Erros em decoração: não cometa estes 7 maiores erros – Tenda



Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





Quem não adora pensar em formas diferentes e criativas de encher o lar de personalidade e estilo? Entretanto, é fácil se empolgar e cometer erros que podem resultar no efeito contrário ao que você deseja. Saiba mais:

Descubra agora como acertar em cheio na hora de deixar o seu lar do seu jeito! Desde a disposição dos itens de decoração até o melhor jeito de harmonizar cores, saiba tudo neste post.

Quem não adora pensar em formas diferentes e criativas de encher o lar de personalidade e estilo? Entretanto, é fácil se empolgar e acabar cometendo erros em decoração que podem resultar no efeito contrário ao que você deseja. Outro problema é não levar as particularidades do seu espaço em consideração.

Para que você possa deixar tudo do seu jeito e sem erros, preparamos este post com os principais equívocos cometidos na hora de decorar a casa. Continue a leitura e prepare-se!

1. Pendurar quadros muito altos

Muitas pessoas penduram quadros, pôsteres e retratos sem pensar em como isso vai impactar a decoração do espaço como um todo. Nesse sentido, um erro recorrente é pendurá-los muito altos na parede, seja por achar que assim fica melhor, seja para deixar espaço para mais itens serem dispostos na mesma parede.

Entretanto, quadros muito altos na parede passam a sensação de que eles estão "voando" pelo cômodo, o que não é nada agradável em termos estéticos. O ideal é pendurá-los de forma que o centro da imagem fique a até 1,5 m do piso.

E, se você quiser colocar algum quadro ou retrato em cima de um dos seus móveis, pendure-o a, pelo menos, 15 cm de altura do móvel. Assim, o "conjunto da obra" vai ficar muito mais harmônico.

2. Encostar todos os móveis na parede

Forma de aproveitar melhor o espaço disponível no cômodo? Ledo engano! Deixar todos os móveis bem grudados na parede cria uma sensação incômoda de que o ambiente está no limite máximo de espaço, o que é o bastante para acabar com o conforto e o aconchego de qualquer um.

Além disso, essa maneira de dispor os móveis resulta na criação de "ilhas" vazias no cômodo, ou seja, espaços mortos e sem utilidade alguma. Sendo assim, na verdade, encostar todos os itens na parede faz com que você desperdice espaço no seu lar!

Não tem problema deixar um ou outro móvel grudado na parede, mas não faça isso com todos. Se o sofá fica encostado nela, por exemplo, aposte em poltronas em frente e/ou em volta dele e também em uma mesinha de centro, se houver espaço.

3. Querer combinar tudo

Imagine roupa de cama, cortina, almofadas, tudo com a mesma estampa rosa floral. O resultado? Seu quarto vai parecer saído diretamente de um catálogo de decoração, sem a menor cara de lar de verdade! Ter tudo combinando no ambiente é daquelas ideias que podem parecer incríveis na nossa cabeça, mas o efeito na vida real é bem diferente.

Essa combinação em excesso faz com que a sua decoração parece sem graça e homogênea. A saída é misturar estilos e cores que harmonizem entre si, mas que não sejam idênticos ou sequer parecidos demais. Não tenha medo de mesclar tons e estilos diferentes! É assim que você cria um ambiente cheio de estilo e personalidade.

4. Não tirar as medidas dos espaços

Você achou um sofá incrível, que tem tudo a ver com o seu estilo e com a decoração da sala de estar. Então, na hora de colocá-lo... ele não cabe no cômodo! Este é um erro mais comum do que você pode imaginar: não tirar as medidas do espaço antes de comprar os móveis e demais objetos para o lugar.

Portanto, pegue a trena e meça cada cantinho da sua casa para que você possa ver exatamente onde quer colocar cada móvel e qual é o tamanho máximo que ele pode ter. Isso ajuda muito no planejamento, para que você consiga deixar o cômodo do jeito que quer sem ter surpresas desagradáveis depois de comprar tudo. O mesmo vale para a hora de reorganizar os móveis que você já tem ou de mudar-se para um novo lar: meça os cômodos para estudar qual é a melhor disposição dos itens.

5. Pensar somente na estética

Se você mora sozinho e não costuma receber grandes grupos de pessoas na sua casa, então não precisa de uma mesa de jantar enorme, por mais que ela caiba no seu cômodo e no seu orçamento. A estética e o seu gosto são partes importantes da decoração, mas é fundamental considerar também a funcionalidade de cada item e o seu próprio estilo de vida.

Isso também deve estar na sua mente na hora de colocar os móveis pelo cômodo. Além de analisar previamente se a peça cabe ou não no espaço, como destacamos no item anterior, pense também em como vai ficar a circulação por ali.

6. Ignorar a importância da iluminação

A iluminação pode destruir ou dar o toque final na sua decoração. Ambientes muito escuros, se forem mal iluminados, vão passar uma sensação excessivamente sóbria, enquanto cômodos com muitos itens claros podem ficar parecendo sem graça se forem iluminados por uma luz branca demais.

Portanto, antes de finalizar o seu planejamento de organização e decoração, pense em qual é a melhor forma de iluminar o ambiente. Não deixe de aproveitar ao máximo a luz natural, se possível!

7. Não aproveitar o espaço vertical

Especialmente em lares ou cômodos pequenos, o aproveitamento do espaço deve ser levado em consideração na hora de pensar na decoração. Então, não deixe de aproveitar o espaço vertical!

Estantes e prateleiras são opções excelentes para ajudar na organização de objetos e até mesmo para poder colocar mais itens de decoração, retratos e quadros pequenos, por exemplo. Isso "libera" espaço no solo e ainda ajuda você a ter um lugar definido para cada coisa, sem precisar entulhar nada ou enfiar o que não couber em um canto qualquer.

Viu só? Esses erros em decoração são comuns e podem acabar com os seus planos para o lar, mas agora você já sabe como livrar-se deles e garantir um resultado final que combina com você em todos os sentidos.

E se você gostou deste post e quer ainda mais dicas de decoração, confira agora mesmo o nosso guia prático para decorar um apartamento pequeno!

;



Todos os direitos reservados Tenda 2019
CPNJ: 09.625.762/0001-58