Cadastre-se e fique
por dentro das novidades.





A escolha da moradia ideal — seja casa ou apartamento — tem a ver com aliar os desejos e as necessidades relacionados à qualidade de vida da família a um valor que caiba no orçamento doméstico, de preferência com condições de pagamento facilitadas.

Para quem está em busca de um imóvel para chamar de seu, conhecer as vantagens e as desvantagens de morar em casa ou apartamento é fundamental. Só assim é possível se decidir e ter a certeza de fazer a melhor escolha para o seu futuro e da sua família.

Para saber quais fatores devem ser levados em consideração antes de tomar uma decisão tão importante, acompanhe este post e tire todas as suas dúvidas!

Como se decidir entre casa ou apartamento?

Para acertar na escolha, é preciso conhecer as características de cada tipo de morada, avaliando qual atenderia melhor ao seu estilo de vida.

Mas atenção: nessa hora, mais do que considerar apenas as necessidades do presente, é essencial antever os anseios futuros. Por isso, pense bem e avalie as principais diferenças.

Para ajudar, listamos, abaixo, algumas vantagens e desvantagens de morar em casa ou apartamento. Confira!

Morar em casa

Vantagens:

  • espaço extra: para famílias com filhos e/ou animais de estimação, ter uma casa com quintal permite que eles brinquem ao ar livre sem a necessidade de ir a parques ou praças públicas;
  • você define as prioridades: não há necessidade de chegar a um consenso coletivo, por meio de votação em assembleia conduzida por um síndico, sobre em quais melhorias investir, pois as decisões cabem, exclusivamente, à própria família;
  • não há taxa condominial: com exceção de casas situadas em condomínios horizontais fechados, casas em vias abertas não têm que pagar taxa condominial.

Desvantagens:

  • custo elevado: como não há rateio das despesas, os gastos com manutenção — indispensáveis para a conservação do imóvel — ficam inteiramente a cargo do proprietário e, muitas vezes, superam a economia obtida com a ausência da taxa condominial;
  • falta de segurança: a inexistência de portaria ou sistemas de segurança — a menos que o proprietário providencie por conta própria — tornam as casas mais vulneráveis. Até a sensação de liberdade se esvai, pois hoje em dia é necessário erguer altos muros para proteger a residência.

Morar em apartamento

Vantagens:

  • mais segurança: a portaria assegura o controle de quem entra e sai do prédio, bem como evita que vendedores e outros desconhecidos o incomodem no dia a dia. Além disso, a existência de um sistema de vigilância completo afugenta os criminosos;
  • praticidade: é muito mais fácil cuidar de um apartamento do que de uma casa, visto que basta limpar os cômodos internos — já que as áreas externas contam com prestadores de serviço. Vale ressaltar que, devido à distância da rua, até mesmo a poeira trazida pelo vento é menor;
  • facilidade: grandes empreendimentos imobiliários atraem uma ampla rede de comércios e serviços para o seu entorno, evitando a necessidade de se deslocar pela cidade para dar conta das demandas diárias;
  • mais acessibilidade: condomínios tendem a ter uma localização privilegiada, situando-se em centros urbanos ou, quando distantes, sendo atendidos por diversas linhas de transporte público — o que diminui os gastos e facilita os deslocamentos;
  • melhor qualidade de vida: apartamentos costumam contar com uma infraestrutura completa, com direito a áreas verdes, churrasqueira, parquinho, quadra, espaço pet e muito mais, com diversão garantida para toda a família;
  • menos estresse: como não é preciso sair do condomínio para passear com as crianças e/ou animais de estimação, bem como receber os amigos, evita-se pegar trânsito. Além disso, a distância dos barulhos da rua proporciona melhores noites de sono;
  • economia: mesmo com a taxa condominial, se os gastos com a manutenção do imóvel e a redução das despesas com lazer e academia de ginástica forem colocados no papel, o custo de morar em um apartamento é bem menor do que em uma casa.

Desvantagens:

  • compromisso: apesar das vantagens embutidas na taxa condominial (manutenção das áreas externas do imóvel, segurança reforçada, espaços de lazer e para a prática de atividades físicas etc.), trata-se de uma conta que deve ser paga mensalmente, para não se tornar inadimplente.

O que é melhor: comprar ou alugar o imóvel?

Depende da situação. Quando se encontra o imóvel ideal, o melhor é comprar. Afinal, trata-se de um investimento no patrimônio familiar e, devidamente cuidado, sua valorização é garantida.

Por isso, é importante pesar fatores como preço, localização, segurança e qualidade de vida para saber se o bem reúne tudo o que sua família espera de um lar.

Já o aluguel é uma alternativa para pessoas em um momento transitório, como quem precisa se mudar a trabalho, por conta dos estudos etc.

Em relação aos custos, quem opta pelo financiamento imobiliário da casa própria tem que pagar uma quantia mensal que, muitas vezes, é inferior ao gasto com o aluguel. A diferença, no final, é que o imóvel financiado se torna sua propriedade, enquanto o dinheiro do aluguel não volta.

Como saber quando vale a pena se mudar?

Se mudar sempre vale a pena, desde que o custo-benefício seja melhor. Morar em um apartamento bem localizado, com infraestrutura completa de lazer e serviços, pagando um valor que caiba no bolso, não é impossível.

Por isso, cada vez mais pessoas têm optado por deixar a casa alugada rumo ao apartamento próprio. Como mostrado, decidir-se entre viver em casa ou apartamento não é uma tarefa das mais fáceis. Porém, basta um pouco de reflexão para acertar na escolha e conseguir realizar o sonho de morar em um lar ideal!

Quer se manter informado sobre o universo imobiliário de maneira prática? Então, siga nossas redes sociais: estamos no FacebookYouTube e Instagram!

Conheça os principais benefícios da vida em apartamento. Você vai se surpreender!

Conheça os principais benefícios da vida em apartamento. Você vai se surpreender!

Minha Casa Minha Vida

Muitas pessoas pensam que é muito complicado viver em um apartamento. de fato, o espaço é menor, mas são muitos os benefícios desse tipo de imóvel! duvida? então, é hora de dar uma chance para a leitura deste artigo!

Composição de renda: como utilizar para o financiamento imobiliário?

Composição de renda: como utilizar para o financiamento imobiliário?

Minha Casa Minha Vida

A composição de renda pode ser a solução para quem deseja financiar um imóvel! Veja como usá-la no financiamento imobiliário e entenda como ela funciona. Na hora de financiar um imóvel é preciso demonstrar a capacidade de pagamento das prestações. No entanto, dependendo dos ganhos, é difícil ter a aprovação com apenas um salário. Por isso, é comum que membros da família adotem a composição de renda.

6 passos para conquistar a casa própria antes de se aposentar

6 passos para conquistar a casa própria antes de se aposentar

Minha Casa Minha Vida

Comprar um imóvel e não depender mais de aluguel é a grande meta na vida de muitos brasileiros. Conquistar a casa própria não representa apenas a realização de um sonho, mas é, também, sinônimo de mais estabilidade financeira e segurança. Mesmo estando nos planos de muita gente, conquistar a casa própria antes de se aposentar nem sempre é fácil. Realizar esse objetivo exige disciplina, controle dos gastos, uma poupança de emergência e um planejamento financeiro em longo prazo. Além disso, é necessário que o objetivo seja adequado à sua realidade e coerente com seu salário.

Estabilidade financeira: o guia completo para conquistar

Estabilidade financeira: o guia completo para conquistar

Minha Casa Minha Vida

Quer saber como se organizar e manter seu orçamento saudável? Preparamos um guia completo, cheio de dicas para você alcançar sua estabilidade financeira. Confira!

Conheça as condições TENDA para dar entrada em um apartamento

Conheça as condições TENDA para dar entrada em um apartamento

Minha Casa Minha Vida

Uma das maiores construtoras do País, a Tenda oferece ajuda de profissionais especializados para você conseguir ter seu financiamento imobiliário aprovado pelos bancos. Saiba neste texto como driblar a burocracia!

Acabamento da obra: o que é responsabilidade do novo proprietário?

Acabamento da obra: o que é responsabilidade do novo proprietário?

Minha Casa Minha Vida

A entrega das chaves é a hora mais aguardada pelos compradores assim que fazem a aquisição do apartamento dos sonhos. Contudo, o imóvel novo não é entregue totalmente pronto para morar, por isso, uma parte do acabamento da obra se torna necessária à funcionalidade da residência.
Todos os direitos reservados Tenda
CPNJ: 09.625.762/0001-58