mais espaço.

Por fim, não se esqueça de decorar o hall de entrada: um vaso suspenso, com uma planta que possa ser cultivada em ambientes internos, não toma espaço e melhora a primeira impressão que se tem ao chegar ao lar.

No que diz respeito à iluminação, tire o máximo proveito da luminosidade natural, deixando as janelas livres. Para garantir a privacidade, complemente-as com persianas no mesmo tom da parede, evitando volumosas cortinas de tecidos.

Lembre-se de que a iluminação artificial também tem capacidade de ampliar os espaços, por isso capriche na escolha dos acessórios.

O setor de estar pode receber um plafon com lâmpadas frias (brancas), capazes de iluminar o espaço por completo no dia a dia.

Já para ter mais aconchego nos momentos de relaxamento, complemente com um abajur de piso com lâmpadas quentes (amarelas).

O lustre sobre a mesa de jantar também deve priorizar o conforto visual, por isso opte por lâmpadas com tonalidades amareladas. Pendentes de tamanho médio (sem penduricalhos) são os modelos mais indicados.

Invista na decoração da cozinha

Na maioria dos projetos de decoração para apartamentos pequenos, a cozinha americana é o estilo preferido.

Nesse conceito, o cômodo fica separado das salas de estar e de jantar apenas por meia parede, geralmente usada como bancada de apoio, para os preparos culinários, ou como balcão para refeições rápidas, na companhia de algumas banquetas altas.

Para manter tudo no seu devido lugar, com utensílios e mantimentos bem organizados, o uso de móveis planejados para otimizar o espaço é essencial. Em uma única parede, devem ficar o armário, a pia, o gabinete e os eletrodomésticos.

Por ser um ambiente integrado, a instalação de um depurador ou de uma coifa sobre o cooktop (mais compacto que o fogão tradicional) vale o investimento, pois evita que o odor dos alimentos se propaguem pelos demais cômodos.

Em relação à iluminação, para realizar as tarefas do dia a dia, como cozinhar, luzes brancas (em tonalidades frias) são as mais indicadas; já para relaxar durante o lanche, os pendentes sobre o balcão podem receber lâmpadas amareladas (em tons quentes).

A aplicação de azulejos decorativos (ou adesivos que imitam azulejos) também é uma ótima estratégia para ornamentar a cozinha sem comprometer o espaço, assim como pendurar alguns quadros com mensagens divertidas em paredes livres.

Outra boa dica para ganhar alguns centímetros dentro dos armários é deixar alguns elementos propositadamente à mostra, como porta-temperos, panelas ou, até mesmo, um eletrodoméstico colorido, que podem decorar sem perder sua função original.

Otimize o uso da área de serviço

Ao final da cozinha, geralmente, encontra-se a área de serviço. Para separar os ambientes — e deixar o varal cheio de roupas devidamente escondido — sem prejudicar o espaço, instalar uma porta de correr pode melhorar a circulação.

Em relação aos móveis, deve-se seguir a mesma linha utilizada na cozinha para que quando a porta estiver aberta, os ambientes não destoem.

Para organizar a lavanderia, vale a pena investir em armários embutidos, prateleiras, cestos e caixas organizadoras. Não se esqueça do espaço destinado à máquina de lavar — modelos dois em um, com lavadora e secadora, são mais indicados.

Devidamente setorizada, é possível reservar um cantinho na área de serviço para realizar outras atividades, como um ateliê de pintura ou uma oficina de costura.

Outra maneira de otimizar o uso do ambiente é deixar um espaço para colocar a sapateira da família, deixando-a fora do quarto — o que é bem mais higiênico.

Crie um projeto para o quarto de casal

Para deixar seu quarto mais confortável, invista em um mobiliário multiúso e com metragens proporcionais ao tamanho do cômodo, para não deixá-lo abarrotado. Ou seja, esqueça a ideia de ter uma cama king size, por exemplo.

O uso de uma cama multifuncional em quarto pequeno faz toda a diferença, pois serve para armazenar as roupas de cama, cobertores e edredons, itens que ocupam muito volume dentro no guarda-roupa.

Já arandelas instaladas próximas às laterais das camas substituem os abajures — mesmo porque, não há espaço para criados-mudos.

Além disso, um quarto de casal em apartamento pequeno fica bem mais espaçoso se o guarda-roupa aproveitar toda a extensão do pé direito e tiver portas de correr, por isso vale a pena investir em um bom projeto de marcenaria sob medida.

Para completar, coloque organizadores atrás da porta (bons para pendurar bolsas, lenços e colares maiores) e dentro das gavetas (para armazenar meias, lingeries e cuecas dobradas, o que poupa muito espaço).

O uso de uma ou mais prateleiras é indicado tanto pela função prática, servindo de apoio a objetos do dia a dia, quanto pela função decorativa, pois podem conter porta-retratos, enfeites e muito mais.

Bancadas com mesas de abrir podem servir de estação de trabalho, quando necessário.

Móveis e peças em tons claros devem ser predominantes, pois ajudam a aumentar a sensação de amplitude dentro do ambiente. Para trazer mais vida, basta dispor algumas almofadas com estampas coloridas sobre a cama.

Não se esqueça do quarto das crianças

Ter um quarto pequeno para o bebê pode ser uma boa, pois evita o acúmulo de itens desnecessários e que apenas servem para juntar ácaros, o que pode prejudicar a saúde do pequeno.

Conforme as crianças crescem, o berço cede espaço aos móveis funcionais, como uma cama, um beliche ou até um treliche — de preferência, com gavetões na base, ideais para guardar os brinquedos.

Para organizar outros objetos, coloque ganchos atrás da porta e prateleiras — coloridas, se quiser destacá-las, ou da mesma cor da parede, para camuflá-las — em pontos estratégicos, como próximas à escrivaninha.

Na hora de decorar, instalar papel de parede com um tema infantil transforma o ambiente sem perder nenhum centímetro de área útil.

Outra solução é colocar um pôster amplo, cujas linhas deem impressão de profundidade à imagem e, consequentemente, de ser um espaço maior.

Decore o banheiro por menor que seja

Para acertar na decoração de banheiros pequenos, cada elemento deve ter uma função.

A primeira medida é selecionar apenas os itens estritamente necessários: perfumes, maquiagens e remédios podem ficar no quarto, por exemplo. Evitar excessos previne a bagunça, o que é ainda mais importante quando só existe um banheiro no imóvel.

Para ajudar na organização, um gabinete em cor clara, com linhas retas e bom aproveitamento do espaço interno, é uma ótima pedida.

Ao mesmo tempo, aposte na verticalização: nichos instalados sobre o vaso sanitário, por exemplo, podem armazenar toalhas limpas, rolos de papel higiênico, sabonetes e até um pequeno vaso com um arranjo floral.

Na hora de encomendar o box, prefira modelos de materiais transparentes, para aumentar a sensação de profundidade.

Para dar mais graça ao banheiro sem comprometer o espaço livre, aposte em detalhes com pastilhas de vidro coloridas dentro do box e próximo à bancada da pia.

Onde é possível encontrar inspiração para decorar o lar?

Ainda que para ter um apartamento pequeno decorado não seja preciso muito dinheiro, ter inspiração é indispensável.

Para ativar a criatividade, vale acompanhar programas e séries, pesquisar em revistas, navegar em blogs, seguir redes sociais e aproveitar os aplicativos de design de interiores. Conheça alguns bons exemplos:

Programas e séries de TV

Principalmente nos canais a cabo, há opções variadas, apresentadas por especialistas, que ensinam como transformar um cômodo, como limpar e arrumar a casa, como valorizar o imóvel para vendê-lo, como restaurar objetos e muito mais.

Já nos canais abertos, os conteúdos do gênero costumam ficar restritos às programações de fim de semana ou a quadros mais curtos em programas matinais.

Na Netflix também é possível assistir séries sobre arquitetura, design e decoração. Há opções que explicam a construção de arranha-céus, com histórias de pessoas que constroem a própria casa etc.

Revistas e blogs

Existem publicações impressas, como guias e revistas de decoração de apartamento pequeno, especializadas nesse tipo de moradia.

Aproveite para extrair boas ideias a partir das galerias de projetos, mas sempre leve em consideração seu gosto pessoal, bem como as necessidades do seu estilo de vida.

Já os blogs trazem informações mais detalhadas, pois o formato digital não sofre com a limitação imposta pelo papel, como ocorre nos guias e revistas impressos, e um acervo de conteúdos gigantesco.

Outra vantagem é a possibilidade de os blogs serem acessados a qualquer hora e lugar, seja no computador ou pelo celular.

Redes sociais

Repletas de ideias criativas para decorar apartamentos pequenos, vale a pena seguir as redes sociais de marcas e profissionais do setor, como arquitetos, decoradores e, até mesmo, blogueiros especialistas no segmento.

Entre as principais plataformas escolhidas pelos experts para compartilhar suas dicas, destacam-se o Instagram e o Pinterest. Também existem opções mais específicas, como o Archilovers e o Houzz.

Já o YouTube traz diversos canais dedicados ao universo da decoração de interiores, sendo a maior parte deles compostos por tutoriais no estilo “faça você mesmo”, conhecido como DIY (Do It Yourself).

Aplicativos

Existem aplicativos que mostram como um móvel ficaria na sua residência, outros que permitem experimentar diferentes pisos, testar diversas cores nas paredes e muito mais. Veja algumas ferramentas bacanas:

  • Crie Suvinil: disponível para iOS e Android, simula a aplicação das cores no próprio ambiente, oferecendo mais de 1.500 tons. Como as informações podem ser compartilhadas nas redes sociais, é possível ver o que os seus amigos acham do resultado;
  • Color Snap Visualizer: disponível para iOS e Android, facilita na hora de descobrir qual cor foi usada em uma determinada referência (a partir de uma foto), mostrando o código exato ou nuances próximas no portfólio Sherwin-Williams;
  • Tok&Stok decoRA: disponível para iOS e Android, permite inserir os móveis da rede como se estivessem na sua casa, visualizando-os em tamanho real e 3D;
  • Conceito Duratex: disponível para iOS e Android, possibilita selecionar diferentes ambientes e testar diversos revestimentos;
  • MEPRO — Meça e Procure: disponível para Android, permite descobrir os eletrodomésticos que cabem nos espaços disponíveis, considerando suas dimensões, e em quais lojas são encontrados;
  • Emolduras: disponível para iOS e Android, ajuda a escolher molduras para quadros e retratos. Basta fotografar a peça que deseja emoldurar e testar diferentes modelos;
  • iHandy Level: disponível para iOS e Android, funciona como um prumo digital, ajudando a nivelar prateleiras, nichos e quadros;
  • Homestyler Interior Design: disponível para iOS e Android, permite que você fotografe cada ambiente do lar e o decore por completo, da escolha dos pisos e cor das paredes aos móveis e demais complementos.

O que eu faço se tenho pouco dinheiro para decorar?

Além de tirar proveito da economia derivada da principal exigência trazida pelos espaços compactos — a de acomodar uma quantidade pequena de eletrodomésticos, móveis e outros objetos —, é possível decorar com ideias de baixo custo. Confira:

  • coloque a mão na massa: o conceito DIY (do inglês “Do It Yourself”, que pode ser traduzido como “faça você mesmo”) está em alta. Com um pouco de habilidade, criatividade e ferramentas simples, é possível criar peças lindas para o lar;
  • visite brechós: esses espaços guardam mobiliários usados e itens de decoração (retrôs ou atuais) que, uma vez limpos e restaurados, transformam-se em peças exclusivas e, o melhor, por um valor inferior ao praticado no mercado;
  • invista na restauração: pela qualidade que apresentam, alguns móveis merecem ser restaurados para se adaptar ao novo espaço, em vez de descartados e, muitas vezes, substituídos por itens de qualidade inferior;
  • dê novos usos aos objetos: existem inúmeras possibilidades, como reaproveitar paletes para fazer estrados para camas e sofás, usar chaleiras para plantar flores, raladores para fazer luminárias, vidros de conservas para fazer lustres pendentes etc;
  • aposte no poder das cores: engana-se quem pensa que cômodos pequenos têm que ser brancos. Combinar tons claros complementares, além de dar um toque especial à decoração, ajuda a setorizar os espaços dentro de um mesmo ambiente;
  • substitua móveis grandes: a estante — um dos itens mais caros do mobiliário — pode ser substituída por prateleiras e nichos, o painel que fica atrás da televisão (outro elemento oneroso) pode ser dispensado, instalando-a diretamente na parede etc.

O que mais considerar antes de ir às compras?

Com planejamento, comprar e decorar a própria casa se torna um sonho cada vez mais acessível. Depois de adquirir o imóvel, é necessário estabelecer prioridades para facilitar o processo decorativo.

Comece pelo cômodo mais importante — para a maioria das pessoas, trata-se da cozinha — e mantenha o foco na aquisição dos itens essenciais, como a dupla fogão e geladeira.

Depois, passe para os quartos, onde as camas são indispensáveis, siga para a lavanderia, priorizando a máquina de lavar, e, só então, invista no sofá da sala.

Em seguida, encomende o mobiliário embutido e a mesa de jantar, depois providencie as cortinas e a tapeçaria e, quando menos esperar, você já terá finalizado a decoração dos ambientes sem comprometer o orçamento familiar.

Após tanta economia, se sobrar uma verba no orçamento destinado à decoração do lar, permita-se realizar uma pequena extravagância e invista em um item especial, como uma churrasqueira a gás, uma televisão nova ou o que sua família desejar.

Viu só como decorar um apartamento pequeno não é tão difícil como parece? Afinal, ainda que o espaço seja limitado, é perfeitamente possível montar ambientes funcionais, aconchegantes e com o estilo dos proprietários.

Achou este guia interessante e deseja ter acesso a outros conteúdos com novidades e principais tendências do universo imobiliário? Então, fique por dentro e confira o nosso blog!

Envelopamento de geladeira: o que é e por que usar na decoração?

Envelopamento de geladeira: o que é e por que usar na decoração?

Dicas Decor Tenda

Quer inovar na decoração do seu apartamento novo? Já pensou em aderir ao envelopamento de geladeira? Essa é uma técnica que está sendo muito usada e pode ser uma ótima opção para deixar a sua cozinha ainda mais estilosa. Continue lendo nosso texto e confira o passo a passo!

Como utilizar espelhos na decoração de ambientes pequenos?

Como utilizar espelhos na decoração de ambientes pequenos?

Dicas Decor Tenda

O uso de espelhos na decoração de ambientes pequenos é uma ótima estratégia para ampliar e sofisticar o ambiente, aliando elementos funcionais a características que trazem muita personalidade ao apartamento. Não é novidade que os espelhos criam a ilusão de que os ambientes são mais amplos. Mas a técnica pode ser ainda mais bem aproveitada se você entender que ela vai além do que simplesmente colocar qualquer espelho em um lugar aleatório do cômodo. É conveniente planejar e decidir quais características do ambiente serão ressaltadas. Para ajudar você nesse processo, vamos explicar como esses objetos criam a impressão de amplitude, quais são as técnicas que geram esse efeito e como usar espelhos na decoração dos diversos cômodos da casa. Acompanhe!

Confira este checklist antes de comprar os móveis para apartamento

Confira este checklist antes de comprar os móveis para apartamento

Dicas Decor Tenda

Providenciar os móveis e a decoração para um apartamento pode ser uma tarefa exaustiva, especialmente quando não há planejamento prévio. Saiba como fazer um checklist para mobiliar os ambientes do seu lar.

Piso para apartamento: você sabe como escolher o ideal?

Piso para apartamento: você sabe como escolher o ideal?

Dicas Decor Tenda

A escolha do piso para apartamento vai além de combiná-lo com a decoração de cada cômodo. É preciso escolher o tipo adequado para cada ambiente e levar em conta fatores como conforto, segurança e atenuação de ruídos. Você sabe como escolher piso para apartamento? Conhece os diversos tipos de pisos disponíveis no mercado e sabe qual é o mais adequado para cada ambiente? É importante que o piso harmonize com a decoração — ele pode até mesmo ser o protagonista da composição. Mas esse não é o único ponto a considerar. Por isso, criamos este post para explicar qual é a importância de fazer a escolha correta, o que deve ser levado em consideração nesse processo e como utilizar os principais tipos de pisos. Confira!

Nada de pânico: 8 dicas para ajudar você a mudar para o apartamento

Nada de pânico: 8 dicas para ajudar você a mudar para o apartamento

Dicas Decor Tenda

Antes de começar a encaixotar os pertences, saiba que mudar para apartamento exige alguns preparativos para que o novo lar se torne prático e confortável — mesmo quando sua metragem, comparada ao anterior, for consideravelmente reduzida. Quando chega a hora de organizar a ida para a casa própria, a alegria de se livrar do aluguel, ou da casa de algum parente, só não é maior por conta da ansiedade. Além da preocupação se o novo lar será suficientemente espaçoso para a família, há dilemas como saber o que levar, como embalar objetos, quais são as normas do condomínio para receber a mudança etc. Para facilitar o processo e acabar com as dúvidas, confira oito dicas sobre como se mudar para apartamento sem estresse nem aperto!

Tamanho não é documento! Aprenda a decorar um banheiro pequeno com estilo!

Tamanho não é documento! Aprenda a decorar um banheiro pequeno com estilo!

Dicas Decor Tenda

Descubra como decorar um banheiro pequeno com bom gosto e dê mais charme ao ambiente!
Todos os direitos reservados Tenda
CPNJ: 09.625.762/0001-58