Aprenda agora como fazer decoração de cozinha sem armários

Decoração

Especialistas em organização de ambientes concordam que menos é mais. Esse conceito se aplica muito bem a apartamentos pequenos, nos quais é preciso deixar os cômodos confortáveis e, ao mesmo tempo, funcionais. A ideia é dispor móveis e objetos que atendam às necessidades do dia a dia, proporcionando tudo o que um lar precisa, mas sem excessos. A marcenaria, por exemplo, pode ser bastante reduzida. Prova disso é o aumento de cozinhas sem armários — tendência que veio para ficar!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda

Se você mora ou pretende morar em um imóvel com medidas enxutas, aproveite este artigo. Confira algumas estratégias para decorar o espaço mais amado da casa com estilo e economia!

Como montar uma cozinha sem armários?

Pode ficar tranquilo: o fato de não ter armários não significa que sua cozinha vai ficar com ar de inacabada.

Muito pelo contrário! Com planejamento e organização, a marcenaria tradicional — com seus inúmeros armários embutidos — não faz a menor falta.

Sabe o melhor? Conseguir um efeito digno dos grandes projetos de interiores custa bem menos do que comprar uma cozinha planejada padrão. Para isso, siga as dicas que preparamos!

Instale prateleiras e nichos

Além de servirem para armazenar panelas e potes com mantimentos, bem como copos e louças, as prateleiras podem receber itens decorativos, como livros de culinária, e até uma pequena horta.

Uma boa dica para ampliar o ambiente é pintá-las da mesma cor das paredes. Já os pontos de cor podem ser reservados aos nichos, os quais são ótimos para colocar objetos frágeis, por ficarem mais protegidos.

Coloque uma estante vazada

Em ambientes integrados, experimente usar uma estante vazada (de aço inoxidável, por exemplo) para dispor eletrodomésticos pequenos (sanduicheira, grill, liquidificador, batedeira, entre outros), bem como porta-talheres, guardanapos etc.

O bacana dos módulos vazados é que eles setorizam os ambientes como se fossem uma parede, mas não diminuem tanto o espaço.

Além disso, permitem que quem estiver cozinhando enxergue a sala de estar e jantar, mantendo a integração entre os cômodos.

Dê uma chance às cortinas

Cortinas de pano ou mesmo de plástico (hoje em dia existem opções em PVC de excelente qualidade) podem fechar o gabinete da pia, escondendo mantimentos esteticamente feios, como latas e garrafas PET, bem como panelas e formas gastas.

Para não ficar com excesso de informação, evite florais muito chamativos e prefira estampas clássicas (como bolinhas ou listras) ou cores lisas.

Lembre-se de que, em ambientes integrados, a cortina da pia deve conversar com a tapeçaria (estofado do sofá, cortina, tapete etc.) da sala.

Tenha cestos pendentes

Cordas presas ao teto podem sustentar dois ou três cestos de vime ou caixotes de madeira, os quais servem para guardar alimentos (leves) que não necessitem ficar na geladeira. Por exemplo: frutas, legumes, pães e até guloseimas (bolachas e biscoitos).

Invista em porta-objetos e ganchos

Esses recursos deixam o cômodo mais aconchegante. Pense na sua rotina dentro da cozinha e reserve a área sob a pia para colocar os objetos que mais usa. Para quem costuma só tomar o café da manhã em casa, porta-xícaras são a melhor pedida.

Para quem cozinha todo dia, porta-temperos são mais indicados. Além deles, pendure panelas menores (frigideiras e leiteiras) e alguns utensílios (peneiras, escumadeiras e colheres de servir) em ganchos fixados na prateleira mais próxima da pia.

Compre organizadores harmônicos

Defina um estilo e uma paleta de cores para os potes de mantimentos (grãos, massas, sal, açúcar, farináceos etc.), organizadores de pratos e copos e demais porta-objetos.

Além de ótimos auxiliares, eles ajudam a decorar a cozinha sem armários. Dica para o futuro: sempre que pensar em comprar algum item novo, avalie se combina com os que você já tem.

Como manter a organização sem a marcenaria?

Ambientes integrados têm, naturalmente, um clima mais intimista. Por isso, é interessante deixar à mostra objetos de uso pessoal — desde que estejam em bom estado e sejam esteticamente harmônicos.

Para isso, basta compartilharem a mesma paleta de tons e terem um design parecido. Misturar peças com estilos muito diferentes, como itens modernos com rústicos ou clássicos, dificilmente funciona. Já usar objetos que pertencem à mesma estética deixa os cômodos imediatamente mais organizados.

Em relação às miudezas e aos objetos que estão gastos, deve-se armazená-los em caixas organizadoras, cestos, gavetões ou outros recipientes. De preferência, empilháveis e com etiquetas de identificação.

Caixotes de feira também ficam lindos, principalmente após receberem algum tipo de acabamento (verniz ou pintura). Para incrementá-los ainda mais, pode-se instalar roldanas. As rodinhas facilitam a movimentação na hora da limpeza.

Para manter a harmonia, lembre-se de usar compartimentos com uma proposta visual (cores, formatos e materiais) parecida.

Na hora de organizar as prateleiras, separe os itens por segmento: copos de um lado, louças de outro; panelas juntas, com cabos alinhados; e mantimentos reunidos por tamanho (dos maiores para os em pó).

Por fim, ao longo do tempo, conforme for trocando os eletrodomésticos, opte por equipamentos com designs semelhantes. Por exemplo:

  • geladeira, fogão e micro-ondas brancos ou tipo inox;
  • panelas de alumínio, inox ou de cerâmica colorida;
  • louças lisas ou estampadas, brancas ou coloridas etc.

Existem cuidados especiais em relação à limpeza?

Sim. Como em uma cozinha sem armários a maioria dos utensílios culinários, louças e talheres fica ao ar livre, a exposição à sujeira é bem maior. Por isso, indica-se lavá-los antes de cada uso.

Os mantimentos, como latas e sacos plásticos, também precisam ser higienizados antes de serem abertos — seja para o consumo imediato, seja em algum preparo. Passe um pano limpo e úmido por toda a superfície.

Como criar um projeto personalizado sem armários?

Ninguém melhor do que o próprio morador para criar um projeto sob medida para atender aos desejos e às necessidades da sua família — tudo isso, sem estourar o orçamento. Afinal, cada um sabe o que faz falta e o que é indispensável em seu lar.

Para quem gosta de cozinhar no dia a dia, por exemplo, é importante ter os utensílios mais usados sempre à mão. Já para quem faz as principais refeições fora, vale mais a pena deixar as xícaras a postos, por serem mais usadas no café da manhã e no lanche noturno.

Assim, independentemente do estilo de vida, é possível ter uma cozinha sem armários funcional, organizada e muito estilosa. Depois de pronta, não estranhe se sentir vontade de repaginar todos os cômodos. Tirar proveito dos objetos de uso pessoal para decorar é uma ótima estratégia para resolver o desafio da falta de espaço e a necessidade de economizar.

Se você gostou dessa proposta, não perca tempo: conheça aplicativos de decoração que ajudam a transformar sua casa!

Loja Virtual Tenda
Spotify Blog da Tenda
Autor do Post | Tenda Blog
Escrito por:

Tenda

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(0) Comentários
Este artigo ainda não possui comentário. Seja o primeiro.
Deixe seu contato

A gente quer compartilhar as novidades primeiro com você.