Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





A exemplo de muitas tendências inspiradas em referências de antigamente, a parede lousa tem ganhado cada vez mais destaque em projetos modernos de decoração de interiores, sendo usada tanto em áreas sociais quanto em cômodos íntimos.


Em tempos de apartamentos pequenos, a regra é otimizar os espaços! Não à toa, móveis multifuncionais e objetos decorativos com utilidade têm ganhado preferência na composição dos ambientes. Foi assim que a parede lousa caiu nas graças dos mais jovens, fazendo bonito na cozinha, no cantinho do escritório ou, até mesmo, nos dormitórios.

Para saber como transformar uma superfície sem graça em uma área útil e cheia de estilo gastando pouco, acompanhe este post!

O que é a tal parede lousa?

A parede lousa é uma releitura do antigo quadro negro usado nas escolas. Sua popularidade se deve ao fato de que ela transforma superfícies antes sem graça e sem uso em áreas charmosas e funcionais.

Hoje em dia, existem tintas, adesivos e outros materiais que permitem reproduzir a lousa direto nas paredes, dispensando a necessidade do quadro.

Já o modo de escrever não mudou muito: a boa e velha dupla giz + apagador continua na ativa. Porém, o giz também evoluiu e, agora, aparece em versões encapadas, para minimizar o pó que tanto incomodava os professores.

Como fazer uma parede lousa?

Apesar de ser muito simples, algumas dicas ajudam a acertar na transformação. Para que uma superfície normal se torne uma parede lousa, é preciso seguir alguns passos.

Escolha a superfície ideal

Tudo depende do ambiente escolhido. Se a parede lousa for na cozinha, deixe-a mais afastada do fogão e da pia para evitar que algum vestígio de pó do giz caia sobre os alimentos; se for no quarto das crianças ou escritório, deixe-a em frente à escrivaninha para não esquecerem nenhuma tarefa; etc.

Faça os reparos necessários

Se a superfície escolhida tiver furos, depressões ou buracos, lixe bem, conserte todos os defeitos com massa corrida (lixando novamente, porém, dessa vez, com mais delicadeza) e limpe com um pano levemente umedecido antes de fazer a pintura.

Delimite as áreas ao redor

Para obter um acabamento com ar profissional, passe fita crepe nas quinas das paredes e no topo dos rodapés. Revista, também, os pisos da área ao redor com jornais ou plásticos para evitar respingos pelo chão.

Defina o tipo de tinta adequado

Não basta comprar apenas uma tinta própria para a escrita. É preciso escolher entre as opções de cores, que fazem toda a diferença no efeito final.

Quem gosta do estilo retrô, por exemplo, pode optar por um esmalte fosco verde-escuro, inspirado nas lousas de antigamente. Já para quem deseja um visual mais neutro, o preto fosco é, sem dúvidas, a melhor pedida.

Por outro lado, se a ideia for ousar, é possível fazer uma parede lousa colorida — contanto que seja uma tonalidade escura, para que o giz apareça.

Pinte a própria parede

Seja com rolinho ou com um pincel, como preferir, pintar uma parede lousa não é diferente de pintar uma parede normal. Depois de dar a última camada, basta esperar a tinta secar pelo tempo indicado pelo fabricante na embalagem. Em média, são necessárias 72 horas.

Faça a manutenção

Tome cuidado para manter sua parede lousa sempre limpa e organizada. Por isso, nada de riscar as coisas umas por cima das outras — a menos que queira um visual parecido com o das pichações que estampam os muros pelas ruas.

Para mantê-la com um ar sempre novinho, quando a superfície começar a ficar manchada basta fazer a limpeza com uma esponja macia, água e detergente neutro.

Existe alguma alternativa à pintura?

Sim. Para quem não pode pintar a parede, é possível revesti-la com papel contact preto fosco. Para quem mora em imóveis alugados, trata-se de uma boa alternativa!

Basta esticar, ir colando com calma (como se fosse um papel de parede), assentando com um pano úmido para evitar a formação de bolhas e pronto.

Depois, com um estilete bem afiado, é preciso cortar os espaços para as saídas de interruptores e tomadas, assim como remover as sobras restantes nas quinas entre as paredes e o rodapé.

Ainda existe outra maneira de criar uma parede lousa: misturando rejunte de azulejo, corante preto e cola branca. Mas, além de ser bem mais trabalhoso, o custo só vale a pena se você tiver uma quantidade suficiente de rejunte sobrando.

Como deixá-la em harmonia com o ambiente?

Como a parede lousa já chama muita atenção, as demais superfícies devem ser neutras. Prefira usar cores claras na pintura, nos azulejos e também na marcenaria planejada. Reserve os tons mais intensos para acessórios e pequenos objetos.

Se desejar, instale algumas prateleiras nas partes mais altas, onde dificilmente alcançaria para escrever, tornando cada centímetro muito bem aproveitado.

Por ser escura, é preciso caprichar na iluminação geral do cômodo para que não fique sombrio. Além disso, se possível, posicione um spot direcionável em relação à superfície pintada, para dar ainda mais destaque aos desenhos e recados. Para fazer sentido, aliás, as mensagens devem variar em função dos ambientes:

  • na cozinha, a parede lousa pode conter os cardápios da semana — o que é especialmente útil para quem vive de dieta;
  • no cantinho do escritório, podem ser anotadas as tarefas importantes da semana e/ou as contas a pagar;
  • no quarto das crianças, podem constar as datas de entrega dos trabalhos escolares e as tarefas domésticas sob sua responsabilidade, com espaço para que elas mesmas deem um check a cada atividade cumprida;
  • na suíte do casal, a parede pode trazer mensagens estimulantes, orações, planos para as próximas férias, metas traçadas para a família ou mesmo pequenos recadinhos.

Assim, graças à parede lousa, o que é importante fica sempre ao alcance da visão. Se você, algum membro da família ou um amigo próximo tiverem dotes artísticos, vale a pena soltar a imaginação e criar desenhos especiais.

Se você gostou dessas dicas, continue a leitura e descubra os segredos para melhorar o aproveitamento de espaços enxutos!

Erros em decoração: não cometa estes 7 maiores erros

Erros em decoração: não cometa estes 7 maiores erros

Dicas Decor Tenda

Quem não adora pensar em formas diferentes e criativas de encher o lar de personalidade e estilo? Entretanto, é fácil se empolgar e cometer erros que podem resultar no efeito contrário ao que você deseja. Saiba mais:

Plantas que não precisam de luz: 7 plantas para colocar no apartamento

Plantas que não precisam de luz: 7 plantas para colocar no apartamento

Dicas Decor Tenda

O que acha de escolher plantas que não precisam de luz para decorar aquele cantinho especial dentro do seu apartamento? Confira nossas sugestões!

Veja 18 dicas incríveis de decoração de apartamento pequeno e simples

Veja 18 dicas incríveis de decoração de apartamento pequeno e simples

Dicas Decor Tenda

O que acha de escolher plantas que não precisam de luz para decorar aquele cantinho especial dentro do seu apartamento? Confira nossas sugestões!

Bricolagem: arte de personalizar a decoração da sua casa

Bricolagem: arte de personalizar a decoração da sua casa

Dicas Decor Tenda

Você já ouviu falar em bricolagem? A verdade é que provavelmente sim, mas talvez não tenha sido com esse nome. Isso porque, atualmente, essa prática é mais conhecida como “Faça Você Mesmo”. Sim, o texto de hoje é sobre a famosa arte do "Do It Yourself", ou DIY, que encontramos tanto pelas redes sociais!

Urban jungle: descubra como fazer uma floresta em seu apartamento

Urban jungle: descubra como fazer uma floresta em seu apartamento

Dicas Decor Tenda

Você já ouviu falar em urban jungle? Na tentativa de trazer mais verde para a vida da cidade grande, essa tem sido uma forte tendência entre decoradores, paisagistas e designers de interiores.
Todos os direitos reservados Tenda
CPNJ: 09.625.762/0001-58